História Imagine Taehyung - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Adolescente, Bangtan Boys (BTS), Escolar, Kim Taehyung
Visualizações 7
Palavras 2.794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Importante!
1- Vou usar alguns nomes que são de algumas pessoas aleatórias, mas não se prendam as imagens das pessoas reais. Até agora só o irmão da S/N se inclui nisso. (O resto são eles mesmos)
2- Decidi prolongar por mais alguns capítulos do que disse anteriormente.

(Ainda em revisão. Desculpe qualquer erro.)
O cap. ta bem grande, foi mais para mostrar um pouco mais da vida da S/N. Daqui pra frente a história vai andar de verdade...

Capítulo 2 - Cap. 2 - O bom é que você beija bem


Fanfic / Fanfiction Imagine Taehyung - Capítulo 2 - Cap. 2 - O bom é que você beija bem

Na educação física, o professor misturou os dois melhores times de voleibol da sua turma (sendo os da escola também), e é claro que você estava entre eles. Afinal, você é boa em tudo, por isso muitas garotas querem ser igual a ti. Para (unicamente) sua surpresa, Taehyung estava no time adversário. E por que surpresa? Simples, porque não era de se esperar que um novato entrasse direto entre os melhores da escola, já que são raros os alunos que ainda se interessam pelo jogo. Algo inacreditável estava acontecendo, seu time perdendo! De repente, um lado competitivo que você nem sabia que tinha se ativou. As jogadas pareciam mais tensas agora. Sua concentração exagerada era clara para qualquer um que a olha-se. Um se quer erro do seu time te irritava. Pra você parecia tão estúpido perder.

 

Jennie_ S/N? Por que está assim? Esse olhar me deixa nervosa...

S/N_ Foca no jogo.

IU_ É só um jogo. Relaxa.

S/N_ Parem de me distrair!

E outro ponto é marcado, decidindo a vitória adversária. A comemoração com o campeão nunca fora tão empolgante desde que você venceu um campeonato ano passado. Agora toda a turma dava atenção somente a ele, Kim Taehyung. Claro né, bonito, simpático e bom no principal esporte da escola... Não era como se você ficasse com inveja, mas com um certo ciúme de ele conseguir em tão pouco tempo toda a admiração que você lutou tanto para ter. Só lhe restava sair dalí, tentando esconder sua indignação, virando goela à baixo uma garrafinha d'água cheia. Antes de voltar a sala de aula, você e suas amigas, que são consideradas influências no colégio, foram encarregadas de passar um recado aos alunos. Você e IU subiram em cima de uma mesa no centro da sala e chamaram a atenção de todos.

IU_ Licença pessoal... Atenção para um aviso importante!

S/N_ É o seguinte: está próximo ao evento de entretenimento anual mais legal dessa escola. Como a maioria já sabe, todo ano a escola escolhe um grupo para organizar uma festinha/feira de entretenimento. E, como no ano passado, nós iremos nos encarregar de tudo novamente.

IU_ E para quem não sabe, nesse evento nós iremos ter algumas apresentações e barraquinhas de clubes. Os "clubes" são alguns grupos liderados por um ou mais alunos que deveram abordar um tema único para apresentar aos outros durante a festividade. Como nós, que já gerenciamos os clubes de moda e de cuidados pessoais da pele.

Jisso_ E a melhor parte, a comida. –a turma riu– Mas sem exageros, claro.

S/N_ Vamos ter 6 vagas de clubes para o 1°, 2° e 3° ano, que estarão abertas amanhã. Vocês tem tempo para pensar bem no que querem fazer e juntar o máximo de pessoas possível. Só vamos aceitar os clubes que já tiverem mais de 10 inscritos, quanto mais melhor.

Jihyo_ E todos os inscritos dos clubes permanecerão neles a partir do momento em que ele for aceito até o final do evento, tendo que contribuir em tudo que for necessário para o desenvolvimento dos grupos em que participam.

Tzuyu_ Quem quiser estender ou até tornar seu clube oficial da escola, pode conseguir uma autorização da diretora após o evento, como foi o caso do clube de jardinagem. Se estiver tudo certo e com bastante gente, claro.

Jennie_ Amanhã, na hora do almoço, basta procurar por nós para solicitar o início dos seus clubes. É só preencher uma ficha rápida que nós avaliaremos.

S/N_ Agora nós temos autorização para ir nas salas repassar o recado. Contamos com a ajuda da nossa turma e de quem mais quiser para espalhar cartazes pela escola. –sorriu como uma criança pedindo doce a mãe

alunx_ Sempre sobra pra gente!

Jisso_ Ué, vocês tem que colaborar também!

Vocês desceram das mesas e logo um tumulto de alunos se formou. A maioria queria saber o que vocês iriam fazer, se achavam legais as ideias alheias, se poderiam fazer parte do clube de vocês ou até se poderiam dar uma forcinha para aceitar os clubes deles. Alguns alunos se ofereceram para ir com vocês dar o recado as outras turmas e colar os cartazes. Ao final das aulas seu trabalho já estava quase finalizado, só faltava entregar alguns panfletos na saída.

Jennie_ Ai, S/N! Para quieta!

S/N_ Iii! Me deixa!

Mark_ Você ta muito nervosa...

S/N_ Eu disse que tinha que ir embora cedo.

Tzuyu_ Só faltam mais alguns alunos que estão na biblioteca e limpando as salas.

S/N_ Mas eu já estou atrasada!

Jisoo_ Atrasada pra que?

IU_ Você sempre está com tanta pressa pra ir embora...

S/N_ É que eu tenho aula de inglês.

JK_ Ué, mas não é você que fala inglês fluente desde os 10 anos? –debochou

S/N_ Quieto pirralho! Aprender nunca é demais e sempre podemos melhorar.

JK_ Ah, falou a velha sabichona...

Jennie_ Mas tem tanto problema assim se atrasar um pouquinho?

S/N_ Já faz meia hora que eu devia ter saído daqui...

Mark_ Ah, depois você podia ir lá em casa e eu te ajudava a estudar...

S/N_ Nem vem! Nosso rolo acabou faz tempo já. Desiste.

Mark_ Sua grossa!

Tzuyu_ Coitado, nunca desiste... –riu

JK_ Desse você não se livra nem no inferno S/N.

S/N_ Ele sabe que agora nós somos só bons amigos como antes. Droga! Eu tenho que ir.

Jisoo_ Yah! Mas o que a gente faz com os quarenta panfletos restantes?

S/N_ Entrega pra quem ainda ta aqui e o que sobrar guarda ué..?

Você saí correndo para fora da escola, quando percebe uma bicicleta ao seu lado lhe acompanhando.

Tae_ Até que você corre bem rápido.

S/N_ Achei que já tinha ido embora.

Tae_ Estava lavando a sala. Ouvi que você está atrasada... Quer uma carona?

S/N_ Ta de brincadeira né? –riu soprado

Tae_ Vai ser mais rápido que ficar correndo feito uma doida.

S/N_ Passo.

Tae_ Fiz algo de errado? Você parece estar com raiva desde a educação física. Raiva de mim...?

S/N_ Impressão sua. Acho que a popularidade está afetando seu cérebro.

Tae_ Popularidade? Eu não... Ah, espera aí... Ta com raiva de mim por isso?

S/N_ Isso o que, doido?

Tae_ Deixa... –riu– Mas sério, eu até peguei a bike do Jimin emprestada pra te fazer essa boa ação.

S/N_ Perdeu seu tempo.

Taehyung parou de pedalar e, finalmente parecia que ele havia parado de te seguir. Mas, duas mãos grandes te seguraram pela cintura a fazendo parar de correr e te virando para trás, deixando-a de frente com a pessoa. Perto demais! Por que você estava tão nervosa? Estava olhando para a boca dele né safrada...?

S/N_ O-o que você está... Yah! Me põe no chão agora Kim Taehyung! Me soltaaaa!

Tae_ Para de escândalo garota!

Com você nos ombros, ele voltou alguns passos e te colocou na garupa da bicicleta, que estava apoiada em um poste próximo. Segurando a bicicleta e você, para que nenhuma das duas caíssem pelo pouco suporte, ele soltou uma risada soprada.

Tae_ Pra onde vamos?

S/N_ Argh! Escola xxxxxx rua xxxxxxxx...

Com seu rendimento, Taehyung sorriu quadrado. Ele te levou até o endereço que você pediu, a escola do seu meio irmão caçula. O pequeno veio correndo te abraçar apertado assim que a viu.

Yoonsuk_ Noona!

S/N_ Desculpa a demora, baixinho. Tive que fazer algumas coisas na escola.

Yoonsuk_ Achei que tinha me esquecido.

S/N_ Seus olhos estão vermelhinhos... Estava chorando?

Yoonsuk_ Não... É sono.

S/N_ Tem certeza?

Yoonsuk_ Tenho. Quem é esse?

Tae_ Sou Kim Taehyung, amigo de classe da sua irmã. Ela me falou muito de você.

Yoonsuk_ Sei... Noona, ele é um daqueles moleques mimados que o papai fala?

S/N_ Seu pai só fala besteiras...

Yoonsuk_ Então ta. Prazer, Lee Yoonsuk.

Tae_ O prazer é todo meu.

Taehyung se despediu e vocês foram para casa em passos rápidos para que você não se atrasasse mais para o trabalho no café. Em casa só estavam vocês dois, o que era um problema porque logo você teria que sair e, se seu padrasto não chegasse a tempo não podia deixar o menor sozinho.

Yoonsuk_ Não preciso do papai. Eu já sou um homem, sei me cuidar sozinho!

S/N_ Perdão homem de 8 anos, mas o senhor tem que ter alguma supervisão.

Yoonsuk_ Mas ele nem liga pra mim... Se eu quisesse já teria colocado fogo na casa.

S/N_ Eu sei que é mais fácil você cuidar dele do que ele de você, mas não posso te deixar sozinho. Continua almoçando aí.

Yoonsuk_ Aish!

De repente seu padrasto chega bêbado e se senta à mesa.

Eui-sung_ O que tem pra comer? Lamen?! Você não sabe fazer outra coisa?!

S/N_ Já passou da hora do almoço faz tempo.

Eui-sung_ Ele ta comendo.

S/N_ Ele não almoçou na escola. Onde você estava? Estou a meia hora te esperando, vou ser demitida assim!

Eui-sung_ Para de ficar falando e me serve que eu to com fome!

S/N_ Estou atrasa, cozinhe você!

Eui-sung_ Garota, me obedece logo antes que eu perca a paciência.

S/N_ Eu não posso perder esse emprego!

O homem, já furioso, levantou bruscamente da cadeira e te deu um tapa no rosto com o máximo de força que tinha. Já acostumada com isso, nem chorar você conseguiu.

Yoonsuk_ Não bate na minha noona!

Eui-sung_ Cala a boca garoto!

Yoonsuk_ Solta ela!

Eui-sung_ Eu disse pra você calar a boca!

S/N_ Não!

Seu padrasto pegou seu irmão pelo cabelo e foi o puxando para a sala onde começou a dar tapas e socos no menino que só chorava e gritava encolhido. Horrorizada, sua única reação foi jogar a primeira coisa que viu no seu padrasto, o prato de lamen que estava sobre a mesa. Por sorte o vidro não quebrou nas costas dele, mas a comida estava quente o suficiente para fazê-lo parar e tentar ir até quem havia jogado aquilo nele. Você pegou sua bolsa e saiu puxando seu irmão pelo braço. Chegaram até a casa da tia, uma senhora de 73 anos, tia do seu padrasto, ou seja, tia avó do seu meio irmão, sua única opção de refúgio em momentos como esse. Não foi preciso nem se quer uma palavra sair da sua boca, ela entendeu tudo só de olhar para vocês.

Sunhee_ De novo?! Ah, entrem, entrem crianças. Eu vou trazer gelo para colocar nesses inchaços.

S/N_ Tia... Eu estou atrasada...

Sunhee_ Ah, sim. Pode ir, eu olho ele, não se preocupe.

S/N_ Obrigada, muito obrigada mesmo!

Você saiu às pressas. Chegou uma hora atrasada, levou a maior bronca no café. Disseram que da próxima vez será demitida. Houve um imprevisto, que não foi muito bem explicado aos funcionários, mas tiveram de fechar o café cedo, ainda 15 da tarde. Para compensar o seu atraso, foi encarregada de limpar e fechar o estabelecimento sozinha. Mudaram a plaquinha da porta para "fechado", e aos poucos todos foram indo embora, até mesmo os funcionários. Achando que já podia "começar" o seu trabalho, a última garçonete que saia avisou-lhe de mais um cliente que terminava seu café. Saindo da cozinha, indo em direção ao tal cliente, você reconheceu o rosto de Park Jimin, que parecia procurar por alguém para pagar o que consumiu. Automaticamente você se escondeu atrás do balcão, uma péssima ideia, já que logo em seguida Jimin se levantou e foi até o balcão chamando por alguém que pudesse atendê-lo. Um sininho na porta lhe avisou que mais alguém adentrava ao local.

Jimin_ Ah, achei que você tinha ido embora com a minha bike.

Tae_ Você acha que eu roubaria uma bicicleta sem que ela fosse minha?

Jimin_ Que?

Tae_ Que lugar morto é esse em que você veio parar?

Jimin_ Ah, é a segunda vez que venho aqui. É até legal, só que fechou muito cedo hoje. To esperando alguém me atender pra eu pagar meu café. Pior que eu tenho um compromisso daqui a pouco.

Tae_ Nossa, que serviço ruim.

Jimin_ Vai que aconteceu alguma coisa... Sabia que não pode trazer bicicleta aqui dentro, né?

Tae_ Ninguém ta vendo mesmo.

Jimin_ E se chegar alguém?

Tae_ Aí a eu falo "desculpa, eu não sabia"... Você tem muito que aprender comigo ainda Chim.

Jimin_ O que você ta fazendo? Desce do balcão maluco! Vai que alguém chega!

Tae_ Aí, relaxa.

Tudo que você conseguia ver era um GRANDE (vou me controlar) bumbum sentado no balcão um pouco acima de você. Enquanto Jimin tentava tirar Taehyung dalí, o enxerido olhava por todo balcão até se assustar em te ver quase debaixo dele. Você fez sinal para que ele não falasse.

Jimin_ Desce logo daí, Tae! Isso vai dar problema!

Tae_ Ta... Você não disse que tinha um compromisso? Não vai se atrasar?

Jimin_ Pior que eu já estou...

Tae_ Então vai lá. Eu fico aqui e pago seu café se alguém aparecer.

Jimin_ Tem certeza? –olhou desconfiado

Tae_ Tenho cara. Não confia em mim?

Jimin_ Unh... Ta... Valeu.

Tae_ Não esquece a bike que dessa vez eu levo embora pra sempre.

Jimim_ Obrigado por me lembrar. –riu

O sininho deu sinal de novo, dessa vez, avisando que alguém acabará de sair do local. Você se levantou encarando o maior. Ele abriu um sorriso se debruçando no balcão.

Tae_ Então é aqui que a moça trabalha?

S/N_ Está me seguindo?

Tae_ Eu não! Talvez seja o destino.

S/N_ Que destino idiota! Eu ainda tenho que limpar tudo isso aqui...

Tae_ Ah, aqui o dinheiro do café do Jimin.

S/N_ Não precisa.

Tae_ Privilégios aos amigos não pode sabia?

S/N_ Ninguém ta vendo mesmo.

Tae_ Unh... Então eu posso te ajudar a arrumar tudo.

S/N_ Não mesmo! Pode ir vazando daqui!

Tae_ Expulsando um cliente?

S/N_ Se não percebeu, fechamos mais cedo hoje.

Tae_ Então, expulsando um amigo? Pior ainda, não é?

S/N_ Você é insuportável! –riu

Tae_ Também te adoro. Por onde começamos?

Tiraram todas as louças, enfeites e menus das mesas, colocaram as cadeiras em cima das mesas e fizeram uma limpeza completa pelo salão, aproveitando o espaço aberto para dançar e brincar um pouco. Depois de colocar tudo em seus devidos lugares, lavaram e secaram todos os utensílios da cozinha, aproveitando para brincar com o sabão, passando um na cara do outro. Passaram pano nas janelas, paredes e móveis. Por sorte, não precisaram lavar o banheiro. Você fechou o estabelecimento, ainda era por volta das 17 horas.

Tae_ Quer conhecer um lugar legal?

S/N_ Acho melhor eu ir pra casa.

Tae_ Ah, vai ser rápido... Que horas acaba seu espediente normal aí?

S/N_ Às 20 horas.

Tae_ Às 20 horas? Que horas esse café fecha???

S/N_ 18:30 mas eu e as outras meninas temos que limpar tudo e fazer um relatório antes de sair. Por fechar mais cedo hoje eu não precisei. Por que?

Tae_ Prometo te deixar em casa antes das 20 horas inteira.

S/N_ Uuunh... Ta.

Taehyung te levou à um fliperama e te ensinou a jogar vários jogos que você nunca tinha visto na vida. Duas horas depois...

S/N_ AH VOCÊ TRAPACEOU!

Tae_ QUE MANÉ TRAPACEEI O QUE!?! Ninguém vence minha pontuação, aceita!

S/N_ Aff... Jogo velho chato!

Tae_ Isso é um clássico! Você que não aceita a derrota, aliás a décima oitava derrota do dia. –gargalhou

S/N_ Eu perdi 17 vezes, idiota...

Tae_ E o vôlei na escola.

S/N_ Seu...

Tae_ Sabia que você tinha ficado puta com isso. –riu– Uma criancinha mesmo...

S/N_ Criancinha o seu...

Tae_ Olha a boca, menina. Falta de educação einh...

S/N_ Eu vou te agredir Kim Taehyung!

Tae_ Dúvido.

S/N_ Dúvida é?

Tae_ Se bem que você é maluca o...

Antes que ele terminasse de falar você foi pra cima dele, tentando bater nele com a sua bolsa, mas ele segurou seus braços. Tae ria da sua raiva e descontrole.

S/N_ Me solta! Eu vou te matar!

Tae_ Se eu deixar você me matar vai ser um assassinato ou um suicídio?

S/N_ Cala a b-.............

Taehyung puxa seu corpo mais pra perto te deixando paralisada e sem qualquer tipo de reação, nem piscou.

Tae_ Calei.

Em mais alguns segundos se encarando, ele te beija calmamente, aproximando mais seus corpos. Claro que você deixou, é Kim Taehyung! Quando a falta de ar chegou, vocês se separaram sem manter contato visual. Você colocou a mão dentro do bolso traseiro do maior, para tirar mais algumas fichas, assustando uma pouco o garoto.

S/N_ Revanche.

Tae_ Pronta pra perder, de novo?

S/N_ É o que veremos...

Algumas partidas depois...

S/N_ AE CONSEGUI MERDAAAAAA!

Tae_ Você conseguiu vencer... Fez 000070 pontos... A minha pontuação inicial é 001392, e a máxima é 328659... Continua perdendo pra mim.

S/N_ A vai te tomar no suco de caju!

Tae_ O bom é que você beija bem.

S/N_ Anh... Acho que já deu minha hora...

Tae_ Ta, vamos –*foto*

 

 


Notas Finais


>em breve<

Ahajshajjahshsja sério


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...