1. Spirit Fanfics >
  2. Imagines Supernatural >
  3. "Tentativa" pt.2 (Preferences)

História Imagines Supernatural - Capítulo 53


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia,boa tarde,boa noite.
⚠️ ALERTA DE GATILHO/TRIGGER WARNING: este capítulo contém temas sensíveis,tais como suicídio,depressão,armas,auto-mutilação e tentativas de suicídio,se algum destes tópicos te incomoda ou não lhe deixa a vontade,POR FAVOR,LEIA OUTRO CAPÍTULO!! Não coloque sua saúde mental em risco!! ⚠️
@MinDaddy_Swag,vocês queriam 2 parte,toma,2 parte.
Espero que gostem e boa leitura!!

Capítulo 53 - "Tentativa" pt.2 (Preferences)


Chuck:

Você tinha jurado para si que aquilo nunca mais passaria por sua mente,independente do que acontecesse na sua vida. Você pensou que tudo ficaria bem de novo,mas parecia que tudo dizia o contrário. Você se sentia sem esperança,você observava o vidro de remédios refletindo o fato de que,talvez,você já deveria ter feito a muito tempo,talvez você não teria dado tanta dor de cabeça para tantas pessoas,incluindo Chuck. Ele havia sido maravilhoso por te aguentar tanto tempo,mas sua mente lhe dizia,de todas as maneiras que ela pudesse encontrar,que ele teria uma vida mais sossegada sem você,sem uma criação que parecia mais defeituosa do que todas as outras.

Seu corpo queria acelerar suas mãos trêmulas que seguravam,em suas palmas,os comprimidos de todos os tipos de tamanhos,que pareciam estampar um futuro tão preciso e,por alguns segundos,com uma questão de alívio que você sentia que traria para os outros. Você sempre pensava,a cada pessoa que via morrer,como você queria estar no lugar dela,e em sua mente,tudo dizia que agora era hora de botar suas palavras em prática.

"(Y/N),(Y/N) querida,o que você es-(Y/N)!!",ele entrou correndo no banheiro,a poucos segundos de os remédios entrarem em contato com sua boca

Ele pegou sua mão delicadamente e jogou os remédios na pia,logo em seguida se virando para você. Suas bochechas estavam molhadas e avermelhadas por conta de suas lágrimas,e você tremia por inteiro de desespero,associando o que você quase fez.

"Oh...Oh,meu amor. Venha aqui.",ele te puxou para um abraço,um tanto mais caloroso e carinhoso do que os outros que você já havia sentido por parte do mesmo

"E-Eu...Chuck,m-me desculpe,e-eu sou uma c-cov-"

"Não,não diga uma coisa dessas,(Y/N). Você não é nada do que sua mente quer que você acredite que você é..."

"Por que...por que você me criou assim?? P-Por q-que me criou tão fraca?!"

"Oh,(Y/N). Você é tudo,querida,tudo,menos fraca. Foi por conta do tanto de tempo que você foi forte,em tantas situações que outras pessoas já teriam desistido,foi por conta destes momentos que você fez o máximo para ser forte que...você parece agora fraca."

"E-Eu deveria-"

"Amor,ouça isto. Eu te criei humana. Eu te criei a minha garota,a minha criação mais perfeita,porém você ainda é humana. Você é propensa a sentimentos,a situações de vulnerabilidade...a doenças."

"...as pessoas a-achariam que e-eu sou louca...elas v-vão-"

"(Y/N),você não está louca,e você não é louca. Você está doente,está num momento delicado,e nada disto é culpa sua,você não escolhe se sentir assim,sem esperança,solitária,tendo a morte como única solução aparente...",ele beijou sua testa,ainda te mantendo perto do mesmo,"nós vamos tirar umas 'férias',okay?? Ir para...algum lugar mais calmo,qualquer lugar que você quiser,para você se recuperar...se encontrar e se sentir...melhor. Podemos ir a um hospital,conversar com alguém sobre isso,se você quiser..."

"Me m-mandariam para uma i-igreja."

"(Y/N),isto que você está sentindo não é falta de alguma força superior ou coisa do tipo,isso seria impossível até se fossemos considerar esse fato...olhe pra mim,querida. É algo que vamos conseguir superar juntos,okay?? Um dia de cada vez,um passo de cada vez,mas vamos sair desta,está bem??"

"...V-Você vai e-estar comigo??"

"Eu nunca te abandonaria,meu amor.",ele sorriu,limpando novamente algumas lágrimas,"um dia...isso vai parecer um pesadelo...um pesadelo ruim mas que já passou. Até lá,eu vou me manter forte e bem ao seu lado...pro que der e vier. Eu te amo,se lembre disto. Eu te amo muito,e nós vamos conseguir,okay??"


Lúcifer:

A espada angelical de Lúcifer brilhava em suas mãos,dizendo em linhas escondidas que você deveria ser rápida para fazer algo que já deveria ter sido feito desde o primeiro dia. Pelo menos,era o que você sentia e era o que sua mente lhe dizia,como que em vozes. Aquela sensação de estar carregando tantos erros não era nova,você já a tinha por muito tempo,porém parecia que agora ela estava maior,ela estava te devorando dia após dia,enchendo sua mente até a única solução surgir em sua cabeça.

As "vozes" em sua mente faziam você questionar se sua existência sequer era necessária na terra,já que tudo que você parecia trazer a qualquer um que estava ao seu redor era dor e desgosto,ou qualquer coisa entre estes dois sentimentos. Ninguém sentiria falta de você,era o que sua mente dizia para você. Ninguém sentiria sua falta e ninguém sequer perceberia que você havia deixado o mundo,seria apenas mais um dia normal como qualquer outro. Lúcifer...você sentiria falta dele,porém todas as forças que pareciam tomar conta de suas ações diziam que o anjo caído seria o primeiro a ignorar o fato de que estaria morta. Quem sabe,para ele,seria uma preocupação a menos,uma pessoa a menos para que ele pudesse ligar.

A lâmina da espada de Lúcifer estava a poucos centímetros de seus pulsos,refletindo de modo trêmulo a imagem de sua pele,além de estar um pouco molhada de algumas poucas lágrimas que caíram de seu rosto naquele momento único de puro desespero.

"(Y/N),LARGUE A FACA!!",A voz de Lúcifer ecoou no quarto,logo seguida pelas mãos do mesmo afastando a lâmina de suas mãos e seus pulsos

"L-Lúcifer,por favor...!!"

"...Oh,princesa. Essa não é a solução,(Y/N).",ele te abraçou,beijando sua testa e tentando o máximo para também limpar suas lágrimas

"E-Eu n-não deveria...e-eu queria-"

"Está tudo bem,eu estou aqui...por que não me disse nada,não veio me procurar meu amor??"

"E-Eu...e-eu n-não sei...!! Eu...me perd-"

"Não,(Y/N),eu não tenho nada a te perdoar porque você não fez nada de errado. Eu...eu apenas me assustei porque eu...eu não imaginei que você estava tão desesperada a este ponto,querida. Me perdoe por não ter visto isto mais cedo!!"

"E-Eu...eu não imaginava que..."

"...tudo bem,tudo bem,(Y/N). Olhe para mim,querida.",ele levantou delicadamente seu rosto,deixando sua visão longe da faca que antes estava bem próxima de seu corpo,"vai ficar tudo bem,está bem?? Tudo vai ficar bem,você vai ver,isso vai parecer apenas um sonho ruim no final...vamos tirar um tempo,se desligar do radar de...qualquer coisa que queira nos atingir e...e vamos por um dia de cada vez. Um dia de cada vez,está bem??"

"P-Por favor,Lúcifer...n-não me abandone...não você.",você se segurou mais no abraço do mesmo,como uma criança assustada

"Eu não vou,meu amor. Eu nunca faria isso...você vai ficar bem,você vai conseguir passar por isso. Eu vou estar com você,okay??"

"Você...a-ainda vai me amar??"

"Eu nunca iria não te amar,(Y/N). Eu te amo e muito,okay?? Eu estou aqui...está tudo bem,vai ficar tudo bem."


Gabriel:

Sua mente dizia de modo cada vez mais alto e claro de que você deveria logo puxar aquele maldito gatilho e acabar de uma vez por todas com os problemas que você sentia que trazia para todos. Você nunca pensou que se sentiria tão sozinha,tão desesperada,você queria que alguém entrasse no quarto e te parasse,você queria tanto que alguém entrasse naquele momento e dissesse que tudo vai ficar bem,mesmo que sua mente quisesse que você pensasse que nada disso iria acontecer.

Seus dedos trêmulos no gatilho refletiam a sua mente dizendo que você não tinha saída,que todos os problemas que você causou para tantas outras pessoas só acabaria quando seu sangue respingasse na parede,quando sua dor fosse o fim da dor de outras. Você queria alguém,você esperava um abraço,suas lágrimas mostravam que você queria,queria muito que aquela não fosse a saída que parecia ser a única.

"(Y/N),querida,você v-(Y/N),ABAIXA ESSA ARMA AGORA!!",Gabriel entrou no quarto e logo correu em sua direção,retirando a arma de suas mãos de maneira rápida,para que você não tivesse tempo de relutar,e a jogou para longe no quarto,num lugar aonde você não pudesse ter contato visual

Você apenas o observou,com um olhar que mais parecia de pedir perdão do que de qualquer outra coisa,o que fez o mesmo lhe puxar para um abraço,beijando cada área de seu rosto que o mesmo pudesse alcançar.

"(Y/N),querida. Oh,docinho,por que...por que não me falou?? Por que não...não me procurou??"

"E-Eu...eu estava com-"

"...eu sei,eu sei. Me perdoe,querida,eu...eu deveria ter percebido isso antes. Eu...olhe para mim,querida. Vai ficar tudo bem,okay?? Eu estou aqui e vou sempre estar."

"E-Eu estou c-com medo,Gabriel...eu n-não quero morr-"

"Eu sei,eu sei. Isso não vai acontecer,está bem?? Eu estou aqui,e vou estar do seu lado. Vamos passar por isso juntos,cada dia de uma vez...nós vamos parar tudo,vamos focar em você,na sua saúde...se você quiser,podemos procurar algum tipo de ajuda num hospital,caso você queira conversar sobre isso com...alguém mais experiente do que eu."

"Você...já é o s-suficiente por enquanto.",você o abraçou mais forte,tentando achar um tipo de refúgio no braço do mesmo,"você...n-não vai me deixar...vai??"

"Não,não,claro que não,docinho. Eu não vou sair do seu lado,está bem?? Vai ficar tudo bem,tudo bem.",ele acariciava seu cabelo,ainda te acalmando

"Você...me promete??"

"...eu posso não ter certeza de como os dias vão ser daqui pra frente,muito menos se todos vão ser bons ou se todos vão ser ruins...mas eu prometo que isso vai passar. Tudo vai ficar bem no final,você vai conseguir...eu sei disto,eu acredito em você. E eu te amo muito,não se esqueça disto...nunca. Por favor..."


Notas Finais


E eu não consegui pensar em nada com o tio Crowley e é isto,perdão sociedade.
⚠️ SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI: se lembre,nem todos os dias podem ser bons,mas você vai vencer no final,e tudo não vai ter passado de um pesadelo. Não tenha medo de pedir ajuda,você precisa e isso é o que importa!! Você não é endemoniado,e tudo isto não é falta de Deus ou coisa do tipo,falo isto como cristã: é uma doença que você não escolheu ter,e eu tenho certeza que se você tivesse tido a opção de escolha,com certeza não teria escolhido passar pelo que está passando e sentindo o que está sentindo. Tudo irá ficar bem,continue forte e siga a estrada adiante!! Novamente,o número da CVV (Central de Valorização a Vida) é 188,e eu tenho certeza de que,se você ligar procurando ajuda,com certeza achará alguém disposto a lhe ajudar nos momentos de desespero!! Eu acredito em vocês!! ⚠️ @MinDaddy_Swag,eu fiz o máximo pra não demorar e também fiz o meu máximo no preference,me perdoe se ficou faltando algo ou se não foi o que você esperava!!
Me perdoem por qualquer erro ortográfico!!
Espero que tenham gostado e obrigado por terem lido!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...