História Imagines Com Yaderes - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 31
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nota Do Autor: Oi minhas Neko-chan (Significado Gatinha) mais um capítulo esse até que não demorou kkkkk já avia escrevido a muito tempo só esperei um tempo para posta...Desculpe se a personalidade do Ouma de danganronpa não ficou tão parecido com o original....eu nunca kkkkkk o que eu sei dele foi pelo Google, porém um dia desss irei ver, Boa leitura.

Capítulo 2 - Meu irmão Ouma e seu porão (parte 1)


Fanfic / Fanfiction Imagines Com Yaderes - Capítulo 2 - Meu irmão Ouma e seu porão (parte 1)

Capítulo 2

Meu irmão Ouma e seu porão (parte 1)

Você acorda com alguém ter chamado...

lentamente vai abrido os olhos, você ser encotra no seu quanto com, um garoto de cabelo roxo e olhos roxos, (A:foto na capa)

Ele ser encara

Ouma: Oi Neko-chan♡♡

Você: Ah! Oi irmão (Você está um pouco supresa por ver ele bem ao seu lado)

Ouma: Nossos pais não estão em casa...Então eu pensei em a gente brinca

Você: Agora? nei tomei café ainda

Ouma: Não ser preocupe ser você ganha ter preparo seu café da manhã, e ainda tem direito a um pedido

Você olhou com um olhar desconfiado, não sabia ao certo o porque, porém sentia agluma coisa estanha, nessa situação você então ser levantou e foi, até um calendário e lá viu uma coisa marca...Você tão ser lembrou hoje seus pais, tinha uma reunião importante em outro país...Com certeza demoraria até 4 semanas para voltar, porém você já era maior de idade...E Ouma seu irmão novo e adotado sempre tentava trazer felicidades, nesse momento já que não gostava disso, ainda mais na féria sua.

Você vai até o banheiro e fecha a porta indo fazer suas necessidades...Quando só restava escova os dentes, coisa que já estava fazendo, ouvir de novo alguém ter chama

Ouma: Neko-chan Seus amigos estão aqui na nossa casa ter chamado...Eles estão na sala

Você ao ouvir isso ter alegra não via a hora para encontrar com seus, amigos da escola, mesmo não sendo muito amigos, porém para você era especial...Rapidamente você termina de escova os dentes, e sair do banheiro e indo em direção, a Sala ao chega lá não encontra ninguém, apenas o Ouma de costa com a cabeça baixa...

Você então resolver peguntar Onde eles estão, e por que seu irmão está assim

Você: Ouma Onde está meus amigos...E você está bem?

Mesmo você não conseguido ver o rosto dele, você sentir que ele ficou incomodando por fala os nomes dos amigos, primeiro... em vez de fala o nome do irmão primeiro...

Ouma: Eles estão lá em baixo (A voz dele soa grave)

Logo ele ser recupera como ser nada tivesse acontecido, então olha para você com aquele sorriso, que só ele consegui fazer

Você: .....Lá em baixo?

Você tenta inginora a mudança na voz que depois volta ao normal, mesmo essa mudança ter sido assustadora

Ouma: Sim eles estão no porão

Ele não parava de sorri você sentia agluma coisa a mais nesse sorriso, uma aura sombria e cruel, porém preferiu inginora além do mais era seu irmão, que você conhece a tanto tempo, Mesmo sedo adotado você sempre ser dava bem, a única coisa que ter incomodava e suas mentiras que ele sempre fazia...e também ele era a vezes infantil demais, porém isso você até que podia aceita

Você: No Porão?

Ouma: O que ouve com você só está repetido tudo o que eu falou *ele segura uma risada* ....Sim ele estão no porão vamos? Você não que ser encotra com eles?

Você: ....Sim eu quero ver eles só que...tá vamos

Ouma: Ótimo vamos agora Neko-chan♡♡

Uma sensação estanha entrou em você como ser não devia ir até lá, taveiz fosse seu sétimo sentido ou sexto, você realmente não sabia ao certo, porem o que poderia acontecer...Seu pequeno e amado irmão jamais faria agluma coisa conta você, ele é basicamente uma criança, ele só cresceu só que a mentalidade e de uma criança, inocente que jamais machucaria ninguém, nei ao menos uma borboleta...Sua pequena criança mentirosa, e assim que pensava

No máximo que poderia acontecer e chega lá e descobri que é uma de suas mentiras, e fica com cara de idiota por ter indo até lá, porém nada mais aconteceria...Você mesmo começou a sentir mal, por isso não devia pensa nesse tipo de coisa, não devia ter medo dele não!!

Vocês ser conhecia quase desde sempre....resolveu tirar esses pensamentos de sua cabeça, nada disso adiantaria quando viu já falta pouco metros, para chega a porta que levaria ao porão

Você: Ouma...O por que os meus amigos estão no porão?

Ouma: Ele quere fazer uma surpresa...Eles pedirão para eu não ter fala porém...Seus amigos chegarão cedo, aqui em casa antes de você acoda, pera fazer uma festa já que você sempre fica triste em momento, como esse então eu não podia disse não, por isso ele estão lá...

Uma música de festa começa a troca a traz da porta do porão, que agora está bem perto de você, no mesmo momento você acredito no que foi falado por seu irmão, e corre ate a porta com seu irmão atrás.

Abri a porta e desce as escadas

agora ser encostava em uma sala, com Ouma atrás de você, porém não tinha nada naquele porão, apenas você é o Ouma

e mais um objetos estranhos, que você acha que sabre o nomes, e também a utilidades, junto disso um aparelhode som que ligava a distância, você com isso ser assustar como ele consegui isso, é porque tem isso!!! porém antes de você fala qualquer coisa, o Ouma fala....

Ouma: Era mentira irmã saber eu não queria ter o trabalho de ter leva, até aqui em baixo...Bom está na hora da nossa brincadeiras

Ele coloca um pano em sua boca (A: De novo o pano kkkkk) você sente um desequilíbrio pouco a pouco, vai perdendo os sentidos só que antes, ouve uma risada do Ouma e desmaia

Você acordou com suas mãos amarrada por cachecóis do Ouma, deitada em uma cama com o Ouma sentado na cama, ter encarado sorrido...Você ia Grita só que ele coloca seu dedo em ferte a boca dele, fazendo sinal para fica em silêncio

Ouma: Fica em silêncio Não precisa estraga esse momento com gritos pedido, por socorro ninguém vai ter ouvir

Lágrimas sairão no seus olhos você estava assustada, e começou a gritar por socorro

Ouma: *Voz grave* Você não me ouvir!! *volta a voz normal* ninguém vai ouvir né o nossos pais sabe o porque?....eu matei eles *Risada estética* você tinha que ver a cara do nossos país

você não conseguia acredita que isso tinha acontecido seus pais mortos, pelo seu irmão mais novo ser e que podia chama de irmão, isso só podia ser um terrível pesadelo...que agora passaria a ser sua realidade,

Você nei conseguia falar só chora e chora, e o medo ser consumido com isso

Ouma: Eu imagino que queria saber o porque os Matei? Bom vou fala!, ontem a noite eu falei para eles sober os meus, sentimentos que eu sinto sober você, para eles, falei para o pai e a mãe só que eles, me olharão com ódio falarão que eu não devia senti, isso que isso era errado, por você ser minha irmã, farão que isso é incerto!, eu até tente conversar com eles e fala que tecnicamente, eu não sou seu irmão de sangue, e isso não seria incerto, e mesmo que fosse não iria ficar ser você...Eles não concordarão comigo

Ouma: Minha mãe tentou me comvese que eu devia não fazer, isso com sua gentileza era foi a mais difícil de mata...Já o pai ele me ameaçou falou que iria me expulsa de casa, ser eu continua com isso esse, me deu um enorme prazer em mata, eu me lembro do sangue....*risada*

Ouma: Foi difícil encontrar um lugar para enterrar eles então eu enterrei, aqui no porão bem debaixo da sua cama *risada*

Que antes estava assustada agora seu medo aumento e muito mais, não acreditava no que ouviu do seu irmão como, ele pode fazer isso como teve a coragem...e debaixo de onde está sua cama enterrou, seus pais vou gritou mais ainda por socorro, e chorou mais ainda

Ouma: *Voz mais grave* Já disse para de gritar estou começando a ficar irritado...*volta a voz normal* e além do mais e mentira eles não estão aí, debaixo de sua cama enterrados.... eles estão dentro de sacos perto localizado em seu guarda roupa,

sério quando você acordou e foi para o banheiro comecei a pensar, que você iria tomar banho e pegar, a roupa do guarda roupa, então eu precisava fazer agluma coisa para impedir!!

Mais e mais lágrimas você não conseguir raciocina seu medo cresceu...Nada podia fazer além de gritar por ajudar, sabia que era impossível alguém ouviu....Mas sua determinação falava a contaria, e de novo gritou

Ouma: Ja chega!!!...Já sei vamos brincar Você me falou que iria brincar comigo

Você: Eu...N-Não quero brinca! (fala com voz de chorou mesmo você querendo, que a voz fosse mais firme)

Ouma: ......Mais vai ser bem divertido, vai ser bem mais divertido que nossa brincadeiras, que costumamos brinca.....eu comprei várias coisas legais *risada baixo*

Você: C-Como.... (Você iria peguntar como comprou aqueles objetos porém desistiu)

p-por favor eu juro que não contou para ninguém, mais me deixa ir!

Ouma: *Voz grave* Eu falei que não queria ouvir isso de novo, você não me deixa outra escolha, olha que eu amo sua voz

Você: .....!

O Ouma vai até uma estante e pega um objeto era uma bola com furos, roxa persa a um tecido preto, (A: ......) e vai em direção com isso até sua boca, que mesmo ser movendo de um lado por outro, ele consegui colocar e pende....Isso ter da um grande desconforto por não conseguir, Grita como também, impede de você conseguir engoli, a saliva que está na sua boca, e com o tamanho da bola, que não era tão grande assim ainda ter incomodar, por ser Obrigada a fica com aquilo, e não consegui fechar a boca

Ouma: Agora sim...vendo agora sua situação eu achei até que adorável, a sua fase!♡♡ *risada*

Você nei ao menos consegui falar...porém uma vermelhidão ser estalou, em suas bochechas junto com a vergonha, por esta em uma situação como essa

Ouma: Bom...Vamos logo começa a nossa brincadeiras...brincaremos por muito muito tempo, até que seu corpo envelheça, até sua fatídica morte, porém até mesmo você estado morta brincarem, com seu corpo ele jamais apodreceram!, vou conserva muito bem....Então que começa Brincadeira! *Risada estética e depois um enorme sorriso e esse não é nei um pouco fofo, porém assustado*

A: Imagine o que vai acontecer depois....


Notas Finais


Notas Finas:
Bom espero que gostaram...Não ficou tão legal como eu queria porém, estava sem idéia mas prometo que o próximo, será muito interessante;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...