História Imagine Laito Sakamaki - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki
Visualizações 210
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Lembrando:

(S/t)= Sua tia

(S/n)= Seu nome


Espero que gostem>S3

Capítulo 2 - --Just like the silver rose --




Point of view S/n 

 

Já falei que as meninas daqui na vão com a minha  cara!? Toda vez que eu entro na sala recebo olhares  de nojo , raiva  e ódio por parte delas , estava prestes a sentar no meu lugar de  costume quando vejo a piriguete da Jenny  Kimdly  ocupando-o .


(...)

       Andava pelos corredores acaminho da sala de informática, teria que pesquisar unas coisas lá. --  A cada passo que dava parecia que não terminava nunca , essa escola é enorme ainda fico me perguntando como não me perdir ainda , do nada sinto duas mãos agarrarem minha cintura , olho pra frente e vejo Laito-kun, nossos olhares se encontram , fico sem reação nenhuma, nossos rostos ficam bem próximos.

    Com apenas essa ação coro um pouco, ainda confusa com que se passa nesse exato momento , adistancia entre nós e ultrapassada , antes que eu proteste Laito me sela nossos lábios , eu aregalho meus olhos pela surpresa , depois de um tempo acabo cedendo .


(...)

      Sinto o contato de  gotas de água estremamente fria escorrendo sobre os fios dos meus cabelos, mal acreditava que estava me iludindo , eu sou muito boba em pensar que Laito Sakamaki sente algo por mim, pra ele eu devo ser só mais uma.

     Essa tarde chuvia e muito, estava no parque próximo da minha casa, sinceramente eu não destacava a possibilidade de que iria ficar gripada no dia seguinte, mas nada disso importava , até que seria uma ótima disculpa pra não ir pra escola no dia seguinte e vê ele, meus pensamentos estão distantes , me sinto confusa meu sentimentos estão confusos .


     Sei que sou livre pra fazer minhas escolhas, mas fico em dúvidas se farei corretamente, Entro em casa e começo a ouvir o discurso de sempre da minha tia , que eu deveria ser mas responsável , olho pra ela sem mínimo interesse , chego no meu quarto fecho a porta e tranco, tô sem ânimo e vontade nenhuma pra ver ou falar com qualquer um.

     Retiro as minhas roupas que estão encharcadas e jogo em um canto qualquer do quarto, coloco uma roupa confortável e me encolhi na cama, tentando colocar minha cabeça no lugar, e para um momento de pensar nele.


      Talvez esse fato de eu estar apaixonada por ele seja inevitável, mas tem tantas coisas na vida pra me preocupar, o tempo passa tão rápido, se podesse queria que os melhores passassem lentamente em câmera lenta.


       A vida não é um conto de fadas, mas não significa que não pode se tornar um, ficar presa no passado não vai me ajudar em nada, meus olhos fiquisao na imagem que vejo através da porta de vidro, caminho em passo levemente calmos , com as pontas de meus dedos puxo a masaneta , recebo a doce sensação da brisa fria do final da tarde batendo sobre meu rosto, assim meus cabelos bagunçam estão em pé como se a qualquer momento fosse ser levados pelo vento.


      E possível ver um brilho sobre meus olhos ao admirar o por do Sol que brilhava de uma forma encantadora , um arco-íris se foram no céu que a pouco tempo estava nublado.


      Um sorriso bobo surge em meus lábios, ao me recordar do que aconteceu apouco tempo atrás , eu não poderia simplesmente desistir da possibilidade de Laito Sakamaki me amar de verdade, e mesmo que ele não senti-se algo por mim o que explicaria as expressões que ele faz ao me ver com com outros alunos.


     Sempre que dou atenção a outra pessoa , sua feição de felicidade vai pra chateada em segundos, me pergunto se ele tem algum problema de bipolaridade.


     E o interessante é que as pessoas que mas te criticam te admiram, as que disse que não gostam de você estão apenas desfarçando e as que provocam só querem atenção.





                         ✖✖✖✖✖✖ 




     Desperto pela manhã, recebendo um balde de água na minha face , olho furiosa pó indivíduo, ótimo era minha tia.




" Essa mulher é louca que me matar de susto, bem talvez eu esteja  exagerando um pouco"




     Mesmo assim ainda era possível notar, que meus olhos queimava como fogo , pela raiva tremenda de ser acordada da pior forma possível.








(S/t)_ Que foi S/n , pensa que me mete medo com esse olhar !?- ela me provocar






(S/n)_ fale de uma vez o que quer!?- pergunto já sem paciência.





(S/t)_ hoje irei a casa de um amigo meu , e você vem comigo.






(S/n)_ e eu tenho escolha!? - ela nega assim me deixando com mas raiva - mas alguma coisa !?






(S/t)_ sim, vê se veste algo apropriado não quero passar vergonha hoje.







(S/n)_ você já passa vergonha sozinha anta- Sussurro.







                    ✖✖✖✖✖✖✖✖ 





 (S/n)_ Só espero não perder conteúdo de prova hoje - falo preocupada.





(S/t)_ ohh , minha "sobrinha"eu não faria nada que fosse te prejudicar- disse sendo sacartica.







(S/n)_ hum hum - fingo acreditar








       Assim que chegamos me deparo em frente a uma enorme mansão , fiquei sem acreditar no que estava vendo, quem mora aqui deve ser bem metido a bosta , só assim pra virar amigo da minha tia, a não ser que seja louco.






(S/t)_  S/n - assim que esculto a voz dela , volto a realidade e a encaro.







(S/n)_ Que !? -pergunto







(S/t)_ Vai ficar aí parada ou vai entrar!?.








       Só aí noto que não tinha se quer dado um passo em direção a porta, aderentei no local , só pra descrever em geral era enorme com certeza o dobro da minha casa, assim que entramos em uma sala , aos meus olhos fico paralisada ao ver novamente aqueles pares de olhos verdes intensos que me tiram do sério.


      Sinto minhas mãos trêmulas, meu coração acelera de uma maneira surpreendente, não era só Laito que estava naquele ambiente , seus irmãos e um homem com cabelos curtos , que usava óculos, deduzir que fosse o amigo de minha tia, mas pelo que eu saiba era também o pai dos Sakamakis.


     Minha tia pede pra min acompanhar o rapaz de cabelos ruivos chamativos, mas conhecido como Sakamaki Laito, nesse momento estou lado a lado com ele em direção ao jardim da casa, me encanto com a beleza da flores presentes, assim esquecendo de sua presença.

     Mas um ato seu me fez arrepiar por completo , ele sussurrou algo no meu ouvido que me fez congelar ,  logo depois me viro de frente pro mesmo pós uma de suas mãos na minha cintura e a outra segurou meu queixo assim aprofundando aquele tão nesscitado beijo.


     Esculto batidas de palmas vindo da direção oposta do vento.






Xxx_ que casalzinho mas bonitinho .



Notas Finais


Tchau até a próxima>S3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...