História Imagines GIdols/You - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Black Pink, Eliza Taylor-Cotter, EXID, Fifth Harmony, G-Friend, Girls' Generation, Halsey, HyunA, Ladies' Code, Mamamoo, Pristin, Red Velvet, Taylor Swift, TWICE, Wonder Girls
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Chaeyoung, Cl, Dinah Jane Hansen, Eliza Taylor-Cotter, Eunha, Halsey, Hwasa, HyunA, Irene, Jennie, Jisoo, Jungyeon, Kyla, Lauren Jauregui, LE, Lee Sunmi, Lisa, Mina, Momo, Nayeon, Park Bom, Rosé, SinB, Sojung, Taeyeon, Taylor Swift, Tiffany, Tzuyu, Wendy, Yerin, Yuri
Tags A Idols, Girl Group, Girls, Idols, Imagine, K-idols, Lésbica, Pop, Yuri
Visualizações 124
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 49 - Skin - Eunha


Fanfic / Fanfiction Imagines GIdols/You - Capítulo 49 - Skin - Eunha

Eunha Pov

Era mais um dia comum, comigo na casa da minha namorada (S/N), assistindo qualquer coisa tediosa na televisão, feliz por estar com ela na casa dela.

- Vou sair meninas – sua mãe disse abrindo a porta principal da casa – já volto e... juízo em – nos lançou um olhar desconfiado e depois riu – tchau – mandou beijos no ar.

- Tchau – dissemos juntas mandando beijos também.

Assim que a porta se fechou, a encarei, ela parecia estar bem concentrada na TV. Como eu estava sentada em seu colo e dei um sorriso malicioso.

- Amor, que tal a gente fazer uma coisa que queríamos a muito tempo – disse dando um selinho nela e ela me olhou.

- O que? – sorriu.

- Você sabe – me ajeitei em seu colo ficando de frente para ela e dei uma leve rebolada.

A beijo sem pressa enquanto sua mão passeava em meu corpo me fazendo arrepiar e as vezes arfar, minhas mãos arranhavam seu pescoço devagar. Ela me deita no sofá ficando por cima de mim, me olhando com um sorriso safado mordendo o lábio inferior.

- A TV está muito alta, desligue, quero ouvir só nós duas e mais nada – digo a olhando “inocente” e ela desliga a televisão.

Ela começa a me beijar, sua língua passeava gostoso pela minha boca e suas mãos arranhavam minha cintura, o que fez eu sem querer soltar um gemido. A puxei para mais perto de mim, colando nossos corpos. O beijo se sessou pela falta de ar, mas seus lábios foram descendo para meu pescoço, até eu sentir eles sugando meu ponto de pulso, soltei um gemido baixo e manhoso.

Tirei sua blusa e comecei a beijar sua clavícula deixando alguns chupões ali a fazendo gemer baixo também. (S/N) puxa minha saia devagar com a ponta dos dedos sempre em contato com a pele das minhas pernas. Troquei de posição com ela, ficando em cima e desabotoei seu shorts jeans o tirando na mesma velocidade que ela tirou minha saia. Suas mãos foram para minha cintura por dentro da minha camiseta a puxando para cima.

- Está sem sutiã – sussurrou com um sorriso indecente no rosto.

Se sentou na minha frente e eu permaneci na posição que estava em cima dela, de quatro. Ela me deu um selar de lábios e bateu em sua coxa me chamando para sentar ali. Assim fiz, sentei em seu colo e comecei a beija-la, um beijo quente e com luxuria. Mordi seu lábio assim que o ar acabou. Comecei a rebolar em seu colo.

- Você me provoca demais – disse jogando a cabeça a para trás e aproveitei para sugar uma parte do seu pescoço o deixando vermelho se tornando roxo.

- Desculpa – sussurro em seu ouvido mordendo seu lóbulo e vejo ela morder os lábios de olhos fechados. Ela me olha e coloca suas mãos em minha calcinha – já te provoquei de mais né? – me faço de “inocente”, eu sei que isso a provoca.

- Tire sua calcinha e se deite com as pernas abertas – diz firme me encarando – agora! – sorrio e faço o que ela me pediu.

Assim que me deito, suas mãos sobem pelas minhas pernas até minhas cochas as apertando sem dó, dei um gemido manhoso.

- Está tão molhadinha – diz perto da minha intimidade a encarando.

- Me-me chupe mommy – digo colocando minha mão em cima de meu clitóris pretendendo me massagear, mas ela tira minha mão dali.

- Não pode se tocar – disse e deu uma leve lambida no meu clitóris me fazendo tremer pelo contato de sua língua – não quando eu poder te chupar ou tocar – falou logo me chupando sem aviso nenhum.

- Ah~ – gemi assim que sua língua quente penetrou em mim de surpresa – assim mesmo mommy – puxei seus cabelos e rebolei em sua boca para sentir mais dela.

Seu polegar massageava meu clitóris. Eu não conseguia segurar meus gemido chamando por seu nome. Minha respiração estava pesada e meu corpo quente, estava tão gostoso aquele contato de sua língua e seu polegar em mim. Eu revirava meus olhos e gemia, arranhando o sofá e puxando seus fios bagunçados. Eu ouvia alguns gemidos da parte dela as vezes, deduzindo que ela estava se tocando, e aqueles gemidos eram tão gostosos de ouvir e faziam uma sintonia com os meus naquela sala. Dei graças a Deus por estarmos sozinhas naquela casa e só eu poder apreciar aqueles gemidos e seus toques.

Meu ápice começou a chegar, gemi mais alto e em pouco tempo meu liquido desceu sobre sua língua e eu suspiro pesado. Ela me lambe de baixo para cima até meu abdômen o mordendo. Deu seu último gemido e tirou dois dedos molhados de gozo de si. Peguei sua mão e lambi seus dedos devagar a olhando e apreciando seu gosto maravilhoso. (S/N) estava em cima de mim e me beijava, enquanto em sinto a pele quente de suas costas a arranhando de cima abaixo várias vezes. Entrelaço minhas pernas em sua cintura e a encosto em minha intimidade, dou uma leve rebolada.

Porém seu telefone toca quebrando nosso clima. Era sua mãe dizendo que já estava chegando. Me levantei, coloquei minha roupa ela também e nos sentamos nos sofá.

- Seus cabelos estao bagunçados – digo arrumando pra ela e ela me rouba um beijo quente – não dá pra continuar agora – digo a empurrando e ela sorri maliciosa.

- Mas e depois? – ela diz apertando minha coxa e eu arfo – mais tarde tem segundo round – ela diz no meu ouvido. 


Notas Finais


Percebi que quando tô sem internet eu rendo mais pra escrever 🤔. Eai, como vcs estão? Bem espero, gostaram desse hot? Obrigada por lerem mais uma vez, amo vcs ❤️ hehehe até não sei, talvez amanhã, bye

Pedido da @Omelete_Cen_Ovo (vc tinha pedido com sua conta antiga hehehe) espero q tenha gostado e mil desculpas pela demora ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...