1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine saint Seiya (pedidos abertos) >
  3. Paciência (kouga x teacher reader)

História Imagine saint Seiya (pedidos abertos) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Hora da pedófila cês tudo se lasco

Sua idade:18-25

Ele tem 13-15 então boa sorte que tá lascada sou eu que tô escrevendo mais fiquei com vontade de fazer a professora e o aluno depois eu faço normal

Capítulo 9 - Paciência (kouga x teacher reader)


Fanfic / Fanfiction Imagine saint Seiya (pedidos abertos) - Capítulo 9 - Paciência (kouga x teacher reader)

Mais um dia normal na escola de cavaleiros tirando o fato de um certo aluno aluno estar conversando na minha aula, depois das notícias que Pallas estava utilizando os poderes de Athena para ficar mais forte a escola ficou agitada mais eu não fiquei pois sabia qua a situação séria resolvida,nem que demorasse muito aliás eu e saori somos amigas e eu sei que Seiya pode ajudar

Mais depois que um certo aluno entrou para escola de cavaleiros, minha paciência diminuiu 

-kouga...-ele estava de costas na cadeira e virou rápido depois que chamei seu nome-por favor preste atenção na aula-eu ainda estava escrevendo o conteúdo no quadro

Ele bufou e prestou atenção por pouco tempo pois depois voltou a conversa com souma que tentava desvia da conversa

Como minha paciência era uma coisa rara de se perder nenhum aluno me viu irritada ou nervosa sempre me viram com um sorriso meigo e gentil

Mais aquele.... aquela praga vai ser o primeiro aluno que eu obviamente vou arrancar o pescoço

[...]

A aula acabou e eu me sentei na minha cadeira, enquanto os alunos se despediam nem notei que kouga ainda estava guardado o material 

Como não percebi a presença dele qcabei levando um susto quando ele derrubou uma mesa 

-desculpa...-ele levantou a mesa enquanto eu estava sem paciência

Eu coloquei a mão na cara e suspirei alto ao ponto dele se assustar

-kouga por favor você tem que prestar mais atenção nas aulas senão vai ficar na minha matéria...-falo com calma já com a paciência no limite

-eu presto professora e que seu conteúdo e difícil-e coça a cabeça

- difícil?!-ja com a raiva tomando lugar eu me levantei e bati na mesa onde ele estava atrás- LIDAR COM VOCÊ JA E COMPLICADO E VOCÊ VEM DIZER QUE MINHA MATÉRIA E DIFÍCIL?!!!-acabei gritando porém lembrei o porquê eu não podia me irritar muito 

Tarde demais comecei a ficar tonta e cai no chão,mais kouga me segurou para não me machucar,a verdade e que depois do acidente de Pallas eu comecei a sentir tonturas e fraquezas todas as vezes que me irritava 

- professora você está bem?!-ele estava me olhando preocupado eu realmente me irritei 

-kouga só por favor preste atenção na próxima vez- me ajeito com dificuldade e saiu de perto


[......]

No outro dia eu já estava um pouco mais calma mais mesmo assim estava com vontade de Matar um aluno pena que eu iria acabar presa ou punida por saori 

(...)

Quando a aula acabou eu estava esperando kouga por causa de uma missão onde eu obriguei ele a ir para recuperar sua nota e ele não gostou nem um pouco o problema era ele ia sozinho comigo para missão então...se eu matasse ele ninguém ia desconfiar mais infelizmente... Saori conhece quando eu perco a paciência

[...]

O silêncio durante o caminho todo era bom e ruim ao mesmo tempo pois eu olhava quase o tempo todo para checar e ver se kouga estava bem

A noite chegou e eu fiz uma fogueira e pedi para ele buscar madeira mais ele demorou um pouco até pensei que tivesse sido atacado mais essa teoria sumiu quando escutei ele reclamando com uma cobra

O tempo passou e nos separamos para procurar comida e água,eu fui pra bem longe e nem me preocupei com nada...erro cometido...



Senti uma forte dor no peito... aquilo era um sinal ruim... sinal que Pallas ou algum espectro estava por perto...

Corri para o mini acampamento e gritei o nome de kouga mais não tive respostas...

Corri a floresta inteira procurando por ele e não encontrei,gritei seu nome,derrubei algumas árvores que me atrapalhavam, e por último cai no chão chorando preocupada eu estava suada por causa da correria e do nervosismo, ofegante por causa do cosmo gasto por causa de um espectro,e machucada por causa das quedas que eu tive após derrubar as árvores

Eu queria que fosse um pesadelo um sonho ruim mais não era eu sabia que não era, comecei a gritar o nome de pallas eu estava furiosa sabia que a culpa era dela, aquele plano de esperar agente se separar era dela pois ela sabia que comigo por perto ela não teria chance

- PALLAS!!! -senti uma dor na garganta forcei minha voz demais

A chuva começou e eu ainda usei minhas últimas forças para encontrar kouga

Era meu fim... Mais eu não ia morrer até encontrar aquele muleque...


(...)

Eu já não conseguia mais andar eu estava caída de joelhos meu óculos (caso use ou queira) estava quebrado meu uniforme de professora estava sujo meu cabelo bagunçado um pouco e por último meu corpo com alguns arranhões 

Eu estava chorando e a chuva do piorava, um raio caiu numa árvore do meu lado e ela começou a cair em minha direção e eu não sentia vontade e muito menos forças para desviar acabei aceitando aquilo 

-PROFESSORA!!-uma voz famíliar me chama e eu a reconheço

Kouga deu um chute na árvore que acabou mudando de direção na queda, ele olhou pra mim e ele estava com a armadura e parecia um pouco machucado,bem se eu não estivesse sentindo dor no corpo todo e também não tivesse sido atacada por 10 espectros de uma só vez eu teria dito "minha nossa você está muito machucado!!" Mais meu machucados são mais graves 

Eu avia acalmado o choro e tentei me levanta pra ir até ele mais...fui abraçada, ele... estava... chorando?

-kouga?-ele apertou o abraço e continuou chorando -kouga temos que cuidar dos seus machucados...

Com minhas palavras ele olhou nos meu olhos

-por que cuidar dos meus sendo que você está pior....-ele abaixou a cabeça-eu não te protegi...eu quase perdi você...eu fui fraco novamente...-ele falava entre soluços 

Eu segurei seu queixo e fiz ele olhar pra mim

-por favor a culpa e minha por arrasta você para essa missão...-os olhos dele estavam cheios de lágrimas

Eu usei a manga do meu uniforme e sequei suas lágrimas logo sinto ele se acalma e logo desmaiar de cansaço em meu colo 

Fiquei observando as estrelas enquanto ele ficava ali deitado parecendo um "santo"

Ele segurava meu uniforme, parecia que me queria por perto


[...]

Depois da missão voltei as aulas depois que me recuperei, kouga prestava atenção nelas e minha paciência logo voltou 

(...)

Todos os alunos saíram da sala e eu fiquei para guarda os materiais só quadro e bem nem percebi kouga na sala

Me viro e logo sou prendida na parede, kouga segurava minhas mãos contra a parede e a porta da sala estava fechada

-kouga...-eu olho nos olhos dele 

-professora s/n eu realmente te amo e você não imagina o quanto...-ele colocou a mão no meu rosto-quando você ficou ferida eu não sabia o que fazer e acabei desmaiado pois gastei meu cosmo lutando contra um dos cavaleiros forte de Pallas e acabei me perdendo de você...

Ele me deu um selinho

-tu tem que aprender a beijar e sério até o selinho saiu mal feito-falei e ele logo abaixo a cabeça e ficou com a famosa cara TwT 

Acabo que eu fiquei com ele naquela sala ó beijando e tirando minhas preocupações e raiva que sentia dele



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...