História Imagines BTS - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bangtan, Bts, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Visualizações 812
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que goste *-*
@Kpop_imagines

Capítulo 57 - Especial Jimin - Talita


Fanfic / Fanfiction Imagines BTS - Capítulo 57 - Especial Jimin - Talita

~ Talita e Jimin namoravam há algum tempo, mas não estava sendo fácil nos últimos meses.

Não agüentava mais as crises de ciúmes do Jimin. Isso estava me tirando do sério e eu estava me controlando para que não terminasse tudo de uma vez.

Ele estava reclamando, gritando na verdade, desde que eu pisei dentro de casa. Só por umas fotos de um modelo que fui eu quem tirou.

Cheguei no meu limite.

- Jimin já chega –falei o mais calma possível e levantei- Já deu, cansei dessa palhaçada aqui. Não preciso te explicar mais nada porque você não é uma criança e já sabe da realidade. Qual é, vai dar esse show toda vez que saírem fotos de algum ensaio que eu fotografei? Nunca mais teremos paz. Eu quero um tempo, está bem? Respeite isso, e só me procure novamente quando tiver maturidade o suficiente para entender e respeitar o meu trabalho. Até lá, me deixe em paz. Com licença –peguei minha bolsa e saí. Voltei para casa pensativa, mas não estava arrependida.

Jimin

Alguns dias se passaram desde que ela esteve aqui e me pediu um tempo. Achei que voltaria no dia seguinte, mas não voltou. E aí a ficha caiu. Eu estava prestes a perdê-la.

Queria ir correndo atrás dela e me desculpar. Fui um bobo imaturo e estava arrependido por isso. Mas não fui, dei o tempo que ela pediu, aproveitei para conversar com o Jin hyung e bolar alguma coisa para reconquistá-la novamente.

- Hyung, posso falar com você um minuto?

- Claro Jimin, o que foi? –nos afastamos um pouco dos outros.

- Preciso de ajuda..

- Aconteceu algo?

Expliquei tudo o que havia acontecido para ele.

- O melhor que você fez foi ter dado a ele esse tempo. Se acalme, está bem? Não irá perdê-la. Sei que ela o ama, só precisava desse tempo para pensar, e para você repensar suas atitudes. Vejo que está arrependido, ótimo. Agora pense um pouco.. Ela virá aqui daqui a dois dias para um ensaio conosco, pode ser a sua chance.

Pensei, pensei e pensei no que Jin me disse. Tive uma ideia e decidi colocá-la em prática.

Chegou o dia do ensaio e eu estava nervoso.

Ela chegou e começou a arrumar seu material. Estava linda, como sempre. Parecia séria, muito profissional. Respirei fundo e pensei se este era o momento, mas caso não fizesse hoje, talvez não tivesse outra chance dessas.

O ensaio começou, eu seria o último, ótimo.

Um a um os meninos foram fotografando. Chegou a minha vez e eu fui para o cenário. Ela se organizou e perguntou se eu estava pronto, sua frieza chegava a doer, mas eu não iria desistir. Disse que estava pronto e logo começamos. Na terceira foto eu tirei uma caixinha do bolso e me ajoelhei em frente à câmera. Ela parou as fotos e estava me olhando surpresa, e emocionada.

- Aceita se casar comigo? Sei que não sou o cara perfeito, nem o mais compreensivo, mas eu amo você mais que a mim mesmo. Você chegou e transformou tudo, deu outro sentido à minha vida. Sei que tenho defeitos que lhe tiram do sério, e foi um desses que me afastou de você. Mas eu estou disposto a mudar isso, prometo que serei o melhor namorado, noivo e marido do mundo –sorri ao vê-la sorrindo boba, chorosa e emocionada- Me aceita de volta? Vamo colocar em prática nossos planos de ter uma família junto?

- Seu bobo –ela riu sorrindo- É claro que eu aceito –disse vindo até mim. Levantei e a abracei forte.

- Não me deixe nunca mais.. –sussurrei. Nos soltamos, eu coloquei o anel em seu dedo e a beijei devagar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...