História Why Just Brothers? - Byun BaekHyun - EXO - Incesto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Kim Taehyung (V), Personagens Originais, Shuhua
Tags Bts, Byun Baekhyun, Exo, Incesto, Kim Taehyung, Why Just Brother?
Visualizações 31
Palavras 1.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, minha primeira história.
Não vou falar muito, vamos logo para o capítulo.

Ah, a nossa querida (S/n) terá a Shuhua do (G)I-DLE como representante, como aparência.

Capítulo 1 - Chapter One; Begin


Fanfic / Fanfiction Why Just Brothers? - Byun BaekHyun - EXO - Incesto - Capítulo 1 - Chapter One; Begin

 - Yah Byun! - Diz a garotinha correndo atrás do garoto que havia pego sua boneca - Devolva minha boneca!

 - Não! - O garoto apenas ria e corria para todos os lados.

 - Ya, Byun! - A garota enfim para. - Espere só até eu contar para minha mãe e seu Pai!

 - (S/n), sabe que não precisa fazer isso, eu sempre devolvo suas bonecas! - Reclama o garoto e entrega a boneca da mesma. - Pronto, e pare de me chamar de Byun! Meu nome é Baekhyun! - Reclama novamente, indo em direção à um cômodo qualquer.

 - Hum... - a garota apenas observava aquilo com uma cara indecifrável - Esse Byun é abusado! - Reclama e também vai para um cômodo aleatório.


               - Dias atuais -

 - Yah, Byun!! Desliga a merda do aquecedor! - Grita a garota que tomava banho, mas foi interrompida pelo irmão que ligou o aquecedor, que por acaso deixa a água do chuveiro muito quente. - Eu vou te matar, Byun!

 - Não posso, eu estou com frio! - Grita Byun do andar de baixo, era quase impossível não ouvir a risada sapeca do mesmo.

 - Por que meu Padrasto tinha que ter o idiota do Byun como filho? - Suspira (S/n) saindo do banho e correndo até o quarto, como um passe de mágica |Que na verdade demorou meia hora| a mesma sai do quarto com uma saia |Bem curta para falar a verdade| e uma camisa de botão branca, a mesma estava bem chamativa. Ela desceu as escadas e jogou a bolsa no sofá. - Yah, Byun! - Jogou uma almofada no mesmo que cochilava no sofá. - Seu filho da mãe, por que ligou o aquecedor se nem está quente? Só para me irritar! E para piorar, está sentado no sofá com cara de taxo enquanto deveria estar dirigindo aquele carro e indo para a faculdade! - O mesmo apenas encara a saia curta de (S/n), que logo percebe. - Para de olhar para a minha saia, seu pervertido!

 - Você não deveria ir com este tipo de saia para a faculdade, principalmente no seu primeiro dia! - Resmunga.

 - Eu vou sim, pode deixar que eu me cuido! Agora entra naquele carro! - O menino sai resmungando coisas inaúdiveis, (S/n) apenas revira os olhos entra no carro.

 - Ei, criança vai atrás. - Diz ao ver (S/n) sentada no Banco da frente.

 - Só acelera, Byun! - Diz apressada e começa a mexer no celular. - Delisga isto! - Reclama da música alta que Byun havia colocado.

 - Porque tão chata? - Diz sem tirar o olho do caminho.

 - Porque tão insuportável? - Diz olhando o mesmo. - Olha, na Universidade nós não somos irmãos, está bem?

 - Olha só, o que a mamãe acharia se ela soubesse que você, que vive falando sobre sermos irmãos mais Unidos, acabou de falar que não é para nós apresentarmos como irmãos, você é uma peça mesmo, né (S/n)?

 - Apenas colabore, Byun. - Retoca a maquiagem antes de descer do carro.

 - Para quê isso? Você veio para estudar, não para que a achem bonita!

 - Não enche, Byun! - (S/n) bate a porta do carro.

                - Pov Byun -

 - Não enche, Byun! - Ela grita e bate a porta. Ah, porque tão arrogante?

 Estaciono o carro e saio do mesmo, acho que ter a (S/n) aqui na Universidade será um problema, nem ela se segura quanto mais os outros, mais por sorte ela tem a mim.

 Tiro minha mochila da mala do carro e começo a caminhar pelos corredores, só temos aula daqui a meia hora mesmo.

 - Pensa rápido! - Pego a bola que vinha em minha direção.

 - Olha como ele tem reflexos admiráveis, Sehun, ai que Oppa lindo e incrível ele é! - Diz JeongIn imitando uma voz de menina e eu reviro os olhos rindo.

 - Primeiro dia do segundo ano de faculdade, Rapazes. Não somos mais calouros, sabem o que isso significa? - Diz Chanyeol com uma cara de paisagem.

 - A gente não vai saber se você não disser! - Sehun cortando a onde de Chanyeol.

 - Como eu ia dizendo, esse ano não somos mais calouros, seremos tratados com veteranos, os calouros viram até nós como se fôssemos Deuses! E também terá os trotes. - Ano passado foi bem tranquilo em relação de ser calouro, esse ano eu estou sentindo que o pessoal vai pegar pesado, (S/n) que se cuide!

               - Pov (S/n) -

 - Não enche, Byun! - Grito e bato a porta do carro. Bom, como é o meu primeiro ano, eu não sei bem o que fazer.

 Decido andar por aí, olho tudo ao redor. A Universidade é mesmo grande, Distraída do jeito que sou acabei esbarrando em alguém e quase indo de encontro com o chão, mas esse alguém me segurou.

 - Você está bem? - Diz um garoto de aparência angelical, mas sua voz é totalmente o contrário de tão rouca e grossa. Esse menino é o pecado em pessoa.

 - Sim, me desculpe por não olhar por onde ando. - Me ajeito e sorrio para o mesmo.

 - Você é caloura, certo? - Pergunta.

 - Sim, Byun (S/n). - Digo e o mesmo me olha de cima a baixo.

 - Eu não sabia que o Baekhyun tinha uma irmã. - Droga, eu mesma me entreguei. - Vocês nem ao menos se parecem.

 - Meio-irmão... - Digo sem graça. - Minha mãe e o pai dele...

 - Ah, entendi... Bom, meu nome é Kim Taehyung, precisar é só chamar. - Ele iria embora, mas volta no caminho. - Seu celular? - Eu dou meu celular. - Pronto. - Vi que ele salvou o nome dele como "TaeTae♡". Sorri boba com aquilo é continuei andando, até ver quem não queria.

 - Yah, porque estava sorrindo? - Meu irmão pergunto, atrás vejo sua rodinha de amigos me secando.

 - Não interessa, mas saiba que tem nome. - Rio e o mesmo fica sério. - Ah, e mande os teus amigos pararem de me secar. - Ele olha para trás e seus amigos disfarçam.

 - Quem é? O tal motivo do seu sorriso? - Me pergunta sério. Reviro os olhos e tento sair, mas o mesmo segura meu braço. - Porque não me obedece?

 - Yah, está doendo, Byun! - Reclamo e o mesmo me solta.

 - Vai dizer? - Ele pergunta e novamente eu reviro os olhos.

 - Espera sentado! - Saio Dalí.

                - Pov Byun -

 - Espera sentado! - Ela sai andando.

 - Yah! - Grito, mas ela nem dá atenção. - O que foi? - Pergunto aos garotos que me olhavam.

 - Não sabíamos que você tinha uma irmã. - Diz JeongIn.

 - Ainda bem que descobrimos, era capaz de eu pegar ela e não saber que era sua irmã! - Diz Chanyeol suspirando.

 - Ei! Ninguém vai pegar minha irmã, não! - Digo.

 - Não se preocupe com eles, Baek. Aliás, pode me chamar de cunhado, logo sua irmã deixará o nome Byun e colocará o Oh na frente! - Diz com cara de miragem.

 - Yah, seus loucos, o que vocês veem nela? - Pergunto. 








 - Tudo! 


Notas Finais


Ya, gostaram?

Digam aí o que acharam do capítulo.

Favoritem se gostaram e adicionem a biblioteca para não perderem um capítulo.

~ @Moonie_Moon


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...