1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines Fanboy >
  3. Noite de Halloween - Yoongi

História Imagines Fanboy - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Revisado e pronto para sua leitura :)

Capítulo 2 - Noite de Halloween - Yoongi


Pov. Yoongi

Aquele garoto que a muitos anos atrás usou uma fantasia de vampiro bem questionável, estava agora ao meu lado na aula de química em mais um Halloween.

[...]

Eu estava terminando de me arrumar na sala com a ajuda de meu irmão mais velho, estou em frente ao espelho olhando minha pálida pele ser coberta pelo tecido branco, que seria basicamente toda a fantasia, era um longo tecido branco um pouco acima de meus pés, com um buraco na parte de cima para a cabeça, não a mangas então facilita minha movimentação.

- Está quase tudo pronto - Ele disse terminando com a maquiagem escura em meus olhos e lábios, acho que era para destacar ou algo assim.

- Já chega! Já está bom - Tiro suas mãos de perto do meu rosto pegando minha sacola de doces, subo correndo para o andar de cima, assim pegando meu celular que ficará dentro da caixa em formato de abobora que eu carregaria o tempo todo.

- Tome cuidado Guinho, agora são sete horas, volte antes das 9! - Gritou o mais velho de dentro da casa, mas eu como um garoto animado que sou corro para fora em busca dos várias portas e doces.

[...]

Já era quase oito horas e eu corri para a casa mais próxima afim de pegar meu último doce da noite, tocando a campainha me arrumo esperando, a porta se abre e um garoto mais ou menos da minha idade vestido de vampiro aparece, o mesmo sorri para mim mostrando a fofas presinhas que ele usava.

- Gostosuras ou travessuras? - Pergunto corado levantando a cestinha de doces quase vazia em minhas mãos.

- Gostosuras! - Ele sorriu mais uma vez me dando vários doces, deixando extremamente boiolinha por ele, mas na época eu tinha doze anos, não entendi o que senti.

- Obrigado - Falo ainda corado levando meu olhar para ele mais uma vez.

- Por nada garoto fantasma, vai ir em mais casas? - Ele colocou o pote de doces no chão ao lado da porta com uma plaquinha: pegue apenas dois doces. Hoje ele deve saber que fazer aquilo não é muito inteligente.

- Eu não sei... - Já estava chato e cansativo ir de casa em casa pedindo doces.

- Quer ir comigo? Além do mais meu nome é S/n - Disse fechando a porta da casa e começando a andar comigo ao seu lado.

- Sim! E meu n-nome é Guinho... Q-quer dizer Yoongi! Isso mesmo Yoongi. - Digo nervoso por ter falado esse meu apelido constrangedor - Suas presas... elas são falsas? - Ele nega com a cabeça abrindo a boca e mostrando seu afiado dente.

[...]

Oito e meia marcava o grande relógio da cidade marcava, nós dois estávamos andando pelo famoso bairro do chocolate, um bairro onde davam grandes e deliciosas barras de chocolate.

- Olha só quem temos aqui pessoal, se não é o leite azedo - Namjoon o valentão do nono ano estava com sua gangue de idiotas, todos usavam tacos de beisebol e máscaras de palhaço.

- O que querem com ele? - S/n perguntou segurando minha mão

- Relaxa pequeno... só queremos os doces dele... - O mais velho disse retirando sua marcará.

Quando Namjoon ia me segurar fecho os olhos, mas não sinto nada, até que os abro lentamente e vejo S/n segurando sua mão apertando seus dedos.

- Mas que porra?... Você vai se arrepender disso moleque! - O mais velho gritou e nós saímos correndo de mãos dadas pelo bairro.

- Eles são da minha escola, querem roubar nossos doces - Ele rapidamente me puxa para dentro de uma casa antiga, por dentro era mais normal do que aparentava, as luzes do grande salão estavam apagadas, mas no topo da escadaria no lado esquerdo tinha uma fraca luz e alguns barulhos de televisão.

- Estamos seguros aqui - Falou se sentando no chão encostado na porta - Você não devia deixar ninguém te tratar como aquele idiota, eu não vou estar sempre perto para te ajudar.

Eu logo me sento ao seu lado e nossos olhos se encontram me fazendo sentir um arrepio que tenho certeza ele também sentiu, seus lábios entre abertos tinham uma respiração pesada por causa do cansaso.

- Por que está me olhan... - Dei um rápido selinho nele que nos deixou extremamente corados.

- E-eu tenho que ir! - Ele gritou saindo correndo da casa me deixando sozinho.

[...]

Vários anos depois daquela noite eu não deixei ninguém me rebaixar como antes, eu fui forte como ele disse para eu ser. A maldita primeira aula está prestes a começar, estou andando pelo corredor procurando minha nova sala, eu acabei de entrar na tortura que é o ensino médio.

- Eae Suga - Hoseok meu melhor amigo há o que? 5 anos? Ele aparece de dentro das inúmeras garotas e garotos que o rodeavam, ele pisca para seus muitos fãs e vem para o meu lado.

- Oi cara... - Falo começando a ir para dentro do colégio - Já tem novos admiradores tão cedo?

- A culpa não é minha se eu sou um gostoso irresistível, mas e você? Decidiu se vai perder o bv esse ano? Falta de opção não é.

- Cala a porra da boca seu corno - Digo sorrindo

- Pegou pesado.... Bem pesado cara - Ele fez uma carinha chorosa,

- Mas que merda olha por onde anda garoto - Me viro para encarar minha vítima do dia e... e ele?... o garoto que se escondeu comigo naquela terrível casa?

- M-me desculpa... - Ele voltou a seu caminho se distanciando na multidão, eu não consegui dizer uma palavra si quer, não tinha certeza de quem era.

- Vamos Suga - Hobi entrelaçou seu braço em meu pescoço me arrastando para a sala.

[...]

Já na última aula os alunos se sentam em com suas duplas, quero saber que horas vai começar a briga para ficar com o Hoseok o resto do ano, a professora entrou na sala e todos fazemos uma reverencia, até que um garoto entra olhando para os alunos na sala e fica na frente a todos nós.

- Pode se apresentar - Disse a professora se sentando em sua mesa.

- Meu n-nome é S/n, tenho 16 anos e espero que cuidem bem de mim - Falou nervoso e logo se curvou.

A professora olhava ao redor vendo um lugar vazio para o novato se sentar, levanto a mão - Eu estou livre professora - Aponto para minha cabeça, arrumando o lugar para o mais velho se sentar. Ele se aproxima se sentando ao meu lado, me olhando e dando um sorriso que mostrava suas prezas afiadas.

- É você mesmo.... - Falo retribuindo o sorriso.



Notas Finais


Por favor comentem, eu também aceito pedidos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...