1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines - Harry Potter >
  3. Hermione Granger

História Imagines - Harry Potter - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Hermione Granger


Pedido especial da: POTTAH_XXXX

Espero que goste!🥰

Ciúmes.

Não é que eu a tenha. Eu simplesmente odeio competição. Eu sempre tive. E Hermione Granger é a maior competição que tenho. Ela sempre consegue aquela nota mais alta do que eu, sempre consegue a resposta daquela pergunta alguns segundos antes de mim, sempre aquele livro à minha frente. Ela parece me vencer em tudo, exceto no quadribol. Graças a Godric Hermione não joga quadribol. Eu sou um bom caçador, então pelo menos eu ganhei dela em alguma coisa. Mas isso ainda não é suficiente.

— Ei, Hermione, eu não entendo essa pergunta. - Ron diz. Eu reviro meus olhos. As pessoas sempre pedem ajuda a Hermione com o dever de casa.

— Ron, eu já te ajudei com quinze perguntas, no que você poderia estar preso? — Ela se encaixa. Eu reviro meus olhos. Ela pode ter inteligência, mas Merlín, ela pode ser rude e condescendente Então, por que sempre tenho essa sensação engraçada quando ela está perto de mim? Depois de um tempo com Hermione ajudando Ron com o dever de casa, eu finalmente decidi sair da sala comunal. 

Eu finalmente decido o que preciso fazer para tentar obter aquela marca extra acima de Granger.

Bato na porta de Lupin antes que me digam que posso entrar. — Como posso ajudar senhorita S / N? — Ele pergunta.

— Eu só estava me perguntando se você teve alguma aula extra de algum tipo ... Estou tentando tirar notas mais altas, você ... — Lupin começa a rir.

— Notas mais altas? S / N, suas notas estão perfeitamente bem. Mas se você deseja se destacar ainda mais, vou permitir que você assista a algumas das minhas aulas do sétimo ano. — Ele oferece. Eu sorrio brilhantemente.

— Obrigado professor! — eu respondo feliz. Quando estou prestes a sair, ele fala.

— Isso não tem nada a ver com bater em uma certa Granger, tem? — Ele pergunta.

— Não senhor. Por que você presumiria tal coisa? 

[...]

— Peguei 10 de 35. — Ron fala para Hermione e Harry. Hermione zomba.

— Como? Apenas a outra erva daninha que te ajudei com vinte das perguntas. — Ela sibila.

— Bem, eu quase esqueci... — Rony responde timidamente.

— 33 de 35. - Ela responde alegremente. — As últimas perguntas foram para o sexto e sétimo ano, ninguém aqui poderia ter respondido. — Ela diz. Os dois meninos olham para ela de maneira impressionante.

— Bem, se você conseguiu tanto, duvido que alguém tenha se elevado. — Harry assume. Eu limpo minha garganta.

— Na verdade isso não é verdade. — Eu me intrometo. Hermione sempre faz isso comigo quando estou falando com meus amigos, então agora é a minha vez.

— O que você conseguiu então? Porque Hermione conseguiu 33. — Ron explica como se eu devesse ficar impressionado.

— Eu estou ciente disso. Mas eu tirei a nota máxima. — Eu digo. O trio me encara com a boca aberta.

— C-como? Ele não aprendeu sobre as últimas perguntas e ler um livro sobre elas levaria mais de duas semanas para memorizar completamente em um ritmo acelerado, mesmo para mim. — Hermione diz. 

— Você pode não ter aprendido as últimas perguntas, mas eu sim. — Respondo antes de sair da sala quando a aula acabou. Mas isso não encerrou a conversa, logo Hermione estava andando ao meu lado.

— Você tem que me dizer como você fez essas perguntas! — Ela exige. Eu rio de seu desespero. Ela é bonita quando está frustrada, espere, o quê?

— Por favor. — Ela me acerta no corredor, fazendo as pessoas reclamarem ao passar por nós. — Não posso falhar em outro teste por alguns pontos novamente.— Ela implora. Eu olho em seus olhos castanhos e suspiro.

— Tudo bem, me encontre na biblioteca depois de Adivinhação. — Digo antes de sair. Eu posso sentir ela sorrindo atrás de mim, o que me faz sorrir.

[...]

Eu entro na biblioteca para ver Hermione lá com tudo já montado, lendo um livro para tentar entender o assunto. Não funciona, você tem que ter aulas para chegar.

— Ei — Peço que ela se sente à minha frente.

— Este livro não faz sentido. — Ela responde folheando as páginas com raiva.

— Ok, vou te ensinar, mas não há necessidade de descontar a sua raiva nas páginas. — Eu ri. Ela ergue os olhos timidamente.

Depois de horas de ensino, mal chegamos à metade do trabalho, mas nos saímos extremamente bem, considerando que tínhamos tão pouco tempo e muito o que fazer. Conseguimos encaixar pequenos pedaços de conversa também. Na verdade, ela é muito legal, o que é uma pena para mim, porque tenho muito ciúme do fato de que ela está pegando todas essas informações mais rápido do que eu.

— Devemos parar agora. — Digo percebendo a hora de fechar meus livros e colocá-los na bolsa.

—Sim, provavelmente você está certa. - Hermione boceja. — Obrigado por me ensinar tudo, agradeço muito. - Ela sorri docemente. Por que tudo sobre ela é tão fofo?

— De nada, você é fácil de ensinar já que aprende tudo rapidamente. — Eu explico. Ela dá um meio sorriso para mim. Caminhamos em direção à sala comum juntos lentamente, enquanto conversamos.

— Eu estou bem, mas sempre tive a sensação de que você não gostava de mim ... — Hermione admite enquanto conversamos sobre nossos amigos.

— Nunca detestei você, mas acho que sempre tive ... ciúme de você ... — Respondo. Hermione levanta as sobrancelhas em choque.

— Por que diabos você ficaria com ciúme? De mim? — Ela perguntou incrédula. Eu encolho meus ombros.

— Você sempre foi um pouco mais esperto que eu em tudo e isso me frustra. — Eu admito. Ela me lança um olhar simpático.

— Pode ser verdade, mas você é muito melhor no quadribol, fazendo amigos, chamando a atenção dos meninos, sendo corajosa e ainda por cima você ainda é superinteligente, tudo o que sou é inteligente ... — Balanço a cabeça para sua frase.

— Não Hermione não pense assim, não é verdade. — Eu a reasseguro. Nós chegamos à sala comum. É tão tarde que sobrou uma pessoa que acaba indo para a cama alguns segundos depois.

— Obrigada por tudo. — Hermione sorri aquele sorrisinho fofo para mim. Eu coro. 

— D-de nada. — Eu respondo. Ela beija minha bochecha antes de subir as escadas para seu dormitório. Eu coro meus dedos na minha bochecha. — Uau. — Eu rompi.

__________________________________________

Traduzido de: idktillie

Bebam água e se cuidem.

Amo vocês!💖

Kisses - Candy Malfoy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...