História Imagine Park Jimin La Máfia - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO
Personagens Baekhyun, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé, Xiumin
Visualizações 225
Palavras 2.322
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


🍩 Novo capítulo!!!
🍩 Dias de quarta, sexta e domingo!!
🍩Quando não são postados, provavelmente foi por que não tive tempo.

Capítulo 28 - Tudo isso não passa de uma mentira...


No capítulo anterior...

 

Chung-Hee: Cê vai ver! Vocês dois vão ficar juntos bem bonitinhos! Lindinhos!-Começamos a andar lado a lado em direção a meu quarto

S/n: Para que esse assunto já tá me dando enjôo!

[...]

Chung-Hee: Eu vou ser papai!

S/n: Sério?-Falo um pouco alto demais

Chung-Hee: É sério!

S/n: AII MEU DEUS EU VOU TER TITIA!-Falo e começo a abraçar ele

Chung-Hee: É você vai ser titia!-Fala retribuindo meu abraço

S/n: Que legal! Mas agora você não pode mais deixar de tomar teus remédios!

Chung-Hee: É eu sei... Mas eu não vou mais parar não!

S/n: Muito bem! Sério, tô muito feliz por vocês!

Chung-Hee: Eu sei, deu pra perceber! Mas agora eu preciso ir...

Agora...

 

S/n: Ah tudo bem! Então tchau!-Aceno pra ele e sigo caminho para meu quarto.

Acho que hoje tá sendo o melhor dia da minha vida... Meu amigo vai ser papai! E eu titia! Ahh que legal! Tava tão distraída nos meus pensamentos, que quando fui me dar conta já estava deitada na minha cama. Mas logo fui tirada dos meus pensamentos quando alguém começa a falar comigo.

JM: Pelo visto se divertiu bastante né?!

S/n: Miséria! Que susto! Puta que pariu guri! Sabe bater na porta não?!

JM: A porta tava aberta, então eu só entrei!

S/n: E o que você quer?!-Me sento na cama e Jimin faz o mesmo.

JM: Só queria sua companhia...

S/n: Quer dinheiro é?!

JM: Não...-Ele começa a me encarar

S/n: O que foi?-Começo a encarar ele também.

Quando percebo estávamos ficando cada vem mais próximos, e meu olhar intercalava entre os lábios do Jimin e os olhos dele, enquanto o olhar dele estava fixo em meus lábios... Estávamos cada vez mais próximos, nossas respirações estavam misturadas, e nossos lábios cada vez mais próximos. Estávamos perto de nós beijar quando Jimin começa a gritar.

JM: S/N! ACORDA! ACORDA LOGO IDIOTA!

Levanto da cama num susto, e suando frio, e vejo que estava deitada na minha cama, e Jimin estava me olhando com cara de bunda.

S/n: Aí que susto!-Coloco a mão do peito

JM: Porque você dorme fazendo bico?! Parecendo que ia beijar!

S/n: Eu não durmo fazendo bico... É que eu tive um sonho. Um sonho não, um pesadelo!

JM: Me conte com o que você sonhou!-Se senta na minha cama.

S/n: O quê que você quer aqui?!

JM: Me responda primeiro, que daí eu te respondo...

S/n: Eu sonhei que eu tinha que beijar um peixe pra ganhar dinheiro!

JM: Seu sonho não faz sonho nenhum S/n! Pra quê você iria querer ganhar dinheiro se você já tem rica?!

S/n: Tá... Então eu sonhei que um carinha aí iria me beijar!

JM: Foi aquele cara que saiu com você?!

S/n: Não!!! Agora me responde!

JM: Não, só queria vir aqui mesmo...-Deita nas minhas pernas.

S/n: Sai das minhas pernas!-Tento tirar a cabeça de lá, mas o mesmo segura a minha mão.

JM: Faça carinho!-Fala com autoridade!

S/n: Eu mesma não!

JM: Só saio daqui se você fizer carinho!

S/n: Então pode ficar aí a vontade!

JM: Oh S/n!-Faz bico- Por favor!

S/n: Ah Jimin, por quê você é tão chato? Por que só eu que tenho que fazer tudo pra você?!

JM: Quer que eu te faça cafuné?!-Diz olhando pra mim.

S/n: Não, não é isso... É que você sempre pede pra eu fazer alguma coisa pra você, e você fica insistindo, e eu não tenho outra saída do que fazer o que você mandou....

JM: Ah!-Se levanta das minhas pernas e se senta na cama- Deita a cabeça aqui!-Bate nas coxas dele.

S/n: Não Jimin, eu não quero!

JM: Você quer fazer cafuné ou quer receber?!

S/n: Nenhum dos dois!

JM: Não tem essa opção! Então deita aqui!

S/n: Mas você vai bagunçar meu cabelo!

JM: Tem problema não, eu penteio depois!-Sorri- Agora deita.

S/n: Tá bom, eu deito!-Deito minha cabeça nas coxas dele, e ele imediatamente começa o cafuné.

Pense num cafuné bom... Era tão bom que eu por insistinto fechei meus olhos para aproveitar mais o cafuné. E ainda Jimin começou a cantar uma música bem calma... A voz dele era linda! Como que ele era um líder de uma Máfia? Quem visse ele agora, iria achar que ele é uma pessoa que sempre fez o bem...

Ele continuou o maravilhoso cafuné por longos e bons minutos, até que ele parou, me fazendo soltar um resmungo baixo, e ouvir uma risada da parte dele.

S/n: Seu cafuné é muito bom Jimin! E sua voz também!

JM: Cê tá bem?! Me elogiando! Tô até com medo!

S/n: Eu sei ser legal quando quero!-Digo me levantando do colo dele-Agora a missão é arrumar minha juba!

JM: Vai querer ajuda?!

S/n: Não, não precisa!-Vou para o banheiro arrumar meu cabelo

JM: Então.-Pigarreia- Se divertiu no seu passeio de hoje?

S/n: Que passeio?!

JM: Que você foi com aquele carinha lá!

S/n: Ah... Não foi bem um passeio.

JM: Então foi o quê?

S/n: Eu tinha que ir ver umas coisas...

JM: Com ele? Então foi passeio!

S/n: Ele se ofereceu pra ir comigo, e como ele é meu amigo aceitei!

JM: Hum... E foram ver umas coisas aonde?!

S/n: Ah Jimin! Para!-Volto para o quarto

JM: O quê? Eu não fiz nada!

S/n: Pra quê quer saber tanto assim?!

JM: Você é minha amiga ué! Tenho que saber se as pessoas que você anda são boas!

S/n: Mas aí você já quer ser meu pai!-Me sento do lado dele.

JM: Ahh, mas é que eu me preocupo com minha amiguinha!-Aperta minhas bochechas.

S/n: Ah Jimin! Minhas bochechas!!

JM: Mas é que às vezes você é muito fofa! Ai eu não aguento!

S/n: E quando eu não sou fofa eu sou o quê?!

JM: Uma idiota rabugenta!

S/n: Repete!

JM: Você é uma Idiota rabugenta!

S/n: Ah seu filho da mãe!-Pego minha almofada e taco na cara dele.

JM: Olha a agressão! Você vai ser presa!

S/n: Por quê? Por agredir animais?!-Falo e sorrio.

JM: Cê vai ver! Quando o IBAMA bater na sua porta!

LS/n: Você num tem provas que eu te bati!

JM: Tá na minha memória que você me bateu!

S/n: Huum!

JM: E se eu te batesse?!

S/n: Oh a lei Maria da Penha viu?!

JM: Com a almofada?!

S/n: Exato!

JM: Hum!-Pega a almofada e taca nas minhas costas

S/n: Ah seu piranho! Só não começo uma guerra porque eu sou da paz!

JM: Já gosta de me chamar de piranho né?!

S/n: É o que você é!

JM: Eu mesmo não...

S/n: Uhum!

JM: Ahh!-Deita na cama

S/n: O que foi?!

JM: Tô cansado!

S/n: De quê?!

JM: De treinar!

S/n: Desde o início eu digo que você é fracote!

JM: Mas é porque eu não paro! Treino de manhã! E a tarde... Cansa demais!

S/n: Pra quê treina tanto? Descanse um pouco... Não se cobre tanto!

JM: Ahh. Mas eu quero dar o meu melhor na tua briga!

*S/n: Não precisa! Se perdemos faz parte... Ele não vai fazer nada demais...

JM: Como sabe?!

S/n: A única coisa que ele pode fazer é quebrar um osso meu!

JM: Ahh...-Suspira- Os meninos também tão treinando bastante!

S/n: Hum...

JM: Você não tá cansada não?!

S/n: Não... Eu não sei o que eu tô!

JM: E teu nariz? Como tá?!

S/n: Tá melhor! Não dói mais!

JM: Que bom!!

S/n: É... Mas eu quero voltar já a fazer as coisas! Ficar parada é chato!

JM: Mas daqui a pouco acaba teu tempo de repouso. Ai você pode voltar a fazer o que você quer!

S/n: Ahh!! Tira o braço pra eu deitar!

JM: Pode deitar aqui!

S/n: Tá...-Deito no braço do Jimin.

JM: Você sempre quis ser policial?! Digo, agente do FBI?

S/n: Na verdade, antes eu queria trabalhar num orfanato... Cuidar de crianças

JM: Você gosta de crianças?!

S/n: Sim... Eu gostava de cuidar do meu irmão!

JM: Entendi, e o seu irmão? Nunca vi você falar dele...

S/n: Ele morreu.

JM: Ah sinto muito... Não era pra eu não ter tocado nesse assunto

S/n: Tá, tudo bem...-Fecho meus olhos.

JM: Sabe, eu acho que tô começando a amolecer teu coração!

S/n: Tanto faz...-Fico de frente pra ele ainda de olhos fechados.

JM: Você precisava de um amigo como eu!

S/n: Uhum...

JM: Tá com sono bebê?-Faz cafuné na minha cabeça.

S/n: Agora tô ficando com sono...

JM: Vá dormir vai neném!

S/n: Para de me chamar assim!

JM: Quer que eu te chame de bebê, ou de idiota?!

S/n: De merda nenhuma!

JM: Ok, merda nenhuma!

S/n: Idiota!-Soco o peitoral dele

JM: Foi disso que você me mandou te chamar!-Começa a me abraçar

S/n: Não, eu falei que não é pra você me chamar de nada!-Apoio minha cabeça no peitoral dele

JM: De nada?!

S/n: Uhum, agora cala a boca pra eu dormir!

JM: Sai de cima de mim, pra eu sair!

S/n: Não!! Fica aí mesmo! Você é melhor que meus travesseiros!

JM: Tá bom! Não precisa agredir!-Me puxa pra mais perto dele e apoia o queixo em minha cabeça.

S/n: Sua cabeça é pesada Jimin!

JM: Cê não ia dormir criatura?!

S/n: Tá...

Fecho meus olhinhos, e depois de uns minutos eu já estava dormindo...

S/n Off
Jimin On

Não demorou muito para a S/n cair no sono. Eu também estava cansado, mas enquanto eu conseguia permanecer acordado continuava o cafuné na cabeça dela... Eu sinto que agora tô começando a aquecer o coração de gelo dela, ela só precisava de um amigo mais presente, que sempre que ela precisasse estaria com ela... Mas sabendo que tudo isso não passa de um plano, e saber que irei magoar ela me sinto mal...

_Flashback On_

Logo no início da festa, recebo uma ligação de um número desconhecido... Já sabia de quem era. Digamos que era do meu "chefe".

JM: O que foi dessa vez? Eu tô dando uma festa! Não podem me deixar em paz por nem um minuto?

???: Eu vim pra te avisar sobre umas coisas, e dizer o que você terá que fazer em relação a essas coisas...

JM: Fala logo de uma vez que eu tô sem tempo!

???: Terá umas garotas que irão na festa de vocês... Elas não são umas qualquer, são do FBI!

JM: E o que você quer que eu faça?

???: Elas tão indo atrás de vocês! Querem prender vocês...

JM: Tá, então você quer que eu abandone a festa pra fugir junto com o restante da Máfia?!

???: Não! Deixem elas prenderem vocês...

JM: E por que eu iria fazer isso?!

???: Escute. Elas irão prender vocês, com isso vocês irão ficar na base delas, já que o lugar onde  tem as celas de verdade, estão ocupadas... Você indo lá, poderá observar o jeito que elas trabalham, e irá enviar a esse número.

JM: Com que celular, se elas provavelmente irão tirar meu celular?!

???: O NamJoon não é hacker?! Então, peça a ele pra hackear algum dos computadores de lá, e me mandar todas as informações... Mas continuando. Terá uma garota, que é meio que a líder da base dela. Então quando vocês estiverem lá, irei mandar um ilusionista para ameaçar ela, e propôr uma briga, meio que uma guerra, e ele irá dar a ela 1 mês para treinar... E ela não irá conseguir sozinha, então ela vai pedir ajuda a vocês!

JM: Por que a mim, e não às meninas com que ela trabalha?

???: As outras são mais pra secretárias... Se forem pra agir, só agirão em momentos de emergência. E vocês irão aceitar sem mais nem menos. Vocês aceitando irão poder andar livremente pela base, observando os locais e onde se encontram as câmeras... Depois de um tempo treinando terá então a tão esperada briga, na qual o ilusionista irá perder propositalmente. E com isso vocês estarão liberados para fazerem o que quiserem!

JM: Continue!

???: Até lá vocês terão que ter as informações necessárias para que a gente possa saber o próximo passo dela... Já que a Máfia que ela irá procurar em seguida será a nossa! Então teremos que nos prevenir!

JM: Então vou citar apenas a existência da Máfia de vocês, para ver se ela me dá alguma dica do que pretende fazer com vocês...

???: Então está dentro?!

JM: Tô sim... Mas eu quero saber quanto que eu vou ganhar com tudo isso...

???: Você irá saber na hora... Mas pouco dinheiro é que não vai ser! Mas antes de tudo, tente se aproximar dela, tente dar a impressão que você será a pessoa que ela pode contar seus segredos!

JM: Então eu vou ter que ser amigo da guria?!

*???: Não terá apenas que fingir... Já que depois de tudo isso vocês irão sumir do mapa junto com a gente!

JM: Entendi... Ok então, vou ver o que eu faço por vocês!

Flashback Off

Só que eu nunca imaginei que uma amizade que seria para ser de mentira, se tornaria de verdade... Que eu começaria a me preocupar com ela, que eu começaria a querer o bem dela. E saber que eu brevemente iria partir o coração dela... Fazer ela imaginar que eu iria tá sempre com ela, e sumir assim...

Ela então se mexe em meu abraço procurando uma posição confortável, então ela me abraça e afunda ainda mais o rosto em meu peitoral...

Depois desse pensamento eu acabo adormecendo...

Jimin Off
S/n On

Acordo um tempinho depois, e eu ainda estava abraçada com o Jimin. Tentei sair do aperto sem acordar ele, mas não deu certo já que ele me abraçou mais ainda. Desisti de me soltar do aperto dele e relaxar... Em meio a isso, comecei a observar o rosto dele. Ele era tão bonito, parecia um anjinho dormindo, mas ele era um Demôniozinho! Como que ele poderia ser líder de uma Máfia?! Se ele fosse modelo iria ganhar a mesma quantidade de dinheiro que ele ganhava.

 

 


Notas Finais


Continua!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...