1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine SKZ Jeongin-Nuna. >
  3. Diferente.

História Imagine SKZ Jeongin-Nuna. - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hey Cupcakes aqui vai mais um capítulo,nos vemos lá embaixo...

Capítulo 6 - Diferente.


Mordi o lábio inferior tentando fazer minha respiração voltar ao normal,sentia meu rosto quente e o coração disparado,talvez pela corrida ou talvez pelo susto,bati na minha testa de leve me martirizando por ter esquecido que em vinha e ter atendido a porta de toalha,torci para ele não ter se importado e me vesti,coloquei uma blusa azul de manga e um short curto,calcei minha pantufa e amarrei meu cabelo num rabo de cavalo alto,desci tentando me controlar e sorri de leve ao ver ele sentado no sofá fingindo que nada havia acontecido,ele tomou um susto com minha chegado e se ergueu do sofá,ele estava fofo com aquela roupa,abaixou o olhar assim que me viu ali.
-Podemos começar?-sugeri envergonhada vendo que ele não conseguia olhar para mim por mais do que alguns segundos,sentamos no chão da sala ao redor do centro e espalhamos seus cadernos,pedi que ele me dissesse com o que ele tinha mais dificuldade e ele me disse,ajudei com o que pude tentando mudar de tática quando ele parecia não estar entendendo,no fim ele até fez os exercícios que tinham sido passados para casa sozinho,eu corrigi por alto e sorri um pouco orgulhosa.-Muito bom.-afirmei e ele sorriu envergonhado,olhei para o teto apreensiva.-Você quer um pouco de água?-sugeri e ele concordou com a cabeça sem olhar para mim,quase corri até a cozinha,fiz uma careta bebendo eu mesma um pouco de água,levei para ele um copo e uma garrafa com água,ele se serviu enquanto eu me sentava ao seu lado no chão.-Você ainda está envergonhado pelo que aconteceu quando chegou?-questionei e ele tossiu engasgando com a água,preocupada dei leves tapinhas nas suas costas,ele tossiu mais um pouco mas logo parou.
-Desculpe.-ele disse e eu olhei franzindo a testa.
-Pelo quê?-questionei confusa,ele mordeu o lábio inferior observando o copo agora vazio.
- Eu...continuo lembrando sem querer.-ele explicou coçando a nuca parecendo envergonhado,eu senti minhas bochechas quentes enquanto eu olhava minhas próprias mãos.-É só que...você me faz sentir diferente,um diferente bom mas estranho.-confessou baixo,quase sussurrava,mordi o lábio inferior tão envergonhada quanto ele parecia estar.-Nuna?-se voz doce me chamou e eu ergui o rosto automaticamente olhando seu rosto,ele me olhava sério observando cada pedaço do meu rosto.-Por que me sinto assim com você?-questionou se aproximando para me observar mais de perto,inclinou o rosto para o lado sorrindo de leve enquanto observava.
- Eu...eu..não sei.-disse gaguejando nervosa com a sua aproximação,ele mordeu o lábio inferior observando meus lábios.-Talvez porque você estudava apenas com garotos?-questionei como quem não quer nada e ele negou com a cabeça.
- Eu já vi outras garotas e além disso agora estou numa escola mista...mesmo assim eu não me sinto assim com mais ninguém.-ele falava lentamente,parecia tão puro apenas despejando tudo que pensava tão facilmente que me deixava tímida.-É possível que eu esteja gostando de alguém que eu só conheço hoje?-questionou e eu pisquei surpresa,ele era direto,direto de mais,engoli em seco encarando seus olhos,ele parecia sério novamente e por um momento senti falta do seu jeito brincalhão e o sorriso com aparelho.
- Eu sou mais velha que você e sou sua vizinha...não acho que deva gostar de mim.-completei calmamente,eu não conseguia desviar os olhos dos seus.-Além disso você me conheceu hoje,isso vai passar.-avisei calmamente e ele negou com a cabeça.
- Eu não acho que vá.-ele negou se aproximando,seu rosto estava tão próximo que eu sentia sua respiração contra meu rosto e seu nariz esbarrando no meu,ele inclinou o rosto um pouco prestes a se aproximar,ouvi o barulho da chave de casa e o empurrei no susto,ele se afastou surpreso enquanto nos virávamos para olhar a porta se abrir e minha mãe passar por ela.
-Mãe?-chamei surpresa e ela sorriu ao me ver.-Já está em casa?-questionei curiosa e ela concordou alegre.
- Eu não tive plantão hoje.-ela explicou e pareceu notar Jeongin ao meu lado,ele se ergueu rapidamente se curvando.-Ah,Jeongin ah,você está por aqui.-ela observou mantendo o sorriso,olhei surpresa por ela saber seu nome mas fazia sentido já que minha mãe era bem mais sociável do que eu jamais seria.
-Senhora.-ele cumprimentou arriscando um sorriso nervoso.
-Quanto tempo,está gostando da escola?-ela perguntou e eu observei curiosa sobre o quanto ela sabia sobre Jeongin.
-Bem,sim...a nuna está me ajudando com alguns deveres como uma professora.-ele explicou calmamente apontando para mim que só concordei cruzando os braços.
-É mesmo?Que ótimo.-ela exclamou parecendo realmente feliz com isso.-Por que não fica para o jantar e assistem algo?-ela sugeriu animada.-Posso falar com sua mãe para você dormir aqui.-continuou sua sugestão me fazendo arregalar os olhos surpresa,não sabia que ela era tão aberta a ponto de sugerir a um adolescente dormir aqui em casa,Jeongin era só um ano mais novo que eu e para ser sincera eu havia nascido em dezembro e ele em fevereiro então não era uma longa diferença entre nós dois,ela me impressionava as vezes.
-Não quero incomodar.-ele disse negando com a cabeça dando um sorriso.
-Incomodo algum,vou falar com sua mãe.-ela avisou saindo pela porta e nos deixando sozinhos de novo,olhei incrédula para a porta recém fechada.
-Bom...sua mãe é muito simpática.-ele comentou envergonhado.
-Até mais do que eu esperava.-comentei em resposta,neguei com a cabeça verdadeiramente surpresa.
-Se quiser eu posso ir para casa,não precisa concordar com sua mãe,não é como se eu morasse longe.-ele disse bem humorado dando uma risada,soltei um suspiro e dei de ombros.
-Não conseguiria negar o convite da minha mãe nem se quisesse,conheço ela.-avisei e ele encolheu os ombros de leve.-Vamos começar a arrumar a comida.-chamei me erguendo,ele que já estava em pé apenas me seguiu até a cozinha sem reclamar,ele me ajudou a distribuir os pratos e depois a esquentar tudo,quando acabamos tudo minha mãe já estava tomada banho e pronta para comer apesar de eu ter sido rápida dessa vez graças a ajuda de Jeongin,sentamos juntos na mesa comendo enquanto ouvia minha mãe conversar animadamente com Jeongin,eu observava de leve a conversa deles quando acabamos ela entregou a mochila de Jeongin tendo colocado roupas para ele lá quando foi em sua casa,avisou que iria se deitar e podíamos assistir na sala.
-Ele pode dormir no seu quarto,não deixe o garoto na sala.-minha mãe avisou risonha antes de se despedir,eu sabia que não adiantava discutir,lavei os pratos com Jeongin enxugando embora eu não o tenha pedido ajuda,mesmo assim agradeci por ela,eu suspirei me jogando no sofá e ele sentou de leve ao meu lado mordendo o lábio inferior nervosamente.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...
Até mais Cupcakes!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...