História Imagine Taeyong (NCT). - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Doyoung, Jaehyun, Johnny, Taeyong, Ten
Tags Nct Nct 127 Taeyong
Visualizações 238
Palavras 1.058
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada pelos 137 favoritos <3 <3

Capítulo 36 - Eu prometo.


 ~ DIA SEGUINTE ~

Eu acordo cedo para ir á escola, eu nem consegui dormir direito pelo o que aconteceu na noite passada, só fiquei pensando em Taeyong e em como ele deve estar depois de saber que vou voltar para o Brasil. Ele não deve estar nada bem, espero poder conversar com ele na escola hoje. Eu me arrumo e desço para o café. Vejo todos na cozinha me olhando com uma cara de preocupação.

Eu- O que estão olhando ?

Pai- Voce contou para Taeyong não foi ?

Eu- Sim. ~ Digo sentando.

Pai- E como ele reagiu ?

Eu- Nada bem, ele não gostou da ideia.

Unni- Já era de se imaginar.

Eu- Papai, voce gostou de Taeyong certo ? porque voce não me deixa ficar aqui ? por favor, eu posso morar com ele.

Pai- Morar com Taeyong ? só voce e ele ? voce só pode ter ficado maluca !

Eu- Mas voce não disse que ele é o homem ideal para mim ?

Pai- Sim, mas nunca disse que voces poderiam morar junto. 

Eu- Aish. ~ Digo com uma cara de triste.

Pai- Desculpe (S/n), eu sei que voces se gostam muito mas não posso fazer nada. ~ Diz saindo.

Unni- É maninha, vai ter que deixar seu namorado.

Não adianta convencer meu pai, ele nunca me deixaria ficar aqui com Taeyong. Eu saio de casa e vou até a escola, eu não vejo Taeyong no lugar de sempre me esperando mas depois do que aconteceu eu já imaginava que ele não viria, só espero que ele esteja bem e que não tenha acontecido nada. Eu chego na escola e vou direto para a sala, eu olho para o lugar de Taeyong mas não o vejo.

Eu- Ten, voce viu Taeyong ?

Ten- Não, acho que ele não vem hoje.

Eu- Ah, ta bem.

Ten- Já brigou com Taeyong de novo ?

Eu- Não é da sua conta.

Ten- Aish, grossa.

Eu- Desculpe.

A professora chega na sala e nada do Taeyong chegar. Como Ten disse, Taeyong não vem mesmo. Sera que aquilo abalou tanto Taeyong assim ?

  ~ FIM DAS AULAS ~ 

Depois das aulas, eu saio da escola e vou para a casa. Eu penso em ir até a casa de Taeyong mas lembro que agora ele esta trabalhando então não vou encontra-lo em casa.

    ****

Depois de passar a tarde toda em casa vendo dorama e arrumando a casa, eu recebo uma mensagem de Taeyong e ele diz para encontra-lo daqui 30 minutos na floresta silenciosa que gostamos de ficar sozinhos. Eu tomo banho e começo a me arrumar para encontrar Taeyong, eu não sei o que Taeyong vai me dizer mas só pelo fato que vou ve-lo e que ele me chamou para encontra-lo já me deixa feliz, isso significa que ele não esta mais chateado ou bravo, ou pelo menos eu espero isso. Depois de me arrumar eu vou ao encontro de Taeyong. Chegando na floresta, eu o vejo de longe em pé esperando por mim,eu vou até ele e fico de cara com Taeyong, e vejo que seu rosto esta péssimo, pelo jeito ele não dormiu nada a noite.

Eu- Oh, Taeyong.. é, sobre a noite passada.. 

Sem nem mesmo ter me deixado terminar de dizer, Taeyong me puxa pelo braço, fazendo meu corpo se chocar com o seu e me abraça fortemente, eu retribuo o abraço que estava muito bom e confortante. Taeyong continua me abraçando por muito tempo como se nunca fosse me soltar e começa a acariciar meus cabelos devagar.

Tae- Me desculpa pelo meu comportamento de ontem, depois que voce disse que ia voltar para o Brasil , eu não consegui me imaginar sem voce e fiquei alterado.

Eu- Me desculpa também por não ter te contado antes e ter mentiro para voce. Eu não sabia como te contar.

Tae- Tudo bem.

Eu e Taeyong deitamos no gramado juntos de mãos dadas.

Tae- O que vamos fazer agora ? eu não quero ficar sem voce, toda aquela solidão vai voltar e eu não quero isso.

Eu- Já tentei convencer meu pai de todas as maneiras mas não adianta, ele não muda de ideia.

Tae- Ah , eu tenho uma coisa pra voce. ~ Diz tirando uma caixinha do bolso.

Eu- O que é isso ?

Taeyong tira do bolso uma caixinha com dois anéis dentro, com a inicial de nossos nomes.

Tae- Eu estava esperando o momento certo para te entregar, mas como voce vai embora, eu decidi te dar logo. ~ Diz colocando um anel no meu dedo. É um anel de compromiso então não pense que estou te pedindo em casamento.

Eu- Aish seu bobo, eu sei. ~ Digo rindo. É lindo, obrigado. ~ Digo o abraçando.

Tae- (S/n) não me deixe por favor, sem voce eu me tornarei uma luz fraca novamente, e por 4 anos eu não vou aguentar. ~ Diz chorando abraçado á mim.

Eu- Taeyong, eu vou voltar. Apenas.. espere por mim.

Tae- Eu te amo tanto (S/n) , porque voce tem que ir embora ? apenas fique comigo para sempre. 

Eu- É o que eu mais quero, voce sabe.

Tae- Se voce também me ama então fique comigo.

Eu- Taeyong, não torne as coisas mais dificies.

Eu enxugo as lagrimas de Taeyong e depois o levanto.

Eu- Vem, vamos embora, voce precisa descansar.

Eu apoio Taeyong a mim e a levo para casa, seu rosto estava péssimo e ele precisava descansar. Chegando na casa de Taeyong, eu o deito no sofá e vou embora.

Tae- Para onde voce vai ?

Eu- Vou embora.

Tae- Não, por favor , fique aqui, passe essa noite comigo. Por favor. ~ Diz estendendo o braço para mim.

Sem hesitaçoes eu aceito ficar, eu tiro meu sapato e deito do lado de Taeyong ficando de conchinha com ele. Eu mando uma mensagem pro meu pai explicando o estado de Taeyong e dizendo que vou passar a noite na casa dele, espero que meu pai entenda e não fique bravo. 

Tae- (S/n) ? ~ Me chama com uma voz de sono.

Eu- Sim?

Tae- Me promete uma coisa ?

Eu- O que ?

Tae- Me promete que nunca vai me apagar do seu coração ? mesmo estando longe ?

Eu- Eu prometo Taeyong. ~ Digo o abraçando deitada ao seu lado.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...