História Imagine Wonwoo - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Orphan Black, Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Jeon Wonwoo, Kim Mingyu, Personagens Originais, Suho
Tags Imagine Wonwoo, Seventeen, Wonwoo
Visualizações 387
Palavras 1.567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


안녕하세요 ^-^
Nada a dizer, apenas tenha uma boa leitura :3

Capítulo 2 - The secret


Fanfic / Fanfiction Imagine Wonwoo - Capítulo 2 - The secret

Acordo no meio da madrugada assustado ao sentir alguém entrando debaixo da coberta.

Wonwoo - Woah! - grito assustado, quase caindo da cama.

S/n - Shiiu, Wonwoo... - a menina sussurra tímida, fazendo sinal de silêncio.

Eu a olho confuso e me estico para ligar a luz do abajur.

 Ela agarra minha cintura com as pernas e os braços me impedindo de fazer isso.

S/n - N-Não acende! - pede com a voz trémula. Ela parecia assustada, ou apavorada.

Wonwoo - o-o que foi?? Você tá bem?? - pergunto preocupado.

Ela afunda a cara no meu peito parecendo estar chorando.

S/n - W-Wonwoo, me deixar ficar aqui, por favor. - pede com a voz trémula e os olhos marejados.

Wonwoo - claro. Oque aconteceu? 

Ela me agarra mais forte, afundando mais o rosto no meu peito.

S/n - e-eu tive um p-pesadelo horrível.... Não sou forte para lidar com isso. 

Wonwoo - quer que eu chame o Vernon? - pergunto fazendo cafuné, na intenção de deixá-la mais calma.

S/n - ele não pode saber. Foi por isso que eu vim aqui. Por isso não fui pra cama dele. 

Ela parece se incomodar com algo no seu corpo, então se senta ao meu lado.

Eu me sento e ligo a luz do abajur, vendo sua expressão assustada coberta por lágrimas.

Wonwoo - S/n, oque aconteceu? - pergunto preocupado.

Ela seca as lágrimas do rosto soluçando, e pega minha mão a levando para sua intimidade.

Com seu olhar já sabia oque tinha acontecido.

Wonwoo -... Quem foi o filha da puta?! - pergunto furioso, sentindo o ódio me dominar. 

Ela cobre o rosto com as mãos parecendo querer chorar mais. 

S/n -......... F-foi o i-irmão d-do meu p-pai. - diz soluçando.

Wonwoo - Suho fez isso!? - grito quase vermelho, de tanta raiva.

S/n - v-você n-não vai dizer n-nada, não é? 

Abaixo minha cabeça rangendo os dentes de tanto ódio.

S/n - W-Wonwoo... Wonwoo, olha pra mim. - pede puxando meu rosto com delicadeza.

Eu a olho sério, vendo seu rosto perfeito, coberto por lágrimas.

S/n - Wonwoo, n-ninguém pode saber... Ele disse que ia fazer de novo e até pior se eu contasse para alguém.

Wonwoo - eu vou caçá-lo e matá-lo. 

Ela põe as pernas no meu colo se aproximando de mim.

S/n - v-você tem que ficar longe dele, W-Wonwoo. - diz secando as lágrimas novamente.

Wonwoo -... Onde foi? - pergunto sério.

S/n -........  N-Nesse último final de semana, quando eu fui ficar na casa do meu pai com o Vernon...

Wonwoo - você tá fingindo que nada aconteceu a uma semana!? - pergunto inconformado.

S/n - eu não posso fazer nada, Wonwoo! Ele disse que vai me machucar muito de muitos jeitos se eu fazer alguma coisa...

Wonwoo - Pouco me importa oque ele disse! Eu vou atrás desse arrombado! Como ele ousa tocar em você!? 

Ela afunda o rosto no meu peito, chorando mais um pouco. 

Wonwoo - ... Eu jamais vou deixar alguém te machucar de novo, okay? 

Ela me abraça voltando a afundar o rosto em mim.

S/n -... Wonwoo, e-ele me machucou muito... E-eu quero morrer. - diz com a voz trémula.

Wonwoo - sabe que vai acabar com a minha vida e a de seu irmão se você fizer isso, não é?

S/n - Wonwoo, olha isso! 

Ela se senta no meu colo e puxa um pouco da calça, me mostrando uma marca roxa na sua cintura, descendo para sua intimidade.

Wonwoo - Meu Deus. 

Coloco a mão na testa olhando de olhos arregalados para a marca.

S/n - meu pescoço também ta bem marcado... - diz mostrando marcas de chupões em seu pescoço.

Wonwoo - como quer que eu finja que nada aconteceu?! - pergunto inconformado.

S/n - Wonwoo, não diz nada, por favor... Eu faço oque você quiser. - diz me olhando manhosa.

Wonwoo - eu quero você bem, e aquele cara morto. - digo sério cruzando os braços.

S/n - eu fico bem por você. 

Meus olhos brilham, mas eu olho para o lado tentando disfarçar.

Wonwoo - vem aqui, pequena. - digo a puxando, fazendo ela se deitar no meu colo.

S/n -... E-ele me xingou dizendo que eu era apertada, Wonwoo... - diz com a voz trémula, se encolhendo entre minhas pernas.

Wonwoo - ele esperava oque? Olha o seu tamanho e olha o tamanho dele. Sem contar que você nunca tinha feito nada assim antes.. 

Ela me olha.

S/n - como sabe que eu nunca fiz nada assim antes? - pergunta com um olhar inocente.

Me sinto corar e olho para o lado.

Wonwoo - pelo menos você nunca falou de ninguém para mim, ou sei lá.. - digo constrangido.

S/n - você está certo.. 

Suspiro aliviado.

Wonwoo - seu irmão mata um, caso saiba que isso aconteceu. - comento pensativo.

S/n - por isso eu não disse nada pra ele... Sabia que você ia ficar irritado, mas você é mais controlado que ele. - diz segurando minha mão.

Eu a olho e meu coração acelera, mas tento disfarçar.

S/n -... 

Seu olhar fica vazio.

Wonwoo -... Quer me contar como foi? Sabe que pode confiar em mim... 

Ela me olha e volta a olhar pro nada.

S/n -... Tenho vergonha pelo oque aconteceu. - diz com as olhos marejados e um olhar vazio.

Wonwoo - a culpa foi dele, não sua. Nada justifica oque ele fez. - digo sério, segurando com firmeza suas mãozinhas.

S/n -.... Tudo aconteceu tão rápido. Quando eu vi ele já tava... V-você sabe. - diz com a voz trémula querendo chorar novamente.

S/n - V-Vernon e Appa tinham ido ao shopping comprar um presente para dar a Omma quando ela voltar de viajem... Eu fiquei sozinha em casa com ele... Eu tinha ido buscar uma coisa no quarto do Appa, e quando notei, ele saiu do banheiro do Appa só de toalha... 

Wonwoo - foi no quarto do seu pai? 

Ela derrama uma lágrima e assente.

S/n - ... Eu tava usando só uma blusa folgada do Vernon, não sabia que ele.. 

Ela cobre o rosto com as mãos.

S/n -... Ele começou a me alisar me olhando de uma forma errada... Eu tentei sair do quarto mas ele me arrastou de volta e trancou a porta... Ai o resto você sabe... 

Eu a abraço e beijo sua cabeça.

Wonwoo -... Ele usou preservativo? - pergunto sério.

Ela me olha.

S/n - Wonwoo, eu fui abusada pelo irmão do meu pai, o homem que me criou, e você tá preocupado com isso? - pergunta inconformada.

Wonwoo - ele pode ter te engravidado. 

Ela fica paralisada por uns instantes e depois cobre a boca com as mãos, arregalando os olhos.

Wonwoo - puta que pariu. - comento pondo a mão na testa, com os olhos arregalados.

S/n - n-não, Wonwoo! A-ai é meu limite! - diz começando a chorar desesperada.

Wonwoo - c-calma! A-as chances disso acontecer são pequenas. - digo nervoso.

S/n - W-Wonwoo, foi mais de seis vezes! 

Meus olhos se arregalam mais. To quase deixando de ser pastel de flango.

Wonwoo - OQUE!?! 

Ela deita o rosto nos joelhos chorando desesperadamente.

S/n - eu vou me afogar na pia, Wonwoo! - grita deitando o rosto no meu peito.

Wonwoo - tu que não é nem doida de fazer mais nenhum mal ao seu corpo! Te como na porrada se você fizer qualquer coisa! - digo revoltado.

S/n - se eu tiver grávida oque vai ser de mim? Vernon e o Appa vão me matar. Vão me expulsar de casa!

Wonwoo - calma S/n, se eles souberem que foi estupro, vão entender.

S/n - eu não quero ser mãe com 14 anos, Wonwoo! - diz irritada.

S/n - e eles não podem saber de nada...

Eu a olho pensativo e a abraço.

Wonwoo - vai ficar tudo bem, você não vai estar sozinha... 

Ela me olha com os olhinhos brilhando.

S/n -... Você vai me proteger, não é? - pergunta manhosa, de um jeito infantil.

Wonwoo - você é minha... Eu não vou deixar mais ninguém te fazer mal. - digo fazendo beicinho.

 Ela toca no meu lábio com seu polegar, me olhando de um jeito simples que faz meu coração acelerar, e eu olho para outro lado, tímido.

S/n -.... Porque você sempre faz isso? - pergunta ainda me olhando.

Wonwoo - c-como? - pergunto nervoso.

S/n -... Sempre que eu te olho você desvia o olhar. 

Me sinto corar ficando mais nervoso.

Wonwoo - e-eu não faço nada. Isso é impressão sua. 

Ela sorri e meu coração palpita com força.

S/n - eu gostar você.

Sinto meu rosto queimar mais.

Wonwoo - gosta nada. Você é má com eu. 

Eu a jogo pro lado. Ela se senta ao meu lado bem próxima a mim e continua me olhando.

Tento olhar para todos os lados, menos para ela. Seu pijama não era curto mas mesmo assim, mexia com meu psicológico.

S/n - Wonwoo... Wonwoo, olha pra mim. - diz rindo, tentando puxar meu rosto.

Não é possível que ela esteja tentando me provocar assim.

S/n - Wonwoo... Wonwoo, mim olhe! - diz engatinhando para cima de mim.

Se eu ficar duro a culpa é dela.

Wonwoo - Argh! Mim deixe! Vai dormir, vai! - digo constrangido, deitando ela de costas para mim e a abraçando por trás.

S/n - Wonwoo, porque você não quer olhar no meu rosto? - pergunta rindo.

Apago o abajur e nos cubro com o cobertor, a ignorando.

Ela alisa minha perna com seu pé, rindo e eu coloco minha perna inteira sobre sua cintura tentando fazer ela ficar quieta.

S/n - Argh, Wonwoo! Você é pesado, não faz assim! - diz tentando tirar minha perna de cima de sua cintura.

Riu e tiro a perna de cima dela. 

Ela me olha fazendo cara feia e se aconchega em meus braços.


To fudido... Se eu cair na friendzone tomei no meu cú...


Notas Finais


Yehet!
Até o próximo cap, já já tem :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...