História Imagines BTS - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bangtan, Bts, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Visualizações 910
Palavras 614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que goste ❤
@Lihyoung

Capítulo 55 - Especial Jungkook - Lívia


Fanfic / Fanfiction Imagines BTS - Capítulo 55 - Especial Jungkook - Lívia

~ Jungkook e Lívia começaram a namorar a mais ou menos 1 ano. Sempre tiveram uma relação muito intensa, o que as vezes era bom, e as vezes bem ruim.

Já faziam dois dias que não nos falávamos depois que brigamos. Jungkook sempre foi cabeça dura. O que tinha de fofo em alguns momentos, tinha o dobro de estourado em outros.

Hoje seria sua apresentação junto com o Jimin, e mesmo sem estar falando com ele, não perderia por nada. Sabia que seria importante para ele, e o quanto ele se esforçou para que saísse tudo bem. Uma das coisas que eu mais amava nele era esse seu lado apaixonado pelo que faz e a maneira que se esforça e dá o seu melhor em tudo.

Iria ver a apresentação, e tentar acabar com essa briga boba.

_ Jungkook _

Briguei mais uma vez com a Lívia, de novo por bobagem, de novo por minha culpa.

Hoje seria minha apresentação e meu nervosismo só aumentava por não saber ao certo se ela viria ou não. É muito importante pra mim quando ela está presente. Queria ir até ela me desculpar e pedir para que venha, mas fui impedido.
Chegou a hora da apresentação e eu estava nervoso.

- JK se acalme, tenho certeza que ela veio -Jimin tentou me acalmar.

- Será? Se ela não tiver vindo, nunca vou me desculpar.

- Não pense assim. Ela veio, confie.

Assenti com a cabeça e entramos. Começamos a apresentação e eu me esforcei ao extremo para me concentrar, acabou dando certo.

No meio da coreografia, consegui vê-la entre a plateia. Foi inevitável o sorriso e uma sensação boa invadiu meu corpo, sinto que melhorei bastante depois disso.

Acabamos e saímos do palco.

- Ela veio, não é? -Jimin disse sorrindo.

- Veio -sorri- Também a viu?

- Não, é que essa sua cara de bobo não nega -ele riu.

- Preciso ir até ela, será que consigo?

- Peça que a levem no camarim, é melhor.

- Vou fazer isso -falei com um dos staffs e pedi para que a encontrassem e a levassem no camarim, eu estaria a esperando lá.

Já se passaram alguns minutos desde que pedi que a buscassem.

- Será que ela já foi? -disse andando de um lado pro outro.

- Se acalmee, está me dando agonia vê-lo andando pra lá e pra cá -Taehyung disse já impaciente.

A porta abriu e eu olhei rapidamente na direção dela. Era ela.

- Você veio -sorri e fui até ela.

- Achou que perderia? -retribuiu o sorriso. Não sei como consegui viver esses dois dias sem o sorriso dela.

- Obrigado -a abracei apertado e fechei os olhos- Achei que não fosse vir.. por estar chateada comigo..

- Eu ainda estou chateada, mas não perderia por nada..

- Me desculpa? -nos soltamos e eu a olhei nos olhos- Fui um bobo, novamente.. Deixei o ciúme falar mais alto e te magoei mais uma vez.. Só quero que saiba que tenho medo de perdê-la -grudei nossas testas, segurando levemente sua cintura- Você foi uma das pessoas mais importantes que entraram em minha vida, e eu não quero que saia nunca mais. Prometo me controlar daqui em diante. Só por favor, não fique mais sem falar comigo tanto tempo, está bem? Nem fique tanto tempo sem cozinhar pra mim, nem dançar comigo, e cantar enquanto toma banho. Eu amo muito você, muito, sou totalmente dependente de você agora, e isso não chega nem perto de ser ruim.

- Eu também amo você.. -ela sussurou enquanto chorava e ria baixinho ao mesmo tempo.

Limpei seu rosto e a beijei devagar, enquanto os outros reclamavam no fundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...