História Imagine Park Chanyeol (HOT) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol
Visualizações 484
Palavras 645
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, babys
Desculpem a demora.
Espero que gostem. ❤❤

Capítulo 7 - Aquele desgraçado que tanto amo!


Fanfic / Fanfiction Imagine Park Chanyeol (HOT) - Capítulo 7 - Aquele desgraçado que tanto amo!

- Chany!


Grito da cozinha sentada na bancada, estava de perna abertas usando apenas uma lingerie branca de renda. Mordo levemente meu lábio inferior esperando por ele. 


- Que fo... 


Park Chanyeol entra na cozinha e engole em seco ao me ver usando apenas aqueles trages, sorrio maliciosa olhando ele com possessão. 


- Oppa! 


Sussurro manhosa, Chany baixa seu olhar para seu volume entreabrindo seus lábios rosados.


- Ah, maninha. Você me paga! 


Chanyeol murmura rouco caminhando em passos lentos até mim, o mesmo se encaixa entre minhas pernas e segura em meu quadril me puxando para si. 


- Fuck me, daddy! 


Digo lentamente e em bom tom perto de seu ouvido, sorrio olhando em seus olhos que brilhavam de puro desejo. Chanyeol sorri ladino e abocanha meus labios ferozmente, afundo meus dedos em seus cabelos puxando levemente. 


Permanecemos dentro daquele beijo quente e rápido, Chany aperta fortemente meu quadril grudando nossos corpos que incendiavam com tamanho tesão. 


Jogo minha cabeça para trás buscando fôlego enquanto ele percorre seus lábios por meu pescoço distribuindo selares molhados, uma de suas mãos deslizam suavemente para meu íntimo onde ele esfrega seus dedos com lentidão me arrancando gemidinhos baixos, em questão de segundos sinto minha calcinha molhar. 


- Você ficou tão gostosa assim, Park S/N! 


Maninho sussurra mordendo meu lóbulo e deposita uma palmada em minha coxa me fazendo gritar. 


- Quero te encher de palmadas, baby girl! 


Dito isso ele se afasta e me põe de bruços na bancada sem nenhuma delicadeza, fecho meus olhos e mordo fortemente meus lábios. 


- Chany! 


Gemo baixinho sentindo meu corpo incendiar cada vez mais, Chanyeol estende seu braço e deposita a primeira palmada com bastante força, aperto meus olhos indo com tudo para frente. 


Deposita diversas palmadas na mesma intensidade deixando meu bumbum todo vermelho, a cada palmada soltava um grito por causa da ardência. 


- Que delícia, baby girl! 


Meu querido irmãozinho murmura se aproximando novamente, sinto suas mãos tocarem meu corpo praticamente nu causando-me arrepios, ele com lentidão baixa minha calcinha e tira deixando meu íntimo totalmente exposto. 


- Eu não aguento.... ah, daddy.


Sussurro mordendo meus lábios com tamanha excitação, Chanyeol se curva segurando minhas nádegas e percorre sua língua por toda minha extensão vaginal, gemo falho em resposta. 


Ele abocanha meu íntimo chupando fortemente, sinto sua língua em minha entradinha fazendo movimentos circulares o que me faz gemer sem parar. Aquela sensação era maravilhosa. 


Maltrato meus lábios me deliciando de sua língua e boca ágil, rebolo lentamente em sua boca buscando por mais contato. 


Depois de um tempo acabo jorrando em sua boquinha gostosa enquanto gemo altamente de prazer, Chany se ergue lambendo seus lábios e deposita outra palmada. 


- Awwn, maninho. 


Aperto meus olhos com força, maninho tira suas roupas ficando totalmente nu. Ouço o som de seu membro sendo marturbado com rapidez, isso me deixa maluca de desejo, estava mais que necessitada. Era inexplicável a fome que sentia por Park Chanyeol. 


- Deixe-me sentir seu pau grosso, Chany ? 


Sussurro rouca e mordo fortemente meus lábios, Chanyeol segura com uma mão meu quadril e com a outra seu membro pincelando minha entrada que pulsava. 


- Quer, baby girl ? - ele sussurra e força sua cabeça para dentro, gemo manhosa entreabrindo meus lábios. 


- Por favor, daddy! 


Murmuro, Park Chanyeol desliza lentamente para dentro de mim penetrando todo seu membro, jogo minha cabeça gemendo alto. 


- Tão apertada, meu amor. 


Sussurra rouco segurando meu quadril, ele aperta fortemente iniciando investidas rápidas e fundas. Sinto meu corpo ir e voltar com seus movimentos bruscos, era doloroso e excitante. 


Chanyeol era incrível no sexo, ele me fazia delirar de tanta excitação e desejo. 


Permanecemos por bastante tempo nesse vaivém que era preencido por gemidos altos e falhos até atingirmos nossos limites. 


E novamente Park Chanyeol acabou comigo, sentia meu corpo latejar com imensa dor. 


Aquele desgraçado que tanto amo! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...