1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines BTS >
  3. Kim Taehyung

História Imagines BTS - Capítulo 52


Escrita por:


Capítulo 52 - Kim Taehyung


Fanfic / Fanfiction Imagines BTS - Capítulo 52 - Kim Taehyung

Sabe uma pessoa que estava tensa? Esse alguém era eu. 

Nesse exato momento estava sentada de frente para Taehyung, que suspirava de 5 em 5 segundos. 

Ele havia me chamado pra vir até a casa onde morava com os meninos pois disse que queria falar comigo. 

Meu coração estava acelerado desde a hora que ouvi seu pedido. Já estava esperando uma bomba. 

-Tae, estamos aqui há alguns minutos e você não disse nada, pode começar a falar? -Pedi já impaciente. 

-Calma, isso é difícil. -Ele falou colocando a mão no rosto. 

-Imagino, não parou de suspirar. 

-Tá, vamos lá. -Ele suspirou e tirou a mão do rosto. -Eu quero terminar com você. 

-O que? -Perguntei chocada o fazendo me encarar.

O que Taehyung estava falando? 

Ele estava bêbado?

-É isso, quero terminar com você. -Diante sua resposta, meus olhos começaram a queimar e eu já os sentia encher de lágrima.

-Por que? -O questionei com a voz trêmula. 

-A gente não está mais dando certo, sou um idol e você uma garota simples, não tem como. 

Suas palavras me atingiram duramente. 

Então quer dizer que tudo que vivemos foi uma mentira?

 -Por que está fazendo comigo? 

-É melhor pra gente. 

-Tudo bem. -Disse me levantando. -Antes de ir, posso te fazer duas perguntas? 

-Pode. -Sua voz saiu fraca. 

-Você me traiu? Eu fiz alguma coisa de errado? 

-Não para as duas perguntas.

-Bom, não vou estender muito nossa conversa. -Falei suspirando. -Você já disse tudo que tinha que dizer, só espero que seja feliz. 

-Igualmente. -Assim que ouvi isso de Taehyung, virei minhas costas e fui embora. 

Durante o percurso até a saída, lágrimas e mais lágrimas saiam dos meus olhos. 

-Florzinha? -Jimin veio correndo em minha direção. 

-Oi? -Sorri forçada enquanto limpava meu rosto. 

-Está tudo bem? 

-Claro, não estaria bem, por quê? 

-Ah, florzinha...-O mais velho me puxou para  uma abraço e eu não me aguentei, apenas desabei. 

-Por que ele fez isso comigo, Jimin? 

-Florzinha, vai ficar tudo bem. -Ele falava enquanto passava a mão em meu cabelo. -Quem sabe um dia vocês não se entendem?

-Está doendo. 

-Eu sei, mas vai ficar tudo bem. -Falou me apertando em seus braços. -Quer que te leve em casa? 

-Não precisa. -Me soltei limpando meu rosto novamente. -Desculpe por isso. 

-Não precisa se desculpar. -O mais velho sorriu. -Me avise quando chegar em casa, por favor. 

-Certo, obrigada pelo apoio. -Abri um sorriso fraco. -Tchau. 

Me despedi de Jiminnie e peguei meu caminho rumo ao meu apartamento. 

Precisava de uma coberta, chocolate e um filme. 

1 ano depois... 

Depois que Taehyung terminou comigo, peguei férias dois meses depois, por isso fui para o Brasil. Foi ótimo, fiquei com minha família, revi amigos, mas uma coisa não mudou nesse tempo. 

Nem em um mês no Brasil, nem um ano depois do ocorrido.

O meu sentimento pelo Tae. 

Namoramos por mais de 1 ano, vivemos muitas coisas, passamos por muita coisa, não é fácil. 

Até poderia ficar pensando mais sobre isso, mas meu celular tocou e o nome do meu ex namorado brilhava na tela. 

Respirei fundo e atendi a ligação. 

Seja o que Deus quiser. 

-Alô? 

-Jagi? -A voz grossa dele ecoou me causando arrepios.

 -Olá, Tae...

-Como você está?

-Estou bem e você?

-Estou bem. -Ouvi seu suspiro. -É bom ouvir sua voz de novo. 

Meu coração bateu forte depois de sua confissão. 

Eu também sentia falta de ouvir sua voz.

-Te liguei pra saber se podemos conversar, estou perto da sua casa, posso passar ai? -Ele perguntou. tenso. 

-Hãm...pode. -Fechei meus olhos com força. 

-Tudo bem. -Pelo tom de voz, ele parecia animado com minha resposta. -Chego ai em cinco minutos.

-Vou te esperar. 

Após dizer isso, desliguei a ligação nervosa e olhei em volta.

Pelo menos minha casa estava arrumada e eu estava apresentável.

Como ele disse, cinco minutos depois minha campainha tocou. 

-Entra ai, pode ficar a vontade. -Falei enquanto abri a porta. 

-Obrigado. -Ele entrou e se sentou no sofá. 

Fechei a porta e caminhei até me sentar do seu lado. 

Ele estava tão lindo, seu cabelo estava maior e seus olhos brilhavam.

-Vou direto ao ponto. -Começou falando. -Quero te pedir desculpa por aquele dia, não sabe o quanto chorei, pelo término, por saber que chorou também, por lembrar que não teria mais você mais perto de mim. 

-Então por que terminou? Por que disse aquilo tudo pra mim?

-Fui bobo, na época me obrigaram a isso e não tive outra saída. Não consegui negar, estava com medo de prejudicar os meninos, muita coisa passou pela minha cabeça. -Ele me encarava a todo momento.

Preciso nem dizer que meu coração não parava de bater forte, né?

-Até entendo, não sei o que faria no seu lugar. 

-Mas eu deveria ter tentado, podia ter pedido ajuda, mas o medo falou mais alto. -Ele suspirou. 

-Sofri, confesso, mas você falando essas coisas, até te entendo. 

-Foi a pior parte. -Tae falou  soltando o ar. -Ver seu rosto depois de tudo que falei, foi difícil. 

-Imagino...

-Vai parecer idiota, mas não vim aqui apenas pra me desculpar...

-Você veio pra que?

-Vim pedir mais uma chance, uma chance de começar tudo de novo. Você é a mulher da minha vida, não tem como ficar longe.

Abri a boca surpresa com seu pedido. 

Meu Deus. 

É isso mesmo? 

-Sei que vai me achar um louco, sei que pode não aceitar, mas estou aqui para tentar. 

Minha mente estava uma bagunça. 

Eu poderia simplesmente falar com ele que não queria mais nada por conta do tempo que já passou, mas não conseguia parar de pensar dos meus reais sentimentos. 

-Tae, nunca te esqueci e nunca deixei de te amar, só se vive uma vez, não tem como ficar longe de você. 

Minha resposta o fez sorrir largo. 

Ele pegou meu rosto e selou nossos lábios rapidamente, me pegando de surpresa. 

-Desculpa, não aguentei. 

-Está bem. -Sorri tímida. -Senti falta do seus lábios. 

-E eu... -Ele falou dando um risinho. -Eu te amo, S/n. Obrigado por me aceitar de volta.

-Te amo, Kim Taehyung. 

Assim, juntamos nossos lábios mais uma vez. 

Um beijo que tinha gosto de saudade. 

É, eu fiz a escolha certa.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...