1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Mo Dao Zu Shi >
  3. Reencontro

História Imagine Mo Dao Zu Shi - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction Imagine Mo Dao Zu Shi - Capítulo 15 - Reencontro

Fomos voltar para terminarmos o que começamos, procurar o ferro Yin.


- Eu vou voltar.


Wuxian- Para que?


- Vou levar o Yuan com a gente.


Wuxian começou a rir.


Wuxian- Quando isso acabar, eu mesmo trago você para vê-lo.


- Promete?


Ele afirmou.


- Então vamos.


Falei animada.


[Yueyang]


Fomos até a cidade de Yueyang, precisávamos de informações.


Qing foi embora, eu tinha certeza que nos encontraríamos novamente.


- Onde vamos conseguir informações?


Wuxian apontou para uma casa de vinho.


Wuxian- Vamos, vamos!


Segurou minha mão e começou a correr.


Cheng- Wei Wuxian, você só pensa em beber!


Conseguimos informações pelo garçom. Casa do clã Chang. Todos haviam desaparecido recentemente. Mas toda noite ouviam batidas na porta da casa Chang. Além de gritos.


E o que fomos fazer? Ir lá. Uma decisão esperta... Bom, Huaisang não foi, ele estava esperando alguém chamado "Yao".


Ouvimos as batidas e os gritos. Fui até a porta devagar e a abri. Corpos e mais corpos ensanguentados estavam lá dentro. 


- O clã inteiro foi assassinado. 


Falei encaminhando relutantemente até um corpo enforcado.


Wuxian- Vamos entrar.


Entramos lá dentro. Os garotos olharam os corpos e os examinaram, eu estava olhando ao redor.


Wuxian- Antes de morrer todos foram feitos de marionetes.


- A morte de todos foi lenta e dolorosa.


Olhei para o telhado, havia alguém sentado. Reconheci na hora, dei um sorriso mas logo ele foi desfeito.


Yang- Bem vindos.


- Yang...


Quando vi ele senti alegria preencher meu peito. Ele estava vivo e ali na nossa frente. Ele não estava morto como imaginei.


Wuxian- Ele é o...


- É sim.


Afirmei com a cabeça continuando a olhar para Yang.


Yang- Esquisitinha, a quanto tempo!


Todos sacaram as espadas apontando para ele.


- Yang, foi você que fez isso?


Perguntei meio sem acreditar.


Yang- Foi. Fui eu.


Veio até mim. Todos tentaram atacar ele e eu não me movi.


Cheng- Sai de perto dele!


- Parem um pouco e me deixem pensar...


Falei baixo enquanto olhava ao redor vendo todos os corpos e imaginado Yang os matando.


- Yang, isso foi cruel.


Yang- Você cresceu. Quer doce?


Wuxian- Doce? S/n, sai de perto dele e não aceita nada.


Yang tirou doce do bolso e me deu. Eu abri a embalagem e comi o doce.


Cheng- Por que ela...!?


Wuxian- S/n, ele não é aquele garoto que você conheceu, pelo menos não mais!


Yang olhou para meu pulso e sorriu.


Yang- Ainda usa essa pulseira...


- Como não usaria? Você me deu.


Cheng- Alguém me fala o que tá acontecendo!


Yang- Pensei que estivesse morta.


- Eu pensei que estivesse morto. Yang, você matou pessoas inocentes.


Yang- S/n, não me julgue sem saber antes.


Colocou a mão na minha cabeça.


Cheng- Por que ela não recua? Ela não deixa ninguém que não seja você tocar nela!


Wuxian- Você não entende, Jiang Cheng!


Senti uma lágrima escorrer pelo canto do meu olho. Então abracei Yang. Ele apenas acariciou meu cabelo.


- Anos... Todos esses anos achei que você estivesse morto. 


Zhan- Ito S/n, se afaste dele.


Cheng- Ele deve estar usando algo pra controlar a Ito S/n!


Wuxian- Ele não está.


Yang- Adivinhou. Eu realmente não estou. Olha o que eu trouxe para você.


Sai de perto dele e vi três flores. Uma azul, uma amarela e uma rosa vermelha.


Me entregou as flores.


Yang- Você vem comigo?


Neguei com a cabeça.


Yang- Certo, você é muito boazinha para isso. Não tem problema. 


Se afastou de mim pulando no telhado novamente.


- Yang, você sabe que vivi anos da minha vida com você e por isso você é muito importante pra mim. Mas não posso fazer coisas ruins como você faz.


Yang- Então...


Xingchen- Não vai mais fugir de mim.


Um homem vestido totalmente de braço apareceu e olhou para Yang.


Yang- Conseguiu me encontrar.


Cheng- S/n!


Foi puxar meu braço mas eu recuei.


Cheng- Um assassino... Deixa um assassino tocar em você e eu que vivo a anos com você não posso encostar um dedo sequer em você sem aviso prévio.


Wuxian- Você não sabe o passado dela. Não fale desse jeito com a S/n.


Segurou minha mão e me puxou para perto dele.


Cheng- E daí? Você... Um assassino, ela deixa vocês chegarem perto dela.


- É automático...


Cheng- O que?


- Eu não sei, certo!? Quando alguém chega de mim eu recuo automaticamente. Eu não sei porque, talvez por ter sofrido tanto nas mãos da minha família. Meu corpo recua automaticamente para qualquer pessoa... Mas Wuxian e Yang, isso não acontece quando eles chegam perto. 


Lembrei de outro acontecimento.


- Com Lan Zhan também não...


Falei baixo.


Cheng- Você o conheceu faz apenas alguns meses!


- Ele me puxou para cuidar de um ferimento, e eu não recuei...


Wuxian- Que ferimento?


- Nada demais.


Yang- Ele está com inveja?


Deu risada olhando para nós.


Cheng- CALADO!


Xingchen- Xue Yang. Desde que saiu de Qishan, diversos cultivadores foram mortos. Você matou dezenas de pessoas do clã Chang. Você pagará pelos seus crimes!


Yang- Amigo, eu assumo a culpa. Quanto a punição, só irá acontecer se você conseguir me pegar. 


Tentou fugir.


- Wuxian, usa seu laço pra puxar ele.


Wuxian fez o que pedi.


Cheng- Incrível, ela ainda da valor a nós e vai tentar pegar ele.


- Jiang, eu sei bem a diferença entre o certo e o errado. Yang é e sempre vai ser meu amigo, mas ele tem que pagar por tudo que fez. E outra, não se meta na minha vida e não de esses comentários idiotas... Você acha mesmo que eu vou simplesmente parar de gostar de alguém que cuidou de mim nos momentos mais difíceis da minha vida?


Ele ficou calado.


- Ótimo.


Yang estava caído na minha frente. 


- Senti saudades. 


Yang- É mesmo, esquisitinha? Odeio admitir mas eu também senti. 


Vi Yang lutando contra o homem de branco. Usei poder espiritual e tentei acertar Yang, ele desviou e deu um sorrisinho. 


- Foi uma brincadeira. 


Yang- Sim, vou acreditar que foi.


Continuou lutando. Eu me estiquei.


- Ótimo. 


Quando o homem de branco foi atacar Yang, passei a espada perto do pescoço de Yang e fiquei naquela posição.


- Te peguei.


Yang- Você ficou mais divertida.


Song- Xingchen.


Xingchen- Zichen.


Song- Essa garotinha o pegou?


Yang- Isso é cruel, S/n. 


Neguei com a cabeça e vi um dos homens o amarrando.


Xingchen- Xue Yang, admite a culpa?


Yang- É claro.


Prendemos Yang no santuário daquela casa. 


Xingchen- Sou Xiao Xingchen. Este é meu amigo, Song Lan.


Nos apresentamos.


Xingchen- Senhorita S/n...


- Pode por favor não me chamar se senhorita?


Xingchen- Mestra S/n... Como conhece Xue Yang?


Sorri olhando pra Yang.


- Ele cuidou de mim por muito tempo... Se não fosse por ele eu teria morrido de fome.


Xingchen- É bom saber que ele tenha um lado bom.


Yang- Não tenho e nunca tive. 


Deu risada.


- Para de rir.


Yang- É que eles são tão hipócritas.


Xingchen- Ele cometeu muitos massacres recentes dos clãs menores. Ele com certeza escapará se tiver uma chance. 


Wuxian- Interessante, como será que ele irá escapar?


Cheng- Como alguém tão podre pode ser amigo da Ito S/n?


Yang- Da esquisitinha? Também não sei a resposta. 


- Onde escondeu o Ferro Yin?


Yang- O quê? Não sei do que está falando, esquisitinha. Só os matei, nunca quis dinheiro. Não peguei nada. 


- Você tá mentindo, Yang. 


Zhan- Como sabe?


- Porque viver anos com ele fizeram eu saber exatamente quando ele está mentindo. Vou revistar ele.


Cheng- Como vamos saber que não vai esconder o ferro se o encontrar?


Virei pra ele sem acreditar no que ele disse. 


Yang- Que cara babaca, não acha?


Perguntou para mim.


Wuxian- JIANG CHENG!


Yang- Até eu sei que sou uma amizade melhor que ele. Sempre confiei em você, não?


Deu risada olhando para Cheng.


Yang- Se S/n achasse esse ferro, ela os daria sem exitar. 


Olhou rindo para Cheng.


Yang- Faz anos que não a vejo e ate eu sei disso. Você é um idiota.


Cheng- Fique calado!


- Chega. Vou revistar.


Comecei a revistar Yang.


Yang- Só o que vai encontrar aí são doces, esquisitinha. E não seja tão atrevida, boatos se espalham. 


Wuxian- O que está dizendo!?


- Yang!


Yang- O que? Eu só estou brincando.


Peguei doces nos bolsos dele.


- Só tem doces aqui.


Peguei os doces e comecei a comer.


Cheng- Eu mesmo revisto ele.


Yang- Ele não confia nada em você.


- Não é?!


C

O

N

T

I

N

U

A





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...