História Imagines kpop - Capítulo 39


Escrita por:

Visualizações 204
Palavras 299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então, queria saber como eu chamo vocês, querem que eu chame de que, mochis, coisinhas ou pandas? Por favor não me dêem vácuo.

Capítulo 39 - Café amargo e salgado


Fanfic / Fanfiction Imagines kpop - Capítulo 39 - Café amargo e salgado

{•Autora on}

A chuva caia despreocupada, a menina na varanda de sua casa observava o céu cinza  da cidade de Seul, em seus fones uma melódica canção era ouvida, de vez enquanto ela bebericava seu café preto, o café não era doce mas sim amargo, um amargo salgado, salgado devido as lágrimas da mais nova. Ela havia descoberto que seu precioso bebê estava morto, o pequeno feto se quer sairá da barriga de sua mãe, a gravidez era de risco, porém sempre esperançosa ela acreditava na vida de sua criança, mas ao urinar ela percebeu o  sangue.

A garota foi imediatamente a seu médico, e lá ela teve a pior notícia de sua vida, seu bebê estava morto, desolada S/n foi dirigindo até sua casa, seus pensamentos estavam desorganizados, como ela iria contar a seu marido que ela perderá o filho tão esperado.

{•Jongdae on}

Eu cheguei em casa depois de treinar muito, hoje o dia estava muito bom para dormir e ver séries, ao entrar em minha casa estranhei o silêncio, minha esposa S/n é bem agitada, eu esperava ser recebido com um abraço, mas não foi isso o que ocorreu, fui até nosso quarto pensando que ela estava dormindo, porém ela não estava lá também, então fui ao seu lugar favorito de toda a casa, a varanda traseira, lá eu a encontrei sentada na poltrona com um moletom meu é uma xícara de café, ao me aproximar da mesma pude ver que ela chorava.

Jd:Jagiya, por que choras? - o mais velho disse ao sentar ao lado de sua esposa.

S/n:Perdão oppa, eu perdi nosso filho, ele morreu dentro de mim... - falou a garota chorando mais.

Jd:Não foi sua culpa jagi, mais para frente tentaremos novamente certo? - o homem disse chorando baixo e abraçando mais sua amada.

S/n:Perdão...

Jd:Eu te amo.

S/n:Também te amo Jongdae!


Notas Finais


Foi isso, meio sad né?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...