História Imagine V - Why? - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Seulgi, Suho, Tao, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Black Pink, Bts, Exo, Imagine, Imagine V, Red Velvet
Visualizações 6
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes de começar, quero me desculpar por não ter postado nada quase a semana inteira, e me desculpem também pelos capítulos pequenos, prometo que eles serão maiores daqui adiante.

Boa leitura!

Capítulo 4 - Convite


– Eiii! - a garota de cabelos negros cutucou meu braço. – Emy?

– Que foi? - sai do transe.

– Você foi para lua a aula toda? Estava pensando no que? - um sorriso se formou em seus lábios, continuou. – ou em quem? Era no Jungkook?

– O que? Claro que não! Eu nem conheço o Jungkook. - falei.

– É, mas ele já frequenta a sua casa e vocês já dormem agarradinhos! - gritou e eu tapei sua boca rapidamente.

– Para de gritar, eles podem te ouvir! - falei olhando para os poucos alunos na sala. – e vamos sair daqui logo.

Saímos da sala e eu fui para o meu armário. Logo alguém encostou no armário ao lado esquerdo do meu, olhei de canto e vi Kim Taehyung encostado ali.

– O que você quer? - perguntei séria.

– Nada, só acho que começamos com o pé esquerdo. - respondeu e deu um sorriso sexy, mas não funcionou tanto quanto ele esperava.

– Você só pode estar querendo umas porradas! - falei e o encarei. O mesmo me olhou raivoso.

– Aigoo! Só queria te pedir desculpas. - falou e fechou a cara.

– Ata, você só pode achar que eu nasci ontem! Não vai ser tão fácil assim, faça por merecer! - falei e fui andando para a aula de química.

Assim que entrei na sala e fui direto para o meu lugar, as mesas são em dupla, e para o meu azar, Kim Taehyung chegou e se sentou logo ao meu lado.

– Argh! - resmunguei baixo. – Professor, posso mudar de lugar? - perguntei com um sorriso super meigo.

- O mesmo olhou em volta e disse finalmente – Não tem nenhum lugar vazio na sala, então continue no seu lugar é preste atenção na aula. - bufei e me sentei na cadeira com os braços cruzados.

Taehyung me olhou e disse:

– Então, Emilly Rose, me fale um pouco sobre você. - o encarei e soltei uma risada.

– Não tenho nada para falar pra você, minha vida não te interessa! - falei ríspida.

– Já reparei que é grossa, e mais uma coisa, para de me chamar pelo nome completo, me chama só de Tae! - falou e estendeu a mão com um sorriso meigo no rosto, mas alguma coisa, eu vi nos seus olhos, que estava errado, alguma coisa ele não queria dizer, mas deixei pra lá, deve ser só uma paranóia minha, sou cheia delas!

– Me deixa em paz, Kim Taehyung - dei ênfase em seu nome, continuei. – e se concentra na aula!

Ficamos ali pelo resto dos dois tempos de aula de química, e foi um saco, ele é bem ruim em química, e em vez de fazer alguma coisa ficou jogando charme pra dupla de garotas na mesa ao lado.

Dei graças a Deus que a aula acabou, assim que o sinal bateu peguei minha bolsa e sai correndo o mais rápido que pude para fugir do garoto.

Fui para o refeitório e encontrei Seulgi conversando com Baekhyun na entrada do refeitório, cheguei de mansinho e disse, um pouco alto:

– Eles devem se casar! - os dois tomaram um susto e Seulgi corou rapidamente. Baek saiu dali depois de nos cumprimentarmos direito.

– Emy! - me deu um tapa no ombro e disse em tom repreendedor. – Eu estava conversando com Baek e você me atrapalhou.

– Você ainda vai ter muitas oportunidades de conversar com o Baek, até porque eu acho que ele tá afim de você! - falei e abri um sorriso malicioso. Seulgi me deu outro tapa no ombro. – Se você não parar de me bater eu vou quebrar a sua cara.

Lancei-lhe um olhar ameaçador, mas depois mudei minha expressão para neutra e entrei no refeitório e segui para a nossa mesa. Me sentei e abri o saco com o logotipo de uma lanchonete perto da escola, a qual eu havia passado hoje de manhã antes de vir pra escola. Ninguém merece comer a gororoba da escola!

Abri um sorriso satisfeito ao morder o hambúrguer cheio de cheddar e pegar uma batata frita bem gordurosa, bebendo um gole de Coca Cola logo em seguida. Seulgi estava comendo salgadinhos que ela havia levado de casa, roubei um salgadinho dela, a garota resmungou e eu ri com sua atitude, mas murchei o sorriso quando ela me roubou uma batata. Meu sorriso logo voltou quando o garoto alto se sentou ao meu lado e depositou um beijo na minha bochecha e na de Seulgi. Era Jungkook.

Ficamos conversando sobre o que fazer depois da aula, e ouvindo piadas do Jungkook e rindo delas. Meu sorriso murchou novamente assim que vi o garoto que se aproximava da nossa mesa, Kim Taehyung. Ele se sentou ao meu lado e me abraçou, fechei a cara e dei um tapa em seu rosto. Ele esfregou o local do tapa e me encarou incrédulo.

– Por que você fez isso? - perguntou me encarando.

– Não sou suas coleguinhas pra você ficar me abraçando! E o que você veio fazer aqui? - cruzei os braços.

– Só vim te ver, ué! - gargalhei alto.

– Me ver? Você só pode achar que eu nasci ontem! - continuei rindo. O mesmo ficou me olhando sem entender.

– E, eu vim te convidar pra sair… Cinema às 20:00? - perguntou.

– Por que eu iria ao cinema com você? - perguntei e cruzei os braços.

– Eu vou passar na sua casa às 20:00 de qualquer forma. - se levantou e depositou um beijo na minha bochecha. Notei o que o mesmo havia feito e dei um tapa no braço do garoto, que riu e foi embora.

Jungkook ficou me olhando, e abriu um sorriso ladino.

– Acho que ele gosta de você. - falou. – Eu só não quero que ele roube você de mim!

– Ninguém vai me roubar, e além do mais, eu odeio ele! - fechei a cara. Mas sorri ao ver a expressão de Seulgi de puro ciúme. – Eu te amo também!

Abracei a garota, que logo me abraçou de volta, Jungkook se enfiou no abraço também.

O intervalo acabou e fomos para a sala de aula, Jungkook e eu tínhamos aula juntos, então ele me acompanhou até a sala, e se sentou na carteira ao lado. Fiquei observando Taehyung de longe, tentando entender o motivo dele ter me convidado para sair. Ele nunca falou comigo antes, só quando brigamos, e do nada ele me convida para ir ao cinema?

Acho um pouco estranho, mas vamos ver, talvez eu aceite o convite. Não estou afirmando nada! É só uma possibilidade.



Continua?


Notas Finais


Obrigada por lerem, e mais uma coisa! Não seja um leitor fantasma, é muito feio!

O que o Tae está aprontando? 🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...