História IMAGINES- Shawn Mendes - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Imagines Shawn Mendes
Visualizações 111
Palavras 582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Adivinha quem tá fazendo 20 aninhos? MEU BEBÊ! Parabéns nenem espero que cresça saudável, e não pare de fazer músicas, que continue sendo essa pessoa generosa e gentil. Não sei mais o que escrever, então...Você é muito alto:3 Tá como no Canadá e uma hora adianta aqui no Brasil, lembre que pode contar com todas suas fãs!

Capítulo 50 - 50 especial


Estava super triste, era 8 de agosto. Milhares de fans aviam me mandado mensagem de feliz aniversário. Mais algo faltava.

Levantei da cama e fui até a cozinha, tomei um café forte.

Minha mãe avia me ligado mais cedo por chamada de vídeo, junto com Aaliyah e meu pai.

-Shawn!!! Abre a porta!!!!!!- ótimo era o Cameron.

-Que foi?- perguntei abrindo.

-Grosso, vamos em um bar- disse puxando meu braço.

-Cameron, não tô no clima- falei tentando me soltar.

-Esquece a Hailey, ela não é nada, só tá com o Bieber- disse me encarando.

-Ok, vou colocar uma roupa- subi para meu quarto colocando minha típica roupa preta. Peguei o celular e minha carteira.

-Vamos em um aqui frente- disse guardando seu celular.

-Ok, mas não beba muito- tranquei a casa e fui com ele até o bar da esquina.

Estava tudo bem, os meninos estavam bebendo, e umas músicas animadas tocava.

Meu olhar percorre naquele estabelecimento inteiro. Até parar em jovem belíssima. Ela entregava uma bandeja de bebidas para uma mesa repleta de velhos tarados.

Meu sangue começou a borbulhar quando um velho passou a mão em sua bunda fazendo a mesma se assustar.

-Então nenem, quando cobra?- perguntou sorrindo de lado.

-Desculpe me senhor, mais aqui é um bar não uma casa de prostituição- disse séria.

-Então porque está aqui?- seus outros amigos riram.

-É meu trabalho- disse baixo.

O velho se aproximou dela segurando seu ante braço. A menina o olhou com olhos arregalados com medo.

-Vamos docinho- tentou a beijar mais a mesma recuou dando lhe um tapa- Vadia!- gritou a jogando no chão.

-Shawn?- Cameron me chamou- você tá ótimo de óculos escuro e boné- riu junto a Andrew.

Mais não ouvia nada, minha vista estava na cena, onde uma mulher brigava com a jovem. O velho se aproveitava passando a mão na bunda da menina.

Sem querer ver mais aquilo, levantei indo até eles.

-O que houve aqui?- perguntei mesmo sabendo a resposta.

-Nada senhor- disse a jovem baixo.

-Não olhe para o chão e sim para o cliente!- a mulher segurou seu rosto com força.

-Desculpe me, mais isso está a machucando- retirei suas mãos do rosto da jovem.

-Shawn!- Cameron me chamou.

Droga!

A mulher me olhou espantada, a jovem continuava de cabeça baixa enquanto o velho passava a mão nela.

-Senhor Mendes?- a mulher.

De repente um flash veio no meu rosto. Cobri o mesmo com minha mão.

-O Queridinho da música está aqui?- o velho debochou.

-O assunto não sou eu, mais sim você que abusava dessa jovem- retirei os óculos.

-Não estava abusando dela- disse de nariz empinado.

Agachei na altura da jovem segurando seu delicado rosto com minha mão o erguendo.

-Me diga, ele passou a mão em você?- perguntei vendo seu rosto molhado.

A menina olha para o velho, depois nega.

-Não precisa ter medo.

-Sim- disse com voz trêmula.

-Caso resolvido, você passou a mão nela. O que é abuso- me levantei.

-Desde quando sabe sobre isso- a puxou pelo braço.

-Largue a menina- disse entre dentes.

A puxei delicadamente, fazendo seu corpo frágil bater contra o meu.

-Oras me devolva ela!- tentou a pegar novamente. Segurei as costas dela prensando contra mim.

-Você não irá a machucar, e peço que saía daqui- falei tranquilo.

-Quem vai me obrigar?- perguntou, seus outros amigos apareceram atrás dele.

-Nós iremos- Cameron apareceu com mais dois homens.

Os velhos se retiraram, tombando no ombro de Cameron que não deixou barato e revidou um soco.

Afastei o pequeno corpo do meu, olhando mais de perto.

-Nos desculpe senhor Mendes, S/N pegará uma bebida a vocês, por conta da casa- disse a mulher.

-Sem problemas, e não deixe isso acontecer mais com ela- falei coçando a nuca.


Notas Finais


Vocês acreditam que ele já tem 20 aninhos? Nem parece o menino que postava covers no vine! Mano tô muito orgulhosa dele


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...