1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Naruto - O que eu não faço por você... >
  3. Um passado sangrento

História Imagine Naruto - O que eu não faço por você... - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora 😓mas compensei

Essa aí é a Mika, só que sem sharingan

Capítulo 18 - Um passado sangrento


Fanfic / Fanfiction Imagine Naruto - O que eu não faço por você... - Capítulo 18 - Um passado sangrento

A Mika-sensei apareceu no quarto do hospital um tempo depois.

- Mika-sensei.

Mika: - Como ela está?

- Ainda não acordou. Mas o médico veio aqui e disse que os batimentos dela melhoraram. – respondi contente.


■ AUTORA ■

Mika: - Naruto, deixe a S/n aqui por enquanto. Ela precisa descansar.

Naruto: - Mika-sensei, ela vai ficar bem não vai?

Mika: - É o que todos nós queremos Naruto.

Naruto: - Por que ninguém pode afirmar alguma coisa aqui? – Ele se exaltou um pouco.

Mika colocou a mão no ombro dele e abaixou na altura do mesmo.

Mika: - Eu queria poder dizer que ela ficará bem, mas Naruto, o Kekkei genkai dela não é como o do Sasuke, que você usa e logo se recupera. – Ela explicou. – Ele é letal demais para se usado do jeito que ela usou, e sem treino.

Naruto: - Então ela pode morrer né? – Ele perguntou olhando para a sensei.

Mika: - Eu não vou dizer que não tem chances de ela morrer, por que tem. – Ela respirou fundo, mas sorriu. (Mesmo com a máscara) – Mas como ela é jovem, ainda tem muita força e muita vitalidade, então acredito que não chegue a morrer. – Ela disse simpaticamente.

Naruto: - Sério?! – Ele sorriu abertamente  e feliz.

Mika: - Sim. – Ela colocou a mão na cabeça dele, bagunçando de leve o cabelo dele. – Agora vai lá para fora, os seus amigos estão preocupados.
Naruto foi contente, deixando Mika à sós com S/n.

Kakashi: - É surpreendente como você consegue lidar com a teimosia do Naruto sem ele te questionar. – Ele disse da janela lendo Jardim dos Amassos.

Mika: - Ele só está preocupado com ela. Não posso reclamar com ele. – Ela disse se sentando perto de S/n e Kakashi pulou para dentro do quarto.

Kakashi: - A S/n é uma garota forte, acredito que se recupere em breve. E o chakra da besta de duas caudas vai acelerar a recuperação.

Mika: - Não é isso que me preocupa, mas os efeitos colaterais que podem ficar.

Kakashi: - Que efeitos? – Ele fechou o livro.

Mika: - Ela perder algum dos sentidos, ou perder a capacidade de lutar. – Kakashi se espantou de leve.

Kakashi: - Mika...

Mika: - É tudo que eu menos quero, eu conversei com os médicos para ver o que podem fazer a respeito. 

Kakashi: - E o que eles disseram?

Mika: - Não vai ser preciso cirurgia, só muito descanso, e nada de lutas por um mês inteiro.

Kakashi: - Então ela não vai poder participar do exame chunnin, como vai se promover?

Mika: - Ela vai ter que esperar a melhora completa do corpo. Eu não irei deixá-la fazer o exame nessas condições. E por isso eu vou ter que fazer uma coisa que eu não gostaria... - Mika respirou fundo. - Vou ter que pedir para aumentar o sedativo dela.

Kakashi: - Mika, não acho que seja uma boa ideia.

Mika: - Ela é uma garota teimosa demais Kakashi, não vai me escutar, fora que isso não é porque eu quero...

Kakashi: - Eu entendo a sua situação, o meu aluno, Sasuke, não está nas melhores condições também. - Ele começou a andar pelo quarto.

Mika: - Kakashi... Quero te pedir uma coisa.

Kakashi: - Pode dizer, estou escutando.

Mika: - Eu soube que o Jiraiya está na vila, e acredito que você também saiba.

Kakashi: - Sim, eu sei.

Mika: - Diga para ele...

Ela contou para o irmão mais velho.

Kakashi: - Uou... que decisão radical... Mas por que você mesma não diz?

Mika: - Você estava no dia que quase aconteceu.

Kakashi: - Ah... Aquele dia...

ÀH TRÊS ANOS ATRÁS...

Mika e Kakashi estão indo para as fontes termais e encontram Jiraiya espiando mulheres nas mesmas.

Kakashi: - J-Jiraiya-Sama, o que está fazendo? – Ele perguntou sem acreditar.

Jiraiya: - Kakashi... Estou fazendo pesquisas para os meus livros, como o bom escritor que eu sou. – Ele disse concentrado no que está fazendo.

Mika: - Seu pervertido. – Ela disse de braços cruzados.

Jiraiya: - Hm? – Ele se virou e o nariz dele sangrou. – Quem é essa Kakashi? – Ele perguntou animado e foi para trás do mesmo, sem tirar os olhos da Mika.

Kakashi: - Essa é a minha irmã, Mika Hatake. – Ele a apresentou.

Jiraiya: - V-Você ia tomar banho?

Mika: - Sim, eu ia, não vou mais.

Jiraiya: - Mas a-a água está tão refrescante... acho que vale a pena viu. – Ele disse mexendo as mãos e rindo de um jeito pervertido.

Mika: - Já desisti faz tempo. – Ela disse séria e com os olhos baixos (como quando o Kakashi fica impaciente).

Jiraiya: - Mas o que que há...

Kakashi: - Jiraiya-Sama... Não ligue para a minha irmã... – Ele disse tentando abafar a situação.

Mika: - Já vou Kakashi, outro dia eu venho.

Jiraiya: - Hehe... vou vir aqui todos os dias. – Ele falou baixo.

Mika: - Mudança de planos, não venho aqui nunca mais. – Ela disse com cara de bosta.

Jiraiya: - Mas por que não Mika? Todos adoram uma boa fonte de águas termais. – Ele disse se aproximando dela e colocou as mãos nos ombros da mesma, a olhando de cima.

Mika: - Eu adoro, mas quando não tem nenhum tarado me espiando. – Ela disse tremendo os olhos e neutra.

Kakashi: - ...

Jiraiya: - Mas quem aqui está falando de espiar? – Ele perguntou se fazendo de desentendido. – E como garantia que não terá nenhum tarado espiando a você... – Ele passou o braço em volta do pescoço dela. – Eu, Jiraiya, vou me assegurar que nenhum tarado venha te espiar enquanto você está relaxando.

Mika: - Um tarado vigiando para que outros tarados não venham... – Ela disse com cara de bosta. – Passo. – Ela saiu de perto dele.

Jiraiya: - M—

Mika: - Jiraiya-Sama, eu o respeito muito... E quero continuar respeitando. Gomen. – Ela fez referência. – Podem ficar aí. – Ela disse educada e saiu das fontes termais.

“tarado sem vergonha.” – Mika pensou saindo.

Dentro das fontes termais...

Jiraiya: - Eu falei alguma coisa de demais? – Ele perguntou coçando o cabelo.

Kakashi: - Bem... – Ele olhou para cima. – Não?

VOLTANDO PARA O TEMPO NORMAL...

Kakashi: - Aquele dia foi complicado... – Ele coçou a cabeça.

Mika: - Mas isso agora está fora de questão, então... Vai falar com ele Kakashi?

Kakashi: - Sim, pode deixar. Mas por que essa decisão?

Mika: - Você não sabe a história do Clã Chiniueta né irmão? – Ela perguntou de cabeça baixa.

Kakashi: - Você sabe, não sabe?

Mika: - Sim... E não é uma história bonita.

Kakashi: - Pode me contar?

Mika: - Certo... – Ela respirou pesadamente. – O clã Chiniueta surgiu no sul do país da grama pelos seus poucos registros que ainda tem, desde esse tempo era um clã afastado da sociedade ninja, pois eram chamados pelos mesmos de “primitivos à humanidade”.

Kakashi: - Por que um nome desse?

Mika: - Por causa do Kekkei Genkai, o Buraddihanto, que por mais que não pareça, é conhecido por maldito por quase todos os shinobis. Quando o usuário perde o controle em meio ao uso, a sede de sangue toma a mente da pessoa, fazendo com que ela cause uma carnificina aonde quer que passe, e quando se tem um alvo, os sentidos de olfato, visão, audição, velocidade e agilidade se ampliam ainda mais do que ele em si, aparentando uma besta sedenta de sangue, como a raposa de nove caudas... – Ela parou um pouco. – Dificilmente alguém consegue parar esse kekkei genkai quando descontrolado, ele só é paralisado em duas situações: alguém mais forte interferir, ou quando o usuário fica completamente exausto e desgastado, podendo chegar à morte imediata dependendo das condições.

Kakashi: - E como você conseguiu pará-lo quando ela perdeu o controle?

Mika: - Fui obrigada a fazê-la desmaiar com um tapa em uma região da nuca.

Kakashi: - ...

Mika: - Continuando... Eles por um tempo se esconderam entre a sociedade para viver como pessoas e ninjas normais evitando mostrar o que são. Mas isso não durou muito tempo, pois um dos líderes se cansou de fingir, e começou a instigar que os Chiniueta tomassem o controle e mostrassem sua verdadeira natureza. Muitos não queriam, queriam ter uma vida normal, mas o fato de tanto insistirem, fez com que eles ficassem com raiva, e o clã perdeu o controle total e começou a se alto-destruir e matar todos a sua volta, sobrando pouquíssimos membros, e esses pouquíssimos ficaram quase incapacitados e a beira da morte e da exaustão, após isso, fugiu, os fazendo ficar com a fama de clã sangrento, e todos na sociedade, todos mesmo, os rejeitaram, fazendo que eles fossem obrigados a se isolar do mundo ninja. Por muito tempo pensaram que eles tinham sido extintos, até atacarem a aldeia da nuvem e capturarem a besta de duas caudas.

Kakashi: - Espera aí... Por que eles atacaram a Nuvem e para que queriam uma besta?

Mika: - Isso é um mistério, que só os próprios Chiniuetas podem saber...


Notas Finais


Entenderam a história? Qualquer coisa só perguntar que eu respondo ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...