1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines e Preferências de Harry Potter. >
  3. Natal Sangrento - Pansy Parkinson

História Imagines e Preferências de Harry Potter. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Os pedidos deverão seguir o formato da ficha abaixo e enviados para a autora via mensagem pelo Spirit.
.
https://www.spiritfanfiction.com/jornais/imagines-harry-potter--ficha-20090525

Capítulo 4 - Natal Sangrento - Pansy Parkinson


Fanfic / Fanfiction Imagines e Preferências de Harry Potter. - Capítulo 4 - Natal Sangrento - Pansy Parkinson

Par: Pansy Parkinson × Leitor feminino.

Solicitado: Sim.

Palavras: 577.

Tempo Cronológico: Depois ou durante O Prisioneiro de Azkaban.

Casa: Preferência do leitor.

S/N = Seu nome.

Era Natal e você tinha ficado em Hogwarts. Tudo havia sido programado para ser um feriado perfeito com Pansy que também tinha ficado na escola enquanto grande parte das crianças iam para suas casas comemorar com suas famílias. Mas seu dia romântico e cheio de planos foi por água abaixo quando você acordou com pontadas insistentes em todo o abdômen e o pijama manchado de sangue.

 

- Droga - Você lutou para se levantar e ir em direção ao banheiro tomar um banho quente e enquanto a água caía você pensou na sorte de não ter ninguém no seu dormitório para piorar sua TPM, que já dava indícios de que não seria fácil quando você ficou irada ao perceber que havia esquecido o seu sabonete. Você terminou seu banho, se acalmou, vestiu um pijama confortável, se deitou e esperou Pansy que se esgueiraria para seu quarto assim que não te visse no café, lágrimas de frustação desceram por seu rosto.

- Natal sangrento... - Você murmurou e sentiu seus olhos pesarem por conta da poção de cólica e então adormeceu. Seu sono estava profundo e sua mente estava mergulhada em um sonho com Pansy que corria ao seu lado em um gramado cheio de girassóis, o ar cheirava rosas, couro e uma leve fragrância de morango, esse era o cheiro de Pansy, você ainda se sentia envergonhada em fazer uma poção do amor perto dela, ela sempre te perguntava o que você sentia. Um forte balanço no seu corpo te acordou, era Pansy parada na sua frente.

- Bom dia, princesa sangrenta, achei que tínhamos um encontro hoje - Ela se acomodou ao seu lado na cama.

- Ah Pansy, eu sinto muito por ter estragado nosso dia, era para ser perfeito, íamos tomar café juntas, brincar com a neve, passear em Hogsmead...- Ela finalmente te interrompeu com um beijo suave, ali estava o cheiro, você amava aquele gloss de morango que ela usava todos os dias.

- O dia só está começando para nós, eu trouxe algumas coisas para te ajudar, cobertores, chocolates, muitos absorventes, porque eu sei como seu fluxo é intenso - Ela riu com a sua própria observação, mas uma dúvida surgiu na sua cabeça enquanto você abria um sapo de chocolate.

- Como você sabia? O meu ciclo não está certo este mês - Ela se acomodou novamente te colocando entre as penas dela enquanto fazia uma massagem em suas costas que estavam doloridas devido a posição em que você se encontrava para aliviar as dores no abdômen.

- Bem, você não apareceu no café, S/N e eu vim te ver, te encontrei delirando chamando meu nome enquanto dormia e eu também vi sua poção para cólica sobre seu criado mudo, eu desci correndo e peguei tudo o que você gosta, até aqueles filmes trouxas água com açúcar que eu não vejo o porque de existirem - Pansy era muito observadora, as vezes era uma maldição, mas você amava nessas situações, ela era perfeita. Você se virou encontrando o rosto de sua namorada e o pegou entre as mãos dando um beijo apaixonado nos lábios.

- Eu te amo, Parkison, obrigada pelo Natal, mesmo que ele esteja sendo sangrento - Vocês duas riram, o Natal não poderia ter ido melhor, a companhia e a preocupação de Pansy te alegraram, até o filme trouxa que você não assistiu o final por estar babando no colo de Pansy que secretamente havia amado o filme.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...