1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Youtubers - Férias >
  3. Saiko-Mar vermelho

História Imagine Youtubers - Férias - Capítulo 8


Escrita por: e Plutan_Nis


Notas do Autor


Petição pro Saiko postar mais foto

Capítulo 8 - Saiko-Mar vermelho


Fanfic / Fanfiction Imagine Youtubers - Férias - Capítulo 8 - Saiko-Mar vermelho

POV'S S/n

-Lubaaaa - Eu falei colocando a mão na barriga.

-Jisas! O que que eu posso fazer?

-Minha barriga!... Cólica...! - Trocava de posição toda hora até achar um que ficasse confortável.


~Alguns dias depois~


Eu estava com o Saiko jogando Mário em plena madrugada. Me encontrava com um vestido curtinho e rosa bem clarinho, um pouco transparente, onde se percebia facilmente minha lingerie branca, enquanto Saiko usava uma bermuda preta e uma camisa muito folgada.

-Ahh... - Eu bocejei, já estava com sono e pretendia deixar ele sozinho na sala de jogos.

-Se quiser pode ir, pode me abandonar - Ele fez uma carinha de tristeza.

-Eu posso ficar mais um pouco - Me aproximei mais dele no pequeno sofá e entrelacei nossos braços. Meus olhos estavam fechando e abrindo, quase cedendo ao sono, até que depois de alguns minutos, quando já estava praticamente dormindo, ouvi a voz do Saiko levemente alta.

-Tem alguma coisa estranha aqui... - Ele se levantou e foi ligar a luz, no mesmo instante percebi o que havia acontecido, pois minha pepeka estava molhada e senti o corrimento dentro de mim.

Mas antes que eu pudesse pensar em fazer qualquer coisa, a luz foi ligada, seu olhar foi para o sofá, que estava melado de sangue, ele viu minha lingerie branca, agora vermelha e olhou para sua bermuda. Eu tinha feito um desastre! O mar vermelho havia reencarnado em mim.

-Saiko! Saikinho! Me desculpa, eu não tinha percebido! Eu tava com sono e -

-Não tem problema calma, isso é normal - Ele veio até mim com o sorriso mais gentil do mundo.

-... Okay... Eu vou arrumar isso - Me levantei e peguei os lençóis que cobriam o sofá, quando ia sair ele falou comigo - Você vai trocar de roupa e se limpar?

-Ow.. Claro que sim!

-É que... Eu sempre tive curiosidade de saber como é transar com uma garota menstruada... - Saiko levantou-se do sofá e foi até mim, me prendendo na parede. Eu já havia largado os lençóis no chão com o susto e percebi suas mãos acariciando meu rosto, seu olhar era de pura malícia. Ele moveu sua perna para o meio das minhas.

Eu não consegui soltar uma palavra e apenas senti seus lábios tocarem os meus, era tão carinhoso o jeito que ele me tocava, sempre foi.

Depois que separamos o beijo pela falta de ar, senti suas mãos descendo pelo meu corpo e apalpando cada parte, me fazendo soltar gritinhos quando isso acontecia.

-Você ... Quer? - Falou enquanto nossos rostos ainda estavam muito próximos.

-Muito...

Ele retirou sua bermuda e deixou a mostra seu membro excitado. Suas mãos me fizeram sentar no chão o mesmo ficou de joelho, retirou meu vestido e sutiã com pressa e depois colocou seu amiguinho no meio de meus seios, deslizando para cima e para baixo, então, fiz com que aquele coisa enorme entrasse em minha boca (pelo menos uma parte), fazendo ele ficar mais excitado ainda.

Ele esfregava cada vez mais rápido e soltava seus gemidos delicioso, enquanto segurava os meus peitos e os apertava.

-S/n... - Ouvi ele gemer meu nome e logo depois, senti o líquido em minha boca, engoli tudo que podia e o resto escorria pelas laterais.

Ele se jogou um pouco para trás, ofegante, então me levantei e fui até uma gaveta, onde havia camisinhas, peguei uma qualquer e voltei para ficar em cima dele, que estava deitado no chão, se recuperando.

Abri o saquinho e coloquei a camisinha em seu pau. Me preparei e me sentei em cima dele, com muita força.

-Aah!! - Era uma dor enorme, eu estava tão arrependida por ter ido com tudo.

-Calma... Não devia ter ido assim.. Ah...

-Eu sei... - Senti uma lágrima escorre pelo meu rosto, mas ele me confortou, me dando um beijo e várias chupadas no pescoço, logo comecei a fazer movimentos com o quadril, movimentos curtos para depois acelerar.

Saiko segurou minha bunda e começou a move-lá, ainda doía, mas não tanto quanto antes.

Ele quis ficar em cima e jogou minhas pernas para cima, me deixando totalmente aberta. Senti as estocadas rápidas e meus gritos de dores se misturavam com os gemidos arrastados.

Tudo foi ficando mais acelerado e nossos corpos mais suados. Senti as mãos dele deslizarem pelo meu corpo, até chegar aos meus peitos, os apertando e fazendo e segurando e puxando os bicos de peito, enquanto dava estocadas cada vez mais fortes.

-Saiko...ahm.. Rodrigo! - Gemi seu nome várias e várias vezes, tentando demonstrar que estava chegando ao meu máximo... E cheguei. Ele continuou por alguns segundos até chegar também, me dando um beijo feroz de língua.

Depois dos nervos se acalmarem, decidimos tomar banho juntos.

-Seu corpo é lindo - Falei dando um sorrisinho.

-O seu é mais ainda - Ele me puxou para um beijo demorado, segurando meu corpo para junto do seu, enquanto a água escorria em nós.

No fim, eu fui para o meu quarto ainda mais cansada, mas pelo menos satisfeita.


Notas Finais


Saiko e seus fetiches estranhos

Obrigada por leeeer ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...