História Why? - Imagine V - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Seulgi, Suho, Tao, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Black Pink, Bts, Exo, Imagine, Imagine V, Red Velvet
Visualizações 41
Palavras 1.217
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom pessoas, eu sei que não estou postando muito, mas é pq estou trabalhando em um novo imagine, que eu espero que vocês gostem! Esse capítulo ficou maiorzinho (eu acho).

Boa leitura!

Capítulo 5 - Cinema e Surpresa Desagradável


Fanfic / Fanfiction Why? - Imagine V - Capítulo 5 - Cinema e Surpresa Desagradável

Sentei na cama e encarei o guarda roupas tentando escolher uma roupa para ir ao cinema, até que decidi e separei a mesma sobre a cama e coloquei o sapato que eu iria usar no chão perto da cama, fui tomar banho e me arrumar, pois já eram 19:00 horas. Depois de sair do banho e fazer minhas higienes, coloquei (foto) e passei uma maquiagem bem básica. Sentei no sofá e olhei a hora, já eram 19:53, quando deu 20:00, a campainha tocou.

Fui atender e vi Taehyung, ele estava lindo, usava uma camisa branca, uma calça jeans preta com alguns rasgados propositais da calça, um tênis preto e uma jaqueta de couro escura.

– Você está linda. - falei no pé do meu ouvido, arrepiei.

– Vamos? - perguntei tentando esconder o rubor em minhas bochechas. O mesmo assentiu e me acompanhou até o carro, abriu a porta do carona pra mim, quando eu entrei ele a fechou, deu a volta no carro e fomos para o cinema.

***

Chegamos lá por volta das 20:25, escolhemos um filme de terror - Taehyung insistiu para ver um filme de terror. Eu não queria muito ver aquele filme, mas o garoto me pediu de uma forma que eu não tive como dizer não.

A sessão era as 20:40, então compramos um combo, com uma pipoca gigante e dois copos grandes de refrigerante. Quando deu o horário, fomos nos sentar nas nossas poltronas, que ficavam na última fileira no alto. Taehyung se sentou na ponta e eu ao seu lado esquerdo.

O filme foi bem assustador, às vezes eu tomava uns sustos e agarrava o braço de Taehyung e o garoto só sabia rir da minha cara, argh!

Depois do filme, eu reclamei de fome, ele me olhou incrédulo afirmando que comi quase a pipoca inteira sozinha, mas concordou em ir jantar em algum lugar, até porque ele também estava com fome.

Fomos em um dos restaurantes do shopping, eu pedi bife e ele também. Comemos e ele foi comprar sorvete, eu pedi de chocolate e ele de baunilha.

– Está sujo aqui... - falou e passou o dedo no canto da minha boca, logo lambendo o dedo com um pouco de chocolate. – pronto.

Deu um sorriso amigável, mas eu só conseguia reparar no quanto ele era bonito e fofo, mas um fofo um pouco pervertido.

Estávamos em frente ao carro no estacionamento, ele me levou pra casa, me despedi do garoto e antes que eu pudesse abrir a porta, sou surpreendida por um beijo suave e lento, ele segurou meu rosto com as mãos, nossas bocas se encaixavam de forma inesplicavel, infelizmente o ar se fez presente e paramos o beijo.

Corei violentamente, dizendo de forma rápida "Tchau!" sai do carro o mais rápido possível e entrei em casa, me derretendo igual a um picolé.

O que foi aquilo? Foi bom. Eu nunca havia sentido isso, e eu acho que gostei. Eu quero beija-lo novamente. Os lábios dele são tão macios e foi como se nos encaixassemos. Não, absolutamente não, isso não pode acontecer de novo.

Guardei meus pensamentos e neguei com a cabeça.

***

– VOCÊS SE BEIJARAM? - gritou Seulgi, tapei a boca dela e deu um tapa no braço da mesma, que resmungou baixinho.

– Sim, e foi bom. - falei. Sorri de leve ao me lembrar do beijo da noite passada.

– Acho que alguém está apaixonada. - disse com um sorriso no rosto.

– Eu não estou apaixonada! - exclamei raivosa e deu um soco em seu ombro.

– Será que você pode parar de me bater? - reclamou emburrada.

– Eu vou continuar te batendo enquanto você me irritar! - falei e deu outro soco em seu ombro, só que dessa vez mais fraco.

Resmungou baixinho e continuou comendo o hambúrguer. Fiquei procurando por Jungkook, mas não o encontrei.

– Você viu o Jungkook? - continuei. – Eu não o vi o dia inteiro.

Olhei para Seulgi que apenas negou com a cabeça baixa, seu semblante, que antes estava feliz, passou a ser chateada. Olhei a mesma sem entender. Ela permanecia olhando alguma coisa atrás de mim, até que ela se levantou e saiu correndo. Olhei para trás e vi Baekhyun aos beijos com uma garota na mesa dos populares.

Fui atrás de Seulgi e a encontrei atrás da árvore que costumamos ficar, ela parecia estar chorando. Sentei-me ao seu lado e a abracei tentando consola-la, funcionou, mas não tanto, ela continuou chorando e xingando a si mesma por gostar de Baek.

Continuamos abraçadas, até que eu disse que seria melhor ela ir pra casa, ela não queria ir, disse que estava tudo bem, mas eu insisti tanto que fomos pegar uma autorização na enfermaria para que ela pudesse ir embora.

Fiquei sozinha por um bom tempo, já que Jungkook me abandonou! Até que alguém se sentou ao meu lado e se encostou na árvore, era Taehyung.

– Então, o que achou de ontem? - perguntou e sorriu, o sorriso dele é tão fofo e encantador, ele é um sorriso quadrado, e isso é muito lindo.

– Foi legal, menos a parte em que eu tomei vários sustos! - falei e ele riu, me fazendo rir também.

– Temos que sair juntos mais vezes, eu gostei da sua companhia. Se você quiser podemos até marcar para sairmos todos juntos. - falei e eu o olhei de forma estranha.

– "Todos juntos"? - perguntei sem entender.

– Eu, você e nossos amigos. - falou e eu soltei um "Aaata". Riu novamente.

– Talvez. - respondi pensando na possibilidade.

– Aguardo sua resposta, quando você quiser! - respondeu, se levantou e deixou um selar em minha testa indo embora em seguida.

Logo em seguida o sinal tocou anunciando a hora da saída, multidão foi embora desesperada, como se suas vidas dependessem disso, esperei que todos saíssem para depois eu ir.

Cheguei em casa e fui tentar abrir a porta, procurei minhas chaves como uma louca, mas não as encontrei em lugar algum. Perdi as chaves de novo! E o pior é que eu perdi as reserva mês passado e não fiz outra. Olhei para a casa de Jungkook e resolvi arriscar, se ele não foi para a aula, talvez estivesse em casa.

Fui andando até lá e quando ia tocar a campainha, notei que a porta estava entreaberta, me preocupei de imediato, e se tivesse acontecido alguma coisa?

Entrei e procurei a cozinha com os olhos, quando achei entrei na mesma e peguei um facão no faqueiro perto da pia. Subi as escadas e dei de cara com três portas, mas onde eu entraria, abri a porta da esquerda e vi um quarto infantil feminino, provavelmente da irmã do mesmo, nada ali.

Entrei na próxima porta e dei de cara com o banheiro, cheguei perto da terceira porta e em um movimento rápido abri a mesma e entrei no quarto, vendo uma cena que particularmente eu queria esquecer.

Jungkook deitado nu em cima da cama de casal azul e uma garota de cabelos escuros por cima dele. Ele me olhou assustado. Deixei a faca cair no chão pro conta do que estava acontecendo ali, eles estavam fazendo realmente o que eu acho que estavam fazendo?

– Emy, eu posso explicar… - disse enquanto levantava da cama e pegava o shorts no chão. Saí rapidamente, se possível, mas rápido do que o Flash, envergonhada, passei pela porta de entrada e entrei no meu carro.

Liguei o carro e dei partida para qualquer lugar bem longe dali.


Notas Finais


Obrigada por lerem!

xoxo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...