1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines Harry Potter >
  3. Jorge Weasley

História Imagines Harry Potter - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


🌌Boa leitura🌌

Capítulo 13 - Jorge Weasley


Fanfic / Fanfiction Imagines Harry Potter - Capítulo 13 - Jorge Weasley

Achei que essas férias seriam boas, mas algo tem perturbado meu sono e meus dias que seriam felizes ao lado dos meus irmãos.

- Ainda com os mesmos pesadelos? -Gui pergunta aparecendo na sala onde estou.

- Acho que eles vão me atormentar pelo resto da vida. -Suspiro passando as mãos pelo rosto.

- Você vai superar isso, você sempre consegue. -Ele sorri.

- O Jorge foi no meu quarto noite passada, eu estava no canto chorando, ele ficou tão preocupado.

- Ele ama você, tu é a irmã preferida dele. -Gui diz se sentando ao meu lado.

- Eu sei, isso me preocupa, não sou uma boa influência. -Suspiro.

- Você vai superar isso, você consegue. -Ele me abraça. - Eu vou dormir. -Ele se levanta e sobe.

Esses pesadelos me assombram desde quando eu era criança, sonho com todo tipo de coisa, pessoas morrendo, minha família morrendo, desastres, incêndios, lobisomens, dementadores. Qualquer coisa que consiga me assustar eu sonho.

Meus pesadelos só pioram quando estou em Hogwarts, já que lá tem o elemento Snape para piorar as coisas, ele sempre apareceu em meus pesadelos.

Fico por mais alguns minutos, talvez horas no sofá, até que o sono começa a chegar, mas quando estou quase pegando no sono sinto bracinhos me abraçando, abro meu olhos e vejo Jorge.

- Meu amor, por que não está no quarto com Fred? Você tem que dormir. -Digo passando a mãe pelos cabelos ruivos de Jorge.

- Você também precisa dormir, mas mesmo assim não dorme. -Ele diz, ele está com os olhinhos pequenos de sono, mas eu conheço ele, ele vai querer ficar aqui até eu dormir.

- É diferente, você ainda está crescendo, precisa dormir, sabia que crescemos enquanto dormimos?

- Mas eu não consigo dormir. -Ele me olha como um cachorrinho triste.

- É só fechar os olhos. -Rio.

- Me conta uma história, por favor. -Ele faz um biquinho.

- Não sou muito boa com histórias, mas vou tentar.

- Você consegue. -Ele sorri.

- Fi- Fai- Fou e Fão, não pergunte de vem o trovão. Nem para onde os rebanhos vão, nem por que os pássaros calaram sua canção, ao voltar para casa não se demore, não. Porque há monstros nas terras de Albion. -Começo contar a história.

- Que história é essa, não é igual as que você me conta. -Ele reclama.

- Se acalme e me deixe contar a história. -Rio.

- Tá bom, mas se eu não gostar você vai ter que contar outra. -Ele diz e eu concordo.

- Em um reino muito distante os monges queriam encontrar Deus, então fizeram feijões mágicos. -Começo mas sou novamente interrompida.

- Como os feijões que você trás para mim e para o Fred? -Ele pergunta.

- Não, feijões realmente mágicos.

- Wow. -Ele diz fazendo "O" com a boca.

- Com grãos que tiraram de uma vagem mágica, os monges criaram para Deus uma escada, mas quando pensaram que nas portas do céu haviam chegado, só um terrível destino eles haviam encontrado. Pois entre o céu e a terra há um lugar horripilante, Gantua, lar de uma temível raça de gigantes.

- Gigantes? -Ele diz imprecionado

- Vai me deixar terminar? -Pergunto.

- Pode continuar. -Ele sorri.

- E agora, por uma ponte para o mundo dos homens decem um monte de gigantes famintos. E seguindo o exemplo do mais rico dos reis, o que veem eles tomavam, eles eram a lei. Mas não podiam resistir a uma coisa somente... Era ao gosto de gente, sangue, ossos e dentes.

- Sangue? Ossos? -Ele diz.

- Se estiver com medo um posso parar. -Rio baixo.

- Não, contínua, quero saber o final da história.

- O rei Erick pediu aos monges que retornassem à magia de antes para encontrar um modo de controlar os corações dos gigantes. Então, um coração de gigante derreteram e magia tal usaram que uma coroa eles forjaram como nunca houve igual.

- Uma coroa?

- Isso a coroa mágica do rei Erick. -Sorri ao ver o quanto ele está concentrado na história.

- Continua logo. -Ele diz impaciente.

- Assim que o rei pois a coroa na mão, os gigantes se viram em total servidão, ele os mandou para o lugar onde nasceram, o lar deles virou uma prisão entre o céu e a terra. A passagem entre as raças Erick selou e a paz em seu reino retornou, relíquias místicas foi tudo que sobrou, sob a vigilância de Erick pelos anos em que reinou. E quando chegou a hora de o rei Erick partir, semente e coroa com ele levou, para garantir. E enquanto dos ossos do rei o tempo se encarregava, verdade virou lenda... assim diziam. -Termino.

- E se os gigantes voltarem um dia? -Ele pergunta preocupado.

- Eles não vão voltar, é uma lenda, não é real. -Rio.

- Mas e se um dia eles voltarem... -Enterrompo ele.

- Os gigantes não vão voltar, é uma história.

- Seus sonhos também não existem, então você não precisa ficar com medo deles. -Ele diz.

- Pensamento interessante.

- Me conta outra história, por favor. -Ele diz fazendo uma carinha fofa.

- Eu vou te contar sobre um Deus nórdico, já que você e o Fred gostam de aprontar, você vai gostar dele. -Sorrio.

- Que Deus?

- Loki, o Deus da trapassa e das travessuras. Acho que você vai gostar dele, mas não leve para sua vida alguns dos atos dele. Posso começar?

- Pode.

- Loki, é um Deus ou um gigante da mitologia nórdica. É um deus da trapaça e da travessura, também está ligado à magia e pode assumir a forma que quiser. Ele não pertence aos Aesir, embora viva com eles. É frequentemente considerado um símbolo da maldade, traiçoeiro, de pouca confiança; e, embora suas artimanhas geralmente causem problemas a curto prazo aos deuses, estes frequentemente se beneficiam, no fim, das travessuras de Loki.

- O Loki também gosta de fazer brincadeiras? -Jorge pergunta.

- Gosta, mas as brincadeiras dele são um pouco violentas, mas agora, eu acho bom você ir dormir, se a mamãe ou papai aparecerem aqui estamos ferrados.

- Amanhã me conta mais sobre o Loki?

- Conto sim, agora vai.

Ele levanta e vai correndo para o quarto, parando para pensar Jorge está certo, são apenas sonhos, eles não existem.


Notas Finais


🌌Bjs, até mais🌌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...