História Imagine:jin. Uma nerd e um popular. - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 196
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 42 - Cachorros invadem a casa


Anterior:

- bem… - passo a mão no cabelo - qual vai ser o meu diabinho que quer banca o ladrãozinho pro papai?

Agora:

Kill mostra os dentes e Perigo começa a corta o ar com as garras.

"Que coisa mais linda".

- vamos fazer um sorteio - olho em direção a cozinha,observo Robvalvids bravo com seu cachorro (o Vilão) e abro um sorriso travesso - quem roubar a carteira de Robvalvids?

Os dois latem e correm em direção a cozinha. Eu vou ate a sala,me sento no sofá e ligo a TV. Enquanto escuto os gritos de Robvalvids e os latidos dos demônios.

- SAI CARALHO! JÁ NAO BASTA UM,E VEM DOIS!

não demora muito para que meus pestinhas retornem ao meu encontro. Ambos dispundindo pra vê quem vai ficar com a carteira para mostra para o papai. Ou seja,eu.

- hum… - aliso a cabeça de ambos - tô endo que deu empate.

Kill Rugiu. Perigo bateu a pata no chão e rosnou.

- há não fiquem assim… - me levanto do sofá - e vocês não tem só uma pressa.

Eles me seguem como se fossem meus servos. Vamos até o meu carro,abro a port de trás e eles sobem.

- lembreçem que a polícia não pode vê-los - fecho a porta e abro a porta do motorista - se desapontarem o papai não vão voltar a brincar com vocês tao cedo - coloco o cinto e fecho a porta.

Espero uns dois minutos para eles se esconderem.

- prontos?

Kill late e o Perigo mostra o rabo,no local do seu esconderijo e abro um sorriso. Dou a partida e vamos para a casa do Jin.

- agora e que o show vai começar.

~ Jungkook ~

chegamos na casa de s/n e o pai dela,pareceu não gosta de vê sua filha seguida por três garotos.

- quem são vocês? - ele pergunta saindo do abraço da família.

- Pai… - (S/n) tenta impedi-lo de se aproximar do Jin - er… Como foi a viagem?

- qual e seu nome m rapaz? - pergunta o pai de s/n para Jin - o que você e da minha filha?

"Eita,que a treta vai começar".

- sou Jin - fala olhando para s/n e depois para o pai de s/n novamente - sou o namorado da sua filha.

- O QUÊ? - o pai de s/n muda de expressão de reio para papai furioso.

"Fudeu"

Olho para a porta que ainda está meio aberta.

"Fugir e uma boa opção".

Enquanto o pai de s/n exigia explicaçoes da filha e Jin tentando defende-la. Eu tento sair de fininho,mas o peste do Rap Monster não deixa.

- você não vai mesmo deixar que s/n se ferre sozinha? - ele perguntou sussurrando e me empurrando para dentro da casa,novamente.

- fugir. Não tá vendo,não. - sussurro de volta.

- seu idiota - ele bate na minha cabeça - temos que ajuda-la.

- com essa fera aí - infuco com a cabeça em direção ao pai de s/n que parecia esta prestes a dar um soco na cara do Jin - nem que me pagassem.

- e se eu te emprestar o meu carro…

- feito! - interrompo sua fala e aberto sua mão - vou querer usar ele ate lançarem outro melhor.

- eu só não te bato,por que estamos na casa de (s/n). - ele sussura e me empurra em direção a briga.

Me aproximo do pai de (s/n) e toco seu ombro.Ele se vira bruscamente pra mim e me olhar com os olhos cheios de pura raiva.

"E hoje que eu vou vê o céu".

Engulo um seco e digo:

- oi. Tudo bom senhor? - abro um sorriso forçado - como foi sua viagem? - coloco as mãos para trás e faço sinal para Rap Monster,do tipo:"cai fora,agora!" - Saiba que sua filha e muito inteligente. - Rap Monster entende,pelo menos,e o que eu espero. E puxa Jin de lado e fala alguma coisa no seu ouvido - Sabia que ela nos ensinou direitinho o conteúdo.

- que conteúdo? - ele me olha ameaçador.

- o… conteúdo da… trabalho - "droga! Devia ter pensado em uma mentira melhor".

- como assim:"da trabalho"? - ele se aproxima mais de mim,com seus olhos penetrantes - por acaso você está mentindo pra mim? E isso rapazinho?

- Au,au,au! - escuto latidos vindo de algum lugar da casa.

- mas o quê? - o pai de s/n se vira em direção aos latidos.

- AU! AU! AU! - os latidos aumentam e surgem dois cachorros da raça Wolfdog (a:amo essa raça,pena que meus pais não me deixam criar um desses).

- HAAAAAAAAAAAA! - todos gritam.

O pai de s/n tenta chegar ate a filha,mas sem sucesso. O primeiro cachorro latia e mostrava os dentes para todos que se meterem a besta na frente dele. o segundo do mesmo jeito, a diferença e que com ele você tem três segundos para sair da frente dele antes de sofrer um arranhão ou coisa pior.

- CUIDADO,(S/N)! - Jin grita,enquanto o segundo cachorro vai até s/n.

Ela grita e se encolhe esperando o ataque. Mas o cachorro não faz nada. Quer dizer… Ele se sentou bem próximo dela com o rabo balançando de um lado para outro e latindo. E de vez em quando ficava andando com as patas traseiras. Como se quisesse mostra um pequeno show. A expressão de s/n muda de apavorada para alegre. Ela bate palmas,o que só faz o bichano lati mais e fica dando voltas em torno das suas pernas. Ela por fim se agacha e toca na sua coleira,que eu nem ae quer tinha notado. Ela arranca um papel que estava preso na coleira,ler rapidamente, abre um sorriso e rasga o papel em pedacinhos.

- (S/N)! - o pai dela grita em cima da mesa. - NÃO TOQUE NELE! PODE TER DOENÇA!

"Ata,que ótimo pai heim".

Olho para o cachorro que estava brincando com s/n e o outro que estava latindo,pronto para atacar o pai de (s/n),que estava tentando se defender com uma cadeira.

- JUNGKOOK! - Rap Monster estava pendurado na escada,literalmente - FAZ ALGUMA COISA DESGRAÇA!

- e o que eu posso fazer? Dar risada?

- que fofo - Jin esta ao lado de s/n,passando a mão no pelo do cachorro - quero ele pra mim.

- como será que eles entraram aqui? - perguntei subindo a escada para ajuda a "inteligência" que se pendurou na porra da grade da escada.

- É EU SEI LÁ! - Rap Monster sai da grande e cai no chão - AI PO…

- 'lembreçem que estamos na casa de s/n' - repito sua fala de um tempo atrás.

- POXA! - ele se levanta e corre descendo a escada ate chegar na cozinha pra tentar ajudar o senhor-irritado.

- Jungkook! - Rap Monster me chama.

- eu - me aproximo dele que estava segurando uma tampa de uma panela e uma colher de madeira (daqueles que vovós usam para mecher a panela) - pra quê usar isso,criatura?

- pra se defender,mané - ele me entrega uma frigideira.

- JIN! VENHA AJUDAR TAMBÉM!

- já vou

Ele chega na cozinha e Rap Monster lhe entrega uma vassoura.

- ótimo - digo ironicamente - os três mosqueteiros!

Continua???


Notas Finais


Voltei gente! Sentiram muitas saudades? Espero que sim.
Agora podem se animar! PIS eu voltei pra ficar!
EPA! Rimou.😂 gostei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...