História Imagine Park Jimin - I Hate U - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Hyun A, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Rosé, V
Tags Chimchim, Romance
Visualizações 96
Palavras 1.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Sei me virar sozinha!


[...]


~2 semanas depois~


Eu estava indo em direção à escola, quando sinto uma fraqueza que me fez cambalear. Me seguro em um pequeno muro e descanso um pouco.


Sn- Aigoo...


Minutos depois volto a seguir meu caminho até a escola.



~Na escola~


Assim que Rosé me vê, vem correndo em minha direção sorrindo e de braços abertos. Tudo começou a ficar embaçado. Depois simplesmente apaguei.


P.o.v  Jimin




Eu estava no corredor de entrada da escola, quando vejo Sn de costas. De repente a mesma vai ao chão e desmaia. Fui correndo em sua direção, porém, Hyuna "brota" na minha frente.


Hn- Oi oppa! - Diz e faz um biquinho pedindo beijo.

Jm- Agora não Hyuna! - Digo empurrando Hyuna  para o lado, e indo em direção à Sn.


Quando cheguei, Rosé estava chorando desesperada tentando acordá-la, mas sem sucesso. Sem dizer nada, pego Sn no colo e corro até a enfermaria. Rosé também corre me acompanhando.


Jm- Com licença!

R- A minha amiga desmaiou!

Em- Deite ela na cama!


Fiz assim como ele disse, e fiquei a olhando. Confesso que eu também estava desesperado. O enfermeiro começou a examiná-la; Rosé e eu apenas olhávamos.


Em- Aigoo... Ela está bem desnutrida. Talvez, tenha sido por isso que ela desmaiou.

R- Aish. Eu falei para ela comer!

Jm- Ela não está se alimentando?

R- Por que você se preocupa, hein? Aish. Não vê que é por sua causa que ela está assim?

Jm- Por minha causa?

Em- Não sei quem é o culpado, mas, é bom que um de vocês dois fique aqui.

Jm- Eu fico!

R- Mas ela é minha amiga!

Jm- Não importa. Eu disse primeiro. Vou ficar aqui doutor. - Digo olhando para o mesmo.

Em- Okay. Caso ela passar mal, dê esse comprimido a ela. - Diz colocando o mesmo em cima da mesa que estava ali.



Rosé sai da enfermaria com raiva, e logo em seguida o enfermeiro guarda suas coisas e sai da sala.
Olho para Sn e me sento numa cadeira próxima onde ela estava. Fico a olhando fixamente, e acaricio seu rosto delicadamente. Tão linda. Não aguento. Seguro uma de suas mãos, em seguida me estico e selo nossos lábios de forma delicada.


Sn- Hm...


Me afasto lentamente do seu rosto, e vejo que a mesma tinha aberto seus olhos.


Sm- J-Jimin. V-Você e-está muito perto.


Apenas sorrio com seu comentário e selo nossos lábios novamente. A mesma hesita um pouco, e tenta se soltar, mas seguro suas mãos com mais força e abro meus lábios um pouco mais, para deixar o beijo mais intenso. Com o tempo, Sn desiste de escapar e retribui o beijo.
Depois de alguns minutos, sinto minha boca ficar salgada. Sn estava... chorando. Paro o beijo e a olho.


Jm- Por que está chorando?

Sn- Seu cretino. Você tem namorada.

Jm- E qual é o problema?


A mesma olha em meus olhos como se fosse me matar e estica os braços para me empurrar. Como ela estava sem forças, seguro suas mãos conta meu peito e a olho.


Sn- Se... eu fosse... sua namorada, você também me trairia?

Jm- De jeito nenhum.

Sn- Então... não faça isso com Hyuna.



Depois que ela disse isso, sinto meu coração apertar e em seguida me afasto dela, ficando de costas para a mesma. Respiro fundo e solto o ar.



Jm- Se você não tivesse entregado aquela carta, nada disso teria acontecido.

Sn- Eu não tive escolha.


Me viro para a mesma e bato na cama, ao seu lado com a mão direita.


Jm- Como assim não teve escolha? Você poderia muito bem não ter entregado!

Sn- E fazer com que ela e Jennie batessem em mim? -Diz se sentando.

Jm- Ela te ameaçou?

Sn- Quero dormir. - Diz olhando no fundo dos meus olhos.


Segundos depois, Sn volta a se deitar, e fecha os olhos. Apenas me sentei na cadeira novamente e fico a olhando.


Jm- Você e Jackson também estão namorando.


A mesma abre os olhos e vira a cabeça para me olhar.


Sn- Isso foi uma pergunta, ou uma afirmação?

Jm- Me diga você. - Digo cruzando os braços e me inclinando um pouco para frente.

Sn- Se isso foi uma afirmação, é mentira. E se isso foi uma pergunta, a resposta é não. Não estou com ele. Jackson é o maior pegador da escola, não serve para namorar. Você ainda têm vantagens sobre ele. Pelo menos você fica apenas com uma, não com várias, literalmente ao mesmo tempo.


Viro minha cabeça de lado e solto um riso nasal.



P.o.v  Jackson 




Fico cada vez mais apreensivo querendo ver Sn. Será que ela está bem? Será que Jimin fez alguma coisa? Será que ela não está chorando? Será que eles... Aigoo... para de pensar besteira Jackson!


[...]



Quando tocou o sinal do intervalo, Rosé e eu saímos da sala correndo, indo direto para a enfermaria. Quando chegamos lá, vemos Sn e Jimin dormindo. Eles estavam bem pertinho um do outro ouvindo música no fone de ouvido. Jimin também estava deitado na cama que Sn estava. Até que era fofinho ver os dois assim.


R- Acho melhor a gente ir.

Js- Eu também. - Digo os olhando e em seguida  Rosé e eu saímos da sala.



[...]



P.o.v  Sn 




Eu estava voltando para casa até que sinto uma mão na minha cintura. Me viro assustada e quase caio para trás, mas Jimin me segura. Sim, era Jimin. O mesmo sorri.



~No meu apartamento~



Eu estava sentada na mesa da cozinha e Jimin estava fazendo a comida.


Sn- Não sei porque você veio aqui. Sei me virar sozinha.

Jm- Não, você não sabe, senão teria se alimentado bem e não teria desmaiado por desnutrição.

Sn- (Não estava comendo por sua causa, cretino.)

Jm- Aqui. - Diz colocando o prato com comida em cima da mesa, na minha frente.



Confesso que o cheiro estava muito bom, e a aparência também.


Jm- Vai ficar olhando? Coma.



Olho para ele e afasto a comida de mim.



Sn- Não quero.


De repente minha barriga ronca alto, e eu coro de vergonha. Ouço uma risadinha vindo de Jimin.


Jm- Não é o que seu estômago está dizendo. Vamos. Coma. - Diz colocando a comida próxima a mim mais uma vez.


Quando eu ia pegar o Cheot- garak  ( palitinhos de metal da Coréia), Jimin os pega de minha mão e se senta ao meu lado. Ele pega um pouco do jajangmyeon que  havia feito.


Jm- Abra a boca. Aaaaaa...


Era engraçado ver ele assim. Não aguentei e soltei uma risada.


Jm- Iah! Por que está rindo? - Diz rindo também.


Não disse nada e apenas continuei rindo.


Jm- Você fica mais linda sorrindo, sabia?


Paro de rir na hora. Coro. Olho para o macarrão  que ainda estava perto de minha boca, e o como.


Jm- Boa garota. - Diz bagunçando meu cabelo.

Sn- Por acaso sou uma cadela?

Jm- Não. Mas, se fosse gostaria de tê-la. - Diz sorrindo.


Coro muito mais do que antes. Como é possível que mesmo praticamente me chamando de cadela, vire um elogio?


Sn- Hyuna ficaria brava de te ver me tratando assim.

Jm- Não me importo.


[...]



Fui tomar um banho e quando saí do banheiro,  percebi que Jimin não tinha ido embora.


P.o.v  Jimin



Quando Sn sai do banheiro, a olho fixamente. Ela estava com os cabelos soltos. Foi uma da visões mais lindas que já tive. Literalmente babei. 



Sn- Jimin? Hello? - Diz estalando o dedo.

Jm- Ah! Sim.

Sn- Por que ainda não foi embora?

Jm- Vou cuidar de você.

Sn- Já te disse que sei me virar sozinha!

Jm- E eu já disse que não sabe!

Sn- Aish! - Diz sentando bruscamente no sofá.


Olho para ela e fico assim por um tempo.


Jm- Você devia ir com os cabelos assim para a escola.

Sn- Hã? Assim como? - Diz passando a mão no mesmo. - Aish! Esqueci de amarrar. - Diz se levantando.



P.o.v  Sn




Assim que percebi que eu estava com os cabelos soltos, me levantei na intenção de ir ao banheiro amarrá-los; mas, foi em vão. Jimin me puxa pelo braço, me fazendo sentar em seu colo.


Sn- J-Jimin!


Tento sair, porém, ele me abraça rapidamente prendendo meus braços, e entrelaça os dedos. Minha força também não ajudava muito, então acabei desistindo de sair.



Jm- Fique apenas como está. - O mesmo diz dando um sorriso dócil.



Acabei corando com o que ele disse. Depois de um tempo me olhando, Jimin se aproxima lentamente do meu rosto e beija minha bochecha. Corei mais. Ouço uma risadinha vindo dele.
Depois ele beija minha outra bochecha, e então... me beija. Com o tempo, ele começa a usar a língua e eu também. Seu beijo era o melhor. Mas, começo a me lembrar de Hyuna e o empurro.


Jm- Por que parou?

Sn- H-Hyuna...

Jm- Quem se importa? 


O mesmo me deita no sofá e começa a me beijar de novo. Ficamos assim por bastante tempo. Mesmo que fosse só por um instante, eu queria sentir os lábios de Jimin novamente. Eu queria ir "às nuvens" com seus beijos delicados. Seus lábios eram doces, agradáveis. Eu queria ele só para mim. Mesmo que fosse por apenas um dia. Uma hora. Um momento.


































Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...