1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Ray - Eu juro que nunca vou te abandonar >
  3. Outra briga (fingi que tem emojis de estrelinhas no título)

História Imagine Ray - Eu juro que nunca vou te abandonar - Capítulo 24


Escrita por: Chocogumi

Notas do Autor


Resolvi escrever mais um capítulo essa semana ;)

Capítulo 24 - Outra briga (fingi que tem emojis de estrelinhas no título)


Fanfic / Fanfiction Imagine Ray - Eu juro que nunca vou te abandonar - Capítulo 24 - Outra briga (fingi que tem emojis de estrelinhas no título)

S/n pov:

Eu e Barbara esperávamos Zazie. Verificamos se todos os materiais que precisávamos estavam lá, dei uma olhada para o lado e vi Norman, Ray, Emma e Zazie.

 

-Você decidiu vir? - perguntei e Ray apenas olhou para o lado. - Emma o que faz aqui? - perguntei da forma mais "gentil" o possível.

 

-Vim me despedir de vocês antes de irem. - ela falou sorrindo.

 

-Okay, tchau então. - eu e Barbara falamos.

 

-Tchau e boa sorte. - ela respondeu e depois foi brincar com algumas crianças que a puxaram.

 

-Bom, vamos indo. O estoque de carne de demônio da Barbara está acabando. - falei e Norman riu.

 

-Boa sorte. - Norman falou. Ray se aproximou de nós. 

 

-Tchau. - eu, Barbara e Ray falamos e Zazie apenas fez um aceno de tchau com a mão.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Quebra de tempo~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Começamos a caminhar pela mata, já tinha se passado cinco horas desde que saimos.

 

-Vamos chegar em dois dias, certo? - Ray falou e eu concordei com a cabeça.

 

Eu estava sem máscara já que não estávamos no esconderijo. Já tínhamos encontrado com alguns demônios, Barbara e Zazie mataram a maioria, Zazie pela nossa proteção e Barbara por prazer mesmo.

 

Ray tentou puxar assunto comigo, mas não dava certo, eu sempre achava alguma forma de faze-lo parar de falar. Resolvemos dar uma pausa, eu subi em uma árvore e fiquei de vigia enquanto os outros descansavam. Vi que Barbara estava conversando com Ray e Zazie bastante, ri bastante com as caretas que Ray fazia quando ela falava algo estranho.

 

Voltamos a andar quando escutamos conversas, mas que não eram nossas. Barbara e Ray subiram em uma árvore e eu e Zazie em outra. Procuramos de onde vinham as vozes e então senti alguém cutucando meu ombro. Era Zazie apontando para baixo mostrando alguns soldados do clã Ratri falando com alguns demônios. Olhei aos arredores para ver se encontrava algum local que estava próximo, eles não iriam conversar uns cons outros no meio da mata tão espostos. Quando olhei para minha esquerda vi uma instalação gigante com um enorme penhasco. Arregalei os olhos pelo tamanho da mesma. Mostrei para Zazie o que tinha visto e o avisei que iria descobrir o que era e que era para ele me dar retaguarda.

 

O grande mura era completamente liso o que me lembrava de Grace Field. Consegui achar um relevo entre as árvores e o usei para subir o muro e me virei para ver o que tinha dentro.

 

-Mas que mer.... - sussurei.

 

Ray pov:

 

Vi que Zazie estava sem S/n perto dele, estranhei mas não me importei muito. Vi que depois de um tempo os homens foram embora e então conseguimos ir até Zazie para reagrupar. Alguns minutos depois S/n chegou completamente devastada e nos mandou segui-la.

 

Fomos até uma cachoeira que tinha ali perto e nos escondemos atrás dela porque tinha uma caverna. Barbara e Zazie fizeram uma fogueira para fazermos a comida e eu fui até S/n que estava mais afastada de nós.

 

-S/n? Você tá bem? - falei em um tom normal. Ela não me respondeu e continuou de costas para mim. Andei mais um pouco e me sentei em sua frente e vi que ela segurava algo. - O que é isso? - falei apontando para a mão dela que estava fechada.

 

Ela apenas olhou para baixo e abriu a mão mostrando o colar que dei a ela dois anos atrás.

 

-Você ainda tem isso? - falei surpreso. achei que ela tinha perdido ou até jogado em algum lugar na floresta.

 

-Me ajuda a me acalmar. - ela disse e dei uma risada.

 

-Não pensei que ainda tinha ele. - falei.

 

-Foi o primeiro presente que recebi em toda a minha vida... Não ia simplesmente larga-lo em qualquer lugar. - ela respondeu levantando a cabeça e colocando o colar de volta em seu pescoço. - Mas o que você quer? - ela respondeu voltando a ser grossa.

 

-Queria saber o que você tinha visto para ficar tão assustada daquele jeito. - eu falei e ela começou a acariciar o colar.

 

-Você lembra do Adam, não é? - ela perguntou falando sobre aquele garoto da Lambda que não sabia falar apenas falar o número do Norman e da Emma. Concordei com a cabeça. - Agora, imagina o campo de caça que o Goldy Pond era, mas com crianças com dificuldade que nem as crianças que o Norman falou. - ela comentou e já percebi aonde isso iria dar. - Foi o-o que eu vi quando sai de perto do Zazie. Eu fui verificar o que era aquele muro que estava perto de nós, e foi isso que eu encontrei lá. - olhei para a mão dela e vi que ela estava tremendo. 

 

-Ei, calma. - falei colocando minha mão sobre a dela. 

 

-Ray... Por favor avisa a Barbara e o Zazie que estamos voltando para avisar o Norman. - concordei com a cabeça e me levantei para ir avisa-los.

 

Contei que S/n pediu para que nós voltassemos, Barbara me olhou com uma cara brava e Zazie fez apenas um joinha com as mãos.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Quebra de tempo~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Voltamos para o esconderijo e S/n pediu para a levar direto para a sala do Norman, ela estava com dificuldade de andar e então pediu ajuda para Barbara. 

 

S/n pov:

Barbara me ajudou a ir até a sala do Norman, abri a porta e quando Norman viu que éramos nós ele estranhou.

 

-Não era para vocês voltarem daqui duas semanas? - ele perguntou e depois percebeu que eu estava tremendo e imediatamente se levantou e veio em minha direção. - O que ouve? Você só fica assim quando está com medo! - ele disse e me ajudou a entrar.

 

Pedi para Barbara sair e ela obedeceu. Expliquei tudo que tinha acontecido para ele e ele falou para eu ir descansar no meu quarto, e que ele iria contar a Vincent e os outros o que eu o contei.

 

Fui até meu quarto e vi que Ray estava lá. Primeiramente: Como caralhos ele descobriu onde fica o meu quarto? Segundamente: Por que, Deus?

 

-O que você quer? Não da para ver que eu to mal porra? - reclamei.

 

-Primeiramente: Desde de a nossa luta eu esqueci de te perguntar uma coisa. E segundamente: você nunca treme desse jeito a não ser que seja que você esteja com medo de algo que já aconteceu. - ele falou se levantando da cadeira e vindo em minha direção. - E sim, eu sou lerdo no nível de perceber isso só agora. - fechei a cara por ele ter previsto o que eu ia falar.

 

-Eu não te devo explicações. 

 

-Me deve sim, prometemos que nunca iriamos mentir um para o outro, lembra? - ele falou lembrando de uma promessa de quando tínhamos 5 anos, antes de eu descobrir o segredo da casa.

 

-Mesmo assim, você nunca cumpriu. - comentei e na hora que ele ia contrariar meu argumento eu o entorrompi. - E nem tenta, eu lembro, okay? Você mentiu sobre não ser o impostor, mentiu sobre querer escapar, mentiu sobre cumprir essa promessa idiota e mentiu sobre cuidar de si mesmo quando fugimos. Por que eu lembro que na primeira oportunidade que você viu você se tacou no meio dos demônios para se matar. - falei e ele ficou quieto por um segundo.

 

-E você? É inocente? Você mentiu sobre essa promessa também, você nunca cuidou de si mesma que nem prometeu, mentiu sobre não ser a impostora da Mama, mentiu sobre nunca colocar sua vida em risco e mentiu sobre a sua morte.

 

-Somos dois mentirosos então. - falei e ele fechou a cara mais ainda. Nós dois estávamos irritados.

 

Nos encaramos por alguns segundos e então me virei de costas e sai, eu esqueci que estava sem máscara. Escutei Ray me seguindo.

 

-S/n volta aqui! - ele falou e eu não respondi. - S/n eu só quero conversar. - Ignorei mas vi que ele deu uma corrida para ficar na minha frente. Estevamos em um lance de escada já que tinha vários prédios ali. Ele segurou meus ombros o que me irritou, talvez apenas um pouco mais do que eu já estava. Que chegou em um nível que eu o derrubei na escada mas ele me puxou quando caiu e saimos rolando escada abaixo. Até que quando chegamos até o final todos, literalmente todos estavam nos olhando, Ray estava por cima de mim e só agora eu lembrei que eu estava sem máscara.... 

 

-Puta que pariu... - falei baixo. 

 

-S/...n? - escutei a voz de Emma atrás de mim. 

 

Tirei ray de cima de mim e me levantei e sai correndo para a entrada do esconderijo. Caralho, caralho, caralho, caralho!!

 

Escutei alguém gritando o meu nome, mas não soube quem era. E não ligava. Eu só queria sumir dali agora... Já tinha aquele arrombado que descobriu que eu estava viva e agora todo mundo descobriu...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Norman pov: 

Escutei batidas na minha porta e deixei que entrassem. Quando vi era Emma e Ray completamente devastados.

 

-Ray... Emma... O que ouve?! - perguntei me levantando da cadeira e me aproximando dele os levando até o sofá.

 

Me sentei na frente dos dois e esperei que um dos dois falasse algo.

 

-Eles descobriram que a S/n tá viva.... Por causa de uma briga que tivemos... - puta que pariu..

 

-Vocês tem noção da merda que isso é?! - eu gritei de desespero me levantando. - Ela já estava surtando por você ter descoberto. - falei apontando para Ray. - E agora todo mundo que achava que ela tinha morrido sabe que ela tá viva?! - falei.

 

-Mas por que é tão ruim que nós saibamos!? - Emma me perguntou se levantando do sofá.

 

-Porque ela não quer colocar vocês nos assuntos não resolvidos dela lá fora!! - falei e os dois ficaram impressionados por eu ter gritado. - Depois disso não tem como evitar... Ela vai me matar por isso... - me sentei de novo no sofá e Emma também. - Tem uma coisa que eu preciso contar sobre a S/n...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


O capítulo não teve muito sentido... Desculpa TwT


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...