História Criminal Love - Min Yoongi - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Criminal, Hot, Min Yoongi, Suga
Visualizações 135
Palavras 619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Cartas de Yumi e Desentendimento


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Min Yoongi - Capítulo 17 - Cartas de Yumi e Desentendimento

                   Yoongi On

Yoon- Um amigo meu... ele é de confiança, vai ser útil.

Sn- Entendi... mas deve ter alguma coisa nessas gavetas..

Yoongi- Sim...

Procuramos em praticamente todas as gavetas e não tinha nada de relevante.

Yoongi- Merda!! DEve estar tudo nesse computador, não tem nada nas gavetas!

Sn- Ei, calma! Me ajuda a abrir isso aqui. - Pediu, enquanto forçava uma outra gaveta.

Dpois de muito forçar, conseguimos abrí-la, nela encontrava-se um envelope, e ao seu laddo, uma arma.

Yoongi- Essa arma... - Engoli em seco.

Sn - Será que... - me olhou - Foi com ela?

Yoongi - E-eu.. eu n-não sei...

Sn- Tá tudo bem? - Acariciou o meu rosto enquanto me olhava com um semblante preocupado.

Yoongi- Está sim... - selei nossos lábios - Vamos continuar procurando... - forcei um soriso e a menor assentiu.

Sn- Abre o envelope, o que deve ser? - olhou o papel em minhas mãos.

Fiz o que SN pediu e percbi que aquilo se tratava de um documento com a assinatura do meu pai, congelei.

Yoongi - É-é a letra do meu appa.. - ainda doía lembrar dele, meus olhos marejaram.

Sn olhou o papel e me abraçou forte.

Sn- AQui ele passava todo o dinheiro para o Seung.. - apertou mais o nosso laço. - Não chore Yoon...

Yoongi - Ainda é muito dificil pra mim... - permiti que algumas lágrimas deessem - O meu appa não merecia.

Sn- Eu sei que não. - limpou minhas lágrimas - Se acalme, amor...

Yoongi- Amor?  - sorri bobo.

Sn- Amor. - me olhou - Meu amor! - sorriu com brilho nos olhos.

Yoongi- Isso não vale! - a olhei sério.

Sn- O que ? - Me fitou confusa.

Yoongi - Me desarmar assim. - sorri - Você me faz abaixar a guarda, Kim Sn! Só você! - acariciei o seu rosto e observei-a  sorrir de olhjos fechados enquanto recebia o carinho.

Sn- Bom saber.. - me abraçou novamente, mas dessa vez passou seus braços por dentro da minha blusa e deu leves arranhões. Aquilo me causou arrepios.

Pigarreei, quebrando nosso laço e vi a menor bufar.

Yoongi - Tenho que ir atrás do Namjoon.

Sn- Porque está fugindo de mim?

Yoongi - Não estou fugindo de você.

Sn- Está sim! - rolou os olhos - Yoongi, se não quer mais sexo ou não sente mais atração pelo meu corpo, apenas me diga e pare de me dar expectativas com essas palavras bonitas! - me olhou uma última vez e saiu do "quarto" pisando duro.

DROGA! Sn está confunfindo tudo.

              (...)

Yoongi- Estou indo atrás na casa do Nam.. Vai ficar bem? - olhei pela fresta da porta entreaberta.

Sn- Vou. - não me olhou.

Yoongi - IRei trancar apenas as portas da saída. Pode sair do quarto se quiser, ok? 

Sn- Tanto Faz.

Ela estava chateada, suspirei frustrado, logo saindo do quarto.

    SN On

Pode parecer besteira, mas eu realmente me irritei.Por mais estranho que fosse esse "fogo" todo, eu estava sentindo falta dos toques de Yoongi.

Ele me falava coisas bonitas e depois me afastava, isso me deixava triste,  de certa forma, me fazia pensar que Suga não se sentia mais atraído por mim e que seus "elogios/ declarações" eram apenas pretextos para me manter aqui e ajudá-lo contra Seung.

Depois que Suga saiu, resolvi andar pela mansão que me trazia tantas recordações.

Passei por todos os quartos, parando em um específico que presumi ser o dos meus pais.

Acama de casal era velha e seu colchão já dava indícios de morfo.

Ao sentar naquele pedaço de pano, senti algo estranho. Tinha alguma coisa escondida naquele colchão.

Depois de muito procurar, encontrei várias correspondências que aparentavam ser de Yumi.

 


Notas Finais


Desculpem os erros, eu postei às pressas, já que estava há um mês sem aparecer aqui, arrumei um tempinho e corri aqui.
Beijinhos, até a próxima ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...