História Imagine Twice - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Visualizações 119
Palavras 1.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 😉

Capítulo 26 - Procurando provas.


Continuação....

                ~~ Mina Pov ~~

Minutos depois...

 Tinha acabado de chegar na impresa e estava caminhando pelos corredores, até que vejo a S/n.

- S/N!! - Corro até ela e a mesma vira em minha direção.

- Mina... - Depois de ter falado o meu nome, a mesma abriu a boca como sé fosse falar mais alguma coisa, mas não falou nada.

 Tem alguma coisa de errada com ela. Eu nunca a vi tão.... triste.

- Aconteceu alguma coisa com você? - Falo pegando na mão dela.

- .....

 Inconscientemente a abraço e percebo que seu corpo estava trêmulo, mas logo relachou.

- Eu quero que você me conte o que está acontecendo com você... você está tão triste, qualquer um pode ver. Eu me preocupo e gosto muito de você, então me conte o que está acontecendo.

 Ela me afasta e fala olhando para mim:

- Mina... não sé preocupe com isso. Eu estou bem, deve ser impressão sua. Não tem nada de errado co-

- PARE... - S/n fica surpresa com a minha atitude. - Pare de fingir que está tudo bem, pare de tentar fazer tudo sozinha, pois saiba que você não está sozinha, você tem as garotas e .... e tem a mim. - Falo essa última palavra quase em um sussurro. - .... Eu te amo S/n e quero te ver bem, independente de meu amor ser correspondido ou não. - Falo com a cabeça baixa, para esconder a minha timidez.

- Mina... - Sinto mãos envolverem meus braços e levanto a cabeça para olha-la. - Eu-

- S/N!!! - Olhamos para a pessoa que chamava a S/n. - Eu estava tão preocupada. - Sana corre em nosso direção e a S/n solta meus braços e sé vira para a Sana.

  Sana chega perto da S/n e logo a abraça.

- Onde você estava? Eu fiquei muito preocupada, e o que você disse a aquele homem é verdade? - Elas ainda ficam abraçadas e um sentimento de querer separa-las me percorre.

- Que homem? E por que esse alvoroço Todo? - Me pronuncio e elas sé separam.

- Eu prefiro não falar disse. - Fala S/n com um tom de voz triste.

   Pego em sua mão e falo :

- S/n, por favor deixa eu ajudar você. Eu não vou ficar parada e ver você pasando por dificuldades.... por favor. - Olho triste para ela.

- .... Ta bem. Vou contar para vocês desde o começo. - Ela olha para Sana é depois para mim.

   Fomos para a cobertura e S/n contou toda a história desde o início.

- E ele vem perseguindo você por todo esse tempo?! - Sana pergunta.

- Isso eu não sei. Dá última vez que eu o vi foi a 3 anos e agora ele está de volta.

- Nossa, e você vem guardando tudo para si, por todo esse tempo. Deve ter sido orriveu. - Fala Sana.

- Sim, mas agora estamos aqui para ajudá-la. - Coloco a mão na mão dela que está encima de sua perna e dou um sorriso para indicar que vai dar tudo certo. - Ele vai ser preso. Pode confiar.

                     ~~ Jyp Pov ~~

   O que eu faço? Eu tenho que arrumar um jeito de falar com o Salomão, para que eu possa saber dessa história toda. Eu nem sei sé o que a S/n falou é verdade, então por quê eu estou tão nervoso!?

- Jyp, você escutou o que eu disse? - Fala Daivid, com as sobrancelhas trazidas.

- Oh, Sim, nós estávamos falando de negócios.

- Sim. onde eu estava? .... ah, eu estava falando que eu quero que a S/n trabalhe para mim. Ela é experiente nó que faz e eu posso pagar muito bem aos dois, é só me dizer quanto.

- Nossa, é muito tentador mais-

- Aliás, você ainda está me devendo um favor, você mesmo disse, não foi? - Faz ele uma cara de Vitórioso.

  O que eu faço? Eu tenho que falar com o Salomão imediatamente!!!

~~ Salomão Pov ~~

  O que eu faço? Não consigo parar de pensar na S/n, não consego simplesmente ficar parado esperando que o Jyp resolva tudo sozinho, aliás, ele é submisso a mim e ao meu irmão... não tem como ele conseguir afasta o Daivid da S/n sozinho. Eu tenho que ver a S/n e ver como ele está sé saindo.

                   ~~ Jyp Pov ~~

  É, acho que eu não tenho escolha, ah não ser concordar com ele.

- O senhor quer que ela comesse quan-

DRIM, DRIM, DRIM....

  Só pode ser um milagre.

- O-oh, me desculpe senhor, eu preciso atender. Com lisença. - Me levanto da mesa e saio da cafeteria. - Alô, Salomão?!

- Sim, estou ouvindo. Como estão as coisas?!

- Desculpe, as coisas saíram do meu controle...

- ....

- Senhor? O senhor está bem? Desculpe por ter o decepcionado!!

- Você não me decepcionou. Eu já tinha 99 por cento de certeza que você não ia conseguir sozinho.... mais de qualquer forma obrigado. Mas o que exatamente deu errado?

  Fiz um resumo para ele dá história toda.

- Uhmm... ta certo. Vou agora para a imprensa. Nos vemos depois.

- Senhor, espere. Senhor? - Ele desligou.

- Com problemas, senhor Jyp? - Me assusto com a repentina voz.

- Senhor Daivid!!!.... desculpe por isso, estou tendo muitos problemas na impresa.

- Uhmm... que pesimo para você.

                  ~~ S/n Pov ~~

    Eu mal posso acreditar que a Sana e a Mina acreditaram em mim, quando nem mesmo meus pais acreditaram, e acharam que eu estava ficando louca ou em choque. Mais de uma coisa eles tinham razão, eu não tenho provas de que o Daivid realmente fez essas coisas.

- S/n? O que foi? - Pergunta Sana.

- .... Eu fico feliz por vocês acreditarem em mim, mais foi como minha mãe disse " Não temos nada para provar... ".

  As duas fazem uma cara triste e fica assim por alguns segundos até:

- AH!!! É isso. O Daivid disse para você, que sua avó tinha dito a ele, antes de morrer, que sábia do que ele era capaz e que ele não era bom da cabeça. Sé ela disse isso, consertesa sábia de alguma caisa do passado dele, e com toda certeza nós vamos e com certeza.

   Fico surpresa pela explicação da Mina.

- Vamos!! O que vocês estão esperando? Um convite? - Fala Mina.

  Nos levantamos e fomos até uma sala de computadores, para tentar achar algo do passado " daquele homem ".

~~ Salomão Pov ~~

- Droga. - Falo irritado.

  Estou em meu carro indo para a impresa, onde a S/n trabalha. Eu tenho que ser mais rápido possível, o Daivid já deve saber que estamos tentando manter a S/n longe dele e provavelmente já tem um plano em mente. " Desculpe meu irmão, eu já guardei esse segredo por muito tempo, agora está na hora de você ser controlado " .

                    ~~ Deivid Pov ~~

   Esse idiota do Jyp, pensa que eu não sei, que ele está tramando contra mim. Sé ele está pensando que vai simplesmente me aponhala pelas costas, está completamente errado...


Notas Finais


Iai, gostaram?

Não me matem. Eu sei que demorei ( MUITO ), MIL DESCULPAS, é pq eu estava pensando num jeito de incriminar o Daivid, por alguma coisa e eu consegui ( mas você só vão saber no próximo cap )....
Em fim, mesmo com essa demora toda, eu espero MUITO que vocês tenham gostado.

Até o próximo cap ~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...