1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines - Animes >
  3. Yoriichi Tsugikuni - Relaxamento

História Imagines - Animes - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Um pequeno momento intimo, apenas🤡
Espero que gostem! Rsrs

Capítulo 6 - Yoriichi Tsugikuni - Relaxamento


Fanfic / Fanfiction Imagines - Animes - Capítulo 6 - Yoriichi Tsugikuni - Relaxamento


18 | Strapon | Soft femdom 

_________________________________________




Yoriichi nunca foi muito comunicativo. Mas com o passar dos anos lutando lado a lado como caçadores de demônios, você aprendeu a entendê-lo através de olhares e pequenas ações. 


Por isso seu relacionamento com ele era preenchido de amor, respeito, confiança e entendimento. 


As poucas palavras que Yoriichi pronunciava eram sempre mais significativas do que as de outras pessoas, então cada vez que ele abria a boca você ouvia atentamente, e as parecia com tudo que têm. E quando ele tem dias difíceis que exigem cuidados, você sabe dizer exatamente o que ele precisa após uma breve olhada. Tal como ocorreu hoje, quando ele chegou a noite, cansado e apenas enterrando a cabeça em seu colo enquanto acariciava seus quadris num pedido quieto.



--- Eu te amo, [Nome]. - Ele diz baixinho com o rosto pressionado contra o travesseiro, cabelos negros e vermelhos grudando contra a pele suada e ruborizada. Seu coração inflou de amor com as palavras de seu namorado, sentindo-se nada menos que grata e honrada. 


--- Eu também, Yoriichi! - Você sorri, beijando as costas dele enquanto continua a massagear a bunda que, assim como todo o corpo do maior, é dura e bem definida. - Eu amo olhar você de frente, mas hoje quero muito te foder por trás. Eu vou te encher de beijinhos na nuca, amor! - Você diz tão animadamente que parece difícil para o maior te ver com algo além de inocência, mas ele conhece bem suas perversidades; e adora cada uma delas.


Com um aceno sutil de cabeça, ele inclina os quadris, elevando-os de forma a ser confortável seu manuseio sobre ele. Você e Yoriichi tinham uma relação bastante baunilha no início do relacionamento, antes de se abrirem mais um para o outro. Embora não tivesse muitos desejos, o que Yoriichi mais queria era te proporcionar tanta felicidade quanto você dava a ele no dia a dia. Acontece que você quis muito tentar ser quem o penetrava, e após ser facilmente persuadido, ele amou. Agora, era tão comum e ainda tão prazeroso. 


--- Vou te preparar muito bem para mim, Yoriichi. - Você respira contra a pele pálida e coberta de pequenas cicatrizes, mordiscando levemente a bunda do namorado enquanto o segurava com uma mão e com a outra, acariciava as bolas dele gentilmente. Você colocou a língua para fora pressionando-a contra ele, e a arrastou até o meio das nádegas. - Abra mais as pernas, amor. - Yoriichi fez imediatamente, permitindo que você afundasse a língua na entrada de seu traseiro, sentindo sua saliva quente, qual para lubrificá-lo você soltou em excesso, quase escorrer entre a bunda. Quando você insere a língua nele, Yoriichi grunhi baixinho, remexendo os quadris levemente. Você move a mão das bolas dele até o pau, acariciando lentamente enquanto o lubrifica tão bem quanto pôde, para que o pau de plástico que reside em sua virilha não o machucasse.


--- Estou pronto. - Ele grunhiu, movendo os quadris lentamente, querendo muito sentir sua língua mais profundamente, e ao mesmo tempo que sua mão se movesse mais rápido contra ele. Yoriichi, após um dia cansativo matando Onis, só queria alivio e amor. Você o ignorou por alguns momento, babando sobre a bunda dele um pouco mais antes de ficar satisfeita e se afastar, movendo ambas as mãos para espalhar as bochechas da bunda dele. 


--- Você está piscando pra mim, Yoriichi. - Você passa o dedão por cima do botão escorregadio, sorrindo docemente para o olhar de soslaio do namorado. Você se elevou sobre ele, envolvendo os braços através de Yoriichi e abraçando-o por trás enquanto esfregava o pau gelado contra as bolas de Yoriichi por trás, este que arqueou as costas pela sensação repentina, virando o rosto do travesseiro para te olhar de lado com olhos marrom-avermelhado intensos. - Se prepare, amor. - Você suspira felizmente, puxando o corpo muito maior dele de lado, de forma de ele estivesse deitado sobre as costelas na cama e você atrás dele, envolvendo a perna inferior por debaixo de Yoriichi e com a superior erguida para que seu joelho servisse de apoio para a perna do maior. Yoriichi ergue a perna esquerda lentamente e a repousou sobre seu joelho, inspirando profundamente com o corpo quente. Ele estremeceu com suas mãos vagando sobre o peito tonificado até a base do pau, qual você agarrou firmemente. Sentiu também sua outra mão vagar para baixo, atrás das costas, e sorriu minimamente ao sentir você usá-la para guiar o penis falso até o anus dele, esfregando a ponta gentilmente antes de forçar a entrada. Você colou os lábios na nuca suada do namorado, que exclamou seu nome baixinho , inclinando os quadris para trás. Yoriichi já se via embriagado pela sensação de sua mão o acariciando e seu pau o adentrando tão gentilmente, com tanto amor. Esses momentos íntimos são os favoritos dele. - Yoriichi… - Você murmurou contra a pele dele, beijando-o suavemente todo o processo de afundar o pau dentro dele. Mesmo que não sentisse prazer real nesse ato, a sensação de ser quem adentrava Yoriichi, quem cuida e o faz sentir-se bem, é mais que extasiante para você.


--- Eu apreciaria seus movimentos, [Nome]. - Ele diz num tom quase manhoso, virando o rosto para olhá-la com quase desespero. A visão de seu homem com o rosto impassível, mas tão vermelho e com um brilho ansioso refletido nas íris brilhantes, a fez fez gemer levemente, apaixonada demais para conter sons de amor que insistiam em passar pela sua garganta. Você moveu o quadril para trás no mesmo instante em que inclinou o rosto através dos ombros largos do namorado e uniu seus lábios, voltando a afundar o pênis num impulso forte que fez Yoriichi soluçar entre o beijo, abrindo entrada para você enfiar a língua adentro.


--- Eu te amo muito, muito mesmo, Yoriichi. - Você entra entre o beijo, movendo os quadris a uma velocidade considerável e em momento algum tirando a mão do pau dele, que já havia pingado tanto pre-semen  que deixou sua mão escorregadia. 


--- Ehumm… Também - Ele suspira felizmente, mal tendo tempo para dizer algo enquanto você volta a beijá-lo avidamente, sugando a língua do maior com mais força conforme o senti  estremecer com seus toques, mordendo o lábio inferior antes de voltar a beijá-lo fervorosamente, batendo os quadris contra ele tão duramente que os sons de tapa ecoaram por todo o cômodo. - [No-nome]. - Yoriichi engasgou, se afastando do beijo molhado com olhos trêmulos e língua ainda de fora, os conectando com um fio de saliva. Os olhos dele estavam numa linha tênue entre fechar os olhos fortemente e continuar a encarar seu rosto amorosamente. Você sabe bem o que esse olhar significa, e sorri para o namorado enquanto observa o fio de saliva se desfazer conforme ele lambe os lábios vermelhos e inchados, e então beijou o lóbulo da orelha dele levemente, inspirando o cheiro de Yoriichi antes de murmurar.


--- Goza pra mim, sim? Eu estou esperando tanto. É só relaxar, amor. - Diz, beijando a curva do pescoço dele gentilmente enquanto Yoriichi acena com a cabeça, movendo a própria cintura de encontro a sua.


Sua mão se apertou contra o pênis dele, e você fez questão de envolver a palma da mão na cabeça do pau e acariciá-lo rapidamente em círculos antes de voltar ao sobe e desce veloz, vendo Yoriichi abrir os lábios em um gemido silencioso, fechado os olhos enquanto volta a olhar para frente e respirar profundamente contra os lençóis, sentindo seu pau bater profundamente nele, apesar da posição desfavorável. Suas batidas ficaram menos fortes, porém mais rápidas e focadas, atingindo continuamente a próstata do maior a fim de fazê-lo gozar. E ele o fez. 


Yoriichi jorrou seu esperma por cima da sua mão, fazendo o líquido branco manchar os lençóis. Você não parou de mover os braços e quadris até que Yoriichi olhasse para trás novamente, encarando seus olhos ferozes com nada além de cansaço e adoração. 


--- Obrigado. - Ele suspira, gemendo quando você afastou a mão dele e retirou o pau do buraco agora dolorido. 


--- Por nada, amor. - Você sorri de volta, abraçando-o novamente por trás enquanto abaixa a perna que antes estava levantada, envolvendo-se atrás de Yoriichi com muito carinho. O maior sentiu seu pênis falso contra as bolas e o próprio pau flácido, e olha para baixo para ver apenas a cabeça do penis aparecer por entre as coxas dele. A visão contrastante do cor clara dele e a cor quase néon do seu o fez sorrir suavemente, inclinando o pescoço para sentir mais de seus beijos no pescoço, fechando os olhos suavemente. - Descanse bem, ok? Amanhã você ficou de ensinar a respiração para os mais novos recrutas. 


--- Sim. - Ele suspirou feliz, relaxando com seu calor aconchegante atrás dele, sentido-se satisfeito e relaxado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...