1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Pain - Lados opostos >
  3. Tentativa

História Imagine Pain - Lados opostos - Capítulo 45


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem^^

Capítulo 45 - Tentativa


- Eu? Mas porque eu seria o alvo Itachi?

Itachi: - é muito simples, não tem como ser o Pain, porque ele não tem contato com mais ninguém além dos membros da Akatsuki, já você teve contato com muito mais gente... e dessa gente pode ter gerado alguns inimigos

- Sim... de fato, eu tenho bastante inimigos, mas não irei permitir que peguem meu filho

Pain: - eu também não irei permitir

Itachi: - mas não vamos julgar antes da hora, temos duas opções em jogo: ou ele quer se vingar de você matando pessoas que você ama, ou ele quer pegar quem você mais ama, para te tocar

- Mas como saberia que eu tenho um filho? Essas informações são confidenciais, só os membros da Akatsuki sabem disso

Itachi: - pode até ser, mas algum membro pode ter escapulido sem querer, mas isso é normal de qualquer ser humano.

Pain: - s/n, quando você saiu daqui pra ver o seu irmão mais novo sem eu saber... – o interrompi

- Pode parar que eu deixei um bilhete avisando!

Itachi: - foco por favor

Pain: - continuando... nesse dia, você falou pra ele?

- Claro que falei, eu não esconderia isso do meu irmão – falei como se fosse óbvio

Itachi: - poderia ter sido ele

- Ele não falaria esses assuntos para me comprometer ou meu filho!

Pain: - eu acho o mesmo Itachi

Itachi: - usem a cabeça, se não foi ele, quem mais seria?  Dificilmente a Akatsuki vazaria um assunto desses, ok que tem uns que falam mais que o normal, mas eu não acho que seriam tão descuidados a esse ponto.

Pain: - eu vou ter que concordar com o Itachi S/n, não acho também que seja algum dos membros, pode ter sido ele

- Mas eu conheço meu irmão e sei que ele jamais faria alguma coisa assim, ele não faria isso – falei a última frase com um pouco de raiva

Itachi: - bom de qualquer forma não vamos tirar conclusões precipitadas, não temos nenhuma prova concreta de que tenha sido ele ou outro membro da Akatsuki

- Temos que investigar então.

Pain: - mas vamos tomar cuidado com quem estamos investigando, não sabemos quem é os inimigos, apenas o real objetivo dele. Vou pedir para o Zetsu e os corpos dele investigarem o que é esse inimigo e o quão próximo eles estão da gente

- Agora, eu vou proteger você... Yahiko – eu sorri pra ele

Yahiko: - de quê mamãe? – ele perguntou meio confuso

- Não pode ir lá pra fora só tá bom?

Yahiko: - mas eu gosto de brincar lá fora...

Pain: - mas quando você for fala pra mim ou pra sua mãe tá bom? – ele falou amigavelmente e sorrindo

Yahiko: - *sorri* tá papai

Pain: - muito bem – ele sorriu novamente e pegou o Yahiko

- Eu vou lá fora tá bom?

Pain: - *segura meu braço*

- O que foi?

Pain: - não, é melhor você ficar aqui, é a você que procuram

- Yahiko, o que acha de ir brincar de fazer origami com a tia Konan?

Yahiko: - tá bom – ele desceu do colo do Pain e esperei ele sair de vista

- Pain... você tá achando que eu sou uma criança?!

Pain: - não, eu só não quero que você se machuque

- Faça mil favor! Eu sou um membro da Akatsuki! Se toca! Eu sei me cuidar, você não controla minha vida só porque estamos juntos, nunca controlou!... e não vai ser agora que vai controlar

Pain: - para de ser teimosa! – ele se alterou

- Então para de querer controlar minhas atitudes! – me alterei

Pain: - s/n não tira minha paciência

- Você que não tire a minha!

Pain: - chega! Você não vai sair e ponto final! – ele gritou com raiva – eu não vou arriscar a sua vida só por causa da sua teimosia!!

- E eu não vou ficar aqui sem fazer nada só porque você é medroso! – falei com raiva

Pain: - medroso eu? Conta outra!

- Se não é medroso porque não me deixa investigar?!

Pain: - *segura meus dois ombros e me coloca de frente pra ele* POR QUE EU NÃO QUERO PERDER MAIS NINGUÉM QUE EU AMO! – ele falou alto

Itachi arregalou os olhos de leve, mas manteu a postura séria

Itachi: - Pain, eu entendo a sua preocupação, mas a s/n é a melhor pessoa para essa missão

Pain: - o que você tá querendo dizer Itachi? – ele perguntou com um pouco de raiva

Itachi: - se um dos membros forem tentar investigar, eles terão mais cuidado em se revelar ou em fazer algo, mas se for a S/n, eles vão focar em fazer algo contra ela e vão atacar, e vai ser mais fácil de se revelarem, ainda mais com o Zetsu observando.

Pain: - detesto ter que concordar, mas você está certo, Itachi – ele me soltou

Autora temporariamente on

Yahiko está andando lá fora, ninguém sabe que ele está lá, pois o menino saiu sem ninguém perceber, ainda mais com aquela briga dos pais que o mesmo viu

Yahiko: - a mamãe e o papai estão brigando... – ele falou caminhando por lá e olhando ao redor e viu uma borboleta azul - *sorri* que linda! Se eu pegar e der para a mamãe e para o papai talvez eles fiquem felizes e parem de brigar! – ele correu até ela e a mesma voou

Ele continuou correndo, até que tropeça entre os pés e cai no chão

Yahiko: - hmm – ele gemeu de dor e viu umas pessoas se aproximarem dele

XX: - como você é bonitinho né – falou um homem sorrindo perversamente junto com outros 4

Yahiko: - q-quem são vocês? – ele falou se sentando no chão para poder vê-los melhor, mas ainda confuso

XX: - não se preocupe, não vai doer o que vamos fazer – ele pegou uma katana extremamente afiada e levou na direção da cabeça do Yahiko

Yahiko: - o que você vai fazer tio? – ele falou com medo e se afastando devagar e viu a borboleta pousar na katana e se espantou

XX: - oh o que foi? Gosta de borboletas? – ele perguntou olhando para a borboleta

Yahiko: - é pra minha mamãe e pro meu papai – ele falou baixinho e com medo

XX: - own que filhinho mais doce – ele falou com deboche na voz e os outros sorriram – vou te mostrar o que vai acontecer com você através dessa borboleta

Yahiko: - hm? – ele ficou confuso e o homem esmagou a borboleta com as mãos – não! – ele falou triste e com um pouquinho de raiva – você não podia fazer isso... – ele derramou uma lágrima

XX: - e o que você vai fazer? Correr pro colinho da idiota da sua mamãe e depois pedir pro seu papai vir nos bater? – eles riram do Yahiko, que ficou chateado

Yahiko: - *aperta os punhos* Não fala assim da minha mãe e do meu pai! – ele se alterou

XX: - e o que você vai fazer se a gente falar? Pegar uma borboleta pra gente? Conta outra pivetinho! – ele lançou a katana na direção da cabeça do Yahiko

Autora off

- Até que enfim você c...

XX: - AAAAAAAAAAAAH – escutamos um grito vindo da parte de fora da base, e eu conheço esse grito

Pain e eu: - YAHIKO!

Fomos até lá rapidamente e vimos ele sentado no chão encolhido, com 5 pessoas desconhecidas no chão cobertos de sangue e com partes do corpo derretidos com lava

Itachi: - o que aconteceu aqui? – ele falou abismado

Pain: - Yahiko, você tá bem? – ele perguntou preocupado

- Pode se desencolher, eu e seu pai estamos aqui agora

Ele nos abraçou chorando fortemente

Pain: - o que aconteceu? Porque você estava aqui fora, era pra você ter ido com a tia Konan – ele falou calmamente

Ele explicou com muito choro

Yahiko: - e-então e-eu me irritei c-com eles e quando percebi e-eles j-já estavam d-desse jeito no chão, d-desculpa... – ele falou tristemente e entre soluços de choro

- Não peça desculpas meu amor... tá tudo bem – eu sorri

Pain: - você não fez porque quis... mas você tá bem? – ele sorrio, mas ainda falou preocupado

Yahiko: - hai...

Itachi: - o poder do Yahiko é um tanto curioso... – ele olhou mais os mortos – tem um poder de um Attakainogan... mas ao mesmo tempo a fúria de um Rinnegan... o doujutsu dele tem nome?

- Ainda não

Itachi: - vou dar um então, Attakainegan, é um nome adequado em minha visão

Pain: - sim, faz sentido...

- Yahiko... você tá mesmo se sentindo bem?

Yahiko: - Sim mamãe

Pain: - é melhor entrarmos, ainda pode ter gente observando

Itachi: - o Pain está certo, é melhor entrarmos

Pain pegou o Yahiko no colo

- Podem ir, tem uma coisa que eu tenho que fazer antes – Pain olhou pra trás, pra mim no caso

Pain: - wakata, cuidado

- Eu terei

Yahiko: - mamãe onde você vai?

- Vou resolver umas coisas apenas, não se preocupe tá? – eu sorri e ele sorriu fraco

Yahiko: - tudo bem...

Quando tive total certeza de que não estavam mais aqui...

- Podem parar de se esconder... eu sei que estão aí ainda – eu ativei o Attakainogan proibido – querem brincar de esconde-esconde comigo? – eu sorri – tudo bem, vamos brincar... e eu vou ser a mãe da brincadeira – pulo pra cima

Autora temporariamente on

WW: - *soa frio* droga – corre

AA: - *corre*

Os dois são segurados pelos pescoços

Os dois: - nani? – se tremem

S/n: - realmente pensaram que iam fugir facilmente de mim? – aperta o pescoço deles e os mesmo gemem de dor

AA: - nos solte!

S/n: - senão o que?

WW: - vão vir nos procurar! E vão te matar! Você e o seu filho burro!

Autora off

- Não fale do meu filho assim! – os joguei no chão um do lado do outro com muita força, formando uma cratera no chão, em seguida prendi os ombros deles no chão com uma Kunai em cada lado do ombro

Os dois: - AAAAAAAAAAAAA

- Pode vir mil de vocês, e eu vou matar todos, um por um – falei com puro ódio na voz – mas por hora, vou precisar de vocês vivos, tenho umas perguntas pra fazer

AA: - não vamos responder nada!

Pulei na frente deles e apertei as kunais nos ombros deles e fechei os olhos

Os dois: - AAAAAAAAAAAAA

- Repitam isso – abri os olhos com o Attakainogan proibido ativo – olhando nos meus olhos


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...