1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Namjoon: Vida de Híbrido >
  3. Dreams...

História Imagine Namjoon: Vida de Híbrido - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores, espero que gostem dessa fanfic que criei inspirada no filme de Your name ( Qual seu nome?).

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 1 - Dreams...


Fanfic / Fanfiction Imagine Namjoon: Vida de Híbrido - Capítulo 1 - Dreams...


- "É difícil. De vez enquando, eu acordo de manhã, e me pego chorando, chorando muito."

- "Eu estava sonhando, nunca consigo me lembrar,mas..."

- "Mas eu contínuo sentindo que perdi alguma coisa importante muito tempo depois de acordar."

- "Eu to sempre procurando alguma coisa, alguém!?"

- "Essa sensação não me abandona, acho que desde daquele dia." 

- "O dia, em que as estrelas começaram a cair. Parecia até que..."

- "Parecia que eu estava sonhando. Foi um espetáculo!"

-"Simplesmente...maravilhoso!"




(5 anos atrás)




Kim Namjoon:



Acordei assustado depois de ter um sonho muito estranho. Não me lembro de muitos detalhes. Abri os olhos rapidamente, mas a vista estava embaçada. Abaixei a cabeça e esfreguei os punhos nos olhos, aos poucos fui conseguindo enxergar meus..seios? Corri para o espelho e me encarei. Que corpo é esse? Pensei. Olhei para eles  e toquei os mesmos, fazendo movimentos circulares.

- Irmã, vem comer! - fui surpreendido por uma garotinha que entrou sem aviso algum no quarto. - Mas o que diabos você está fazendo? - ela olhou para minhas mãos.

- Hã? Estou apenas...não é nada. 

A garota fechou a porta e saiu correndo, provavelmente foi para a cozinha.  Eu estou em um corpo de menina? Pensei. Sendo assim, vou seguir o dia dela, afinal o que pode acontecer de ruim?


 ...



 Eu vou ter que tomar banho? Pensei enquanto encarava o chuveiro. Isso pode ser uma brincadeira comigo. 


...


Vesti o uniforme que encontrei no guarda roupa e fui para o espelho. Como será que ela deve arrumar o cabelo? Isso não importa, estou atrasado para a aula. Fiz um rabo de cavalo bem simples.

- Mana, vem logo! Vamos chegar tarde.  

Eu desci as escadas depressa indo até a sala onde se encontrava uma senhora sentada.

- Tchau vovó!

- Tchau minha filha. S/n, você não vai comer?

Estava parada olhando para ela, até ouvir- la me chamar de S/n. Acho que esse deve ser o nome da garota.

- Não, estou atrasada e preciso ir. 

Peguei a bolsa, calcei os sapatos e saí com a garotina pequena, provavelmente era a irmã mais nova da tal de S/n. Eu e ela estávamos indo em direção a escola quando duas pessoas passaram e nos chamaram. Acho que eram amigos da S/n.

- Ei, S/n! 

O garoto,que não parecia ser mais velho do que eu nem mais novo, parou ao meu lado juntamente com uma menina que ele levava na bicicleta.

- S/n, por que não amarrou seu cabelo hoje?

- É verdade, você está estranha hoje. 

- Não estou nada estranha, eu sou a mesma de sempre. Vocês que estão estranhos. - virei minha cabeça para a frente e segui.

- Ela está muito estranha hoje. Não acha Momo?

- Sim, acho que é coisa de adolescente. 

- Vamos logo, se não vamos nos atrasar para aula.


...

 

O que aqueles dois estão pensando, estou ótimo! Não estou nada de diferente ou estranho hoje. - Ai não. - bati a mão na testa. Agora que me lembrei que eu estou no corpo de uma garota, mas como sou burro.

- O que esta pensando S/n? 

- Hã? Eu?

- E por acaso tem outra S/n aqui além de você?

- Não estou pensando em nada, apenas quero chegar logo na escola.


...


O colégio dela era enorme, havia muitas pessoas lá, mas não conhecia ninguém. Assim que coloquei os pés no portão, o sinal tocou. Mas pra onde fica a sala da dessa tal de s/n? 

De repente alguém tocou meu ombro e eu me virei, era a menina que vi mais cedo. 

- Ta perdida? - ela sorriu para mim.

- Sim, quer dizer não, quer dizer sim...é melhor eu calar minha boca. - ela riu.

- Vamos logo para sala, a aula já vai começar.

Ela me levou até a sala, e sentou-se na sua cadeira. Mas onde é a minha?

- S/n, esqueceu qual é o seu lugar?

- Ah...- eu não sabia mesmo e esperava que alguém me dissesse.

- Última cadeira da fila do meu lado! - ela falou baixo para que ninguém ouvise.

- obrigado...quer dizer obrigada! 

- Sinceramente, você esta estranha hoje.


...



Voltei para a casa da S/n sozinho, quase me perdi, mas consegui chegar. Ela sai muito tarde da escola, como que ela consegue? Chegando em casa, não pensei em mais nada, apenas Fechei meus olhos e acabei dormindo. 

No dia seguinte acordei com uma terrível dor de cabeça, e não conseguia lembrar de nada que havia acontecido. Meu celular estava vibrando sem parar, tentei pega-lo mas acabei caindo da cama. Olhei as mensagens um pouco embaçadas no celular, era o Jungkook mandando eu chegar o mais rápido possível no colégio. Olhei para meu braço e tinha algo escrito. - "Quem é você?" - Não sei ao certo quem escreveu isso, mas não importa.

- Filho, hoje você faz a comida!

- Ok pai! - desci as escadas correndo.

- Tem comida na geladeira, e não faça feito ontem que chegou atrasado no colégio.

Em? Pensei confuso.  Eu Kim Namjoon cheguei atrasado no colégio ontem? 



S/N:  


Abri os olhos lentamente, como fazia todas as manhãs. Me levantei da cama me sentando nela, sentindo uma dor tremenda tomar conta do meu coroo.

- O que aconteceu?

- Ei mana, você já acordou? - Tzuyu entrou no quarto sem aviso. - Nossa, é um milagre que você não esteja pegando no seu peito hoje.

- Em? 

- A vovó tá chamando pra comer, então vem logo! 

Do que ela tá falando?


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Obrigada pela leitura!

Comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...