História Imortalidade - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Frozen - Uma Aventura Congelante
Personagens A Fada dos Dentes, Breu, Coelhão, Elsa, Hans, Jack Frost, Norte, Olaf, Personagens Originais, Sandman "Sandy"
Tags Elsa Snow, Jack Frost, Jelsa, O Espaço Entre Nós, Romance
Visualizações 23
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui estou eu! Espero q gostem do cap. To tentando fazer a relação de jack com a elsa ficar maior e depois eu já começo a moldar a história trazendo muita treta, amizade, amor, drama, e muito mais!
Mas por enquando fiquem com esse maravilhoso capítulo feito por mim ;)

Capítulo 3 - Cheetos


Fanfic / Fanfiction Imortalidade - Capítulo 3 - Cheetos

Pov jack

- elsa_

- sim?_ 

- a gente pode parar agora?_ perguntei desesperado.

- essa é a quinta vez que você me pergunta isso. E essa vai ser a quinta vez que respondo: não_ 

- Elsa. Eu sei que você quer se encontrar com o joalheiro logo mas, eu preciso descansar_ pedi.

A albina suspirou derrotada - tudo bem. Mas vai ser rapido_ comemorei - e vamos acordar cedo amanhã_

- perfeito_

Paramos no estacionamento de uma loja vinte e quatro horas.

- porque paramos aqui?_ elsa perguntou olhando em volta.

- vamos ter que comprar algumas coisas pra acampar_ expliquei.

- tudo bem mas... você trouxe dinheiro?_ ela perguntou.

- tenho uns 50 dólares. E você?_

- 500_ ela respondeu como se isso fosse uma quantia baixa.

- ... acho melhor a gente comprar pouca coisa. Só coisas pra acampar e comida_ vamos ver.

- tudo bem. Vamos_ ela disse e saimos do carro.

Dentro da loja havia quase que de tudo. Tinha roupas, misturebas, material pra acampamento, e várias outras coisas. O lugar era meio deprimente. Com algumas baratas pelo chão grudento. Será que a agência sanitária não vem aqui?

Peguei um carrinho de compras, e fui até um corredor com varias coisas úteis para acampar, enquanto elsa foi pegar comida. 

Peguei um isqueiro, um colchão inflável um pouco pequeno, mas grande o suficiente para eu e elsa dormirmos um pouco apertados. E por fim, duas lanternas.

Depois de por tudo no carrinho fui ver como elsa estava.

- pegou comida?_ perguntei e ela mostrou sua cesta.

- sim! Peguei amendoins e duas caixas de suco de laranja_ 

- só isso?_

- é que eu nunca comi muitas coisas daqui_ ela disse rindo um pouco.

- sério?_ perguntei - você tem que experimentar isso_ falei pegando um cheetos de requeijão. Meu favorito. - é um salgadinho de milho muito gostoso. E esse é sabor requeijão_ 

- é tão bom assim? Eu só o vi em anúncios_ 

- é incrível!_

- esse lugar é muito legal_ disse elsa

- acho que a unica coisa legal é o salgadinho_ disse e ela riu

- acho que sim_ ela falou rindo um pouco. - mas temos olhos diferentes. Então eu vejo um lugar incrível, e você ve um lugar_ a interrompi

- nojento.

Elsa riu mais ainda que antes. Uma risada bem gostosa.

- você vai querer misturebas?_ perguntei com uma careta estranha.

Elsa riu. - vou querer essas aqui. E o nome é mix de nozes, não misturebas_

- Eu sempre as chamei assim. Era o jeito que minha antiga amiga falava. Jane hopper_ expliquei.

- e vocês ainda são amigos?_

- não... a gente se distanciou_ ou melhor. Nossa idade se distanciou. - mas ela ta bem e, eu também. E é isso que importa_

- é... acho que sim..._ ela disse olhando pro chão. - vamos levar logo as coisas, pra eu comer essa tal salgadinho_

- e você também vai beber isso_ disse apontando para uma lata de Coca-Cola no frizer - já que você quer viver intensamente. Nada melhor que comer muita besteira_ propus com um sorriso travesso.

- tudo bem_ que sorriso - eu aceito sua proposta senhor frost_

- eu vou buscar o contrato_ falei de um jeito engraçado a fazendo cair na gargalhada.

Compramos as coisas e fomos pro carro. Dirigi até um campo bom pra acampar. Sem mato, e sem sinal de perigo.

Começamos a arrumar as coisas. Elsa fez a fogueira, (ela disse que aprendeu a fazer uma fogueira assistindo Discovery channel) e eu peguei um compressor para encher pneu, pra poderencher o colchão inflável.

(...)

Quando ficou tudo pronto, peguei duas latas de Coca-Cola e um saco tamanho família se cheetos, e coloquei em cima do colchão.

- que incrível... Eu nunca dormi em um acampamento antes. Sempre quis mas, minha mãe não me deixava acampar_ elsa disse olhando em volta

- você não saía muito de casa né?_

- quase sempre eu saia só pra ir a um hospital. E as outras vezes era pra visitar algum parente... eu senti... um vazio muito grande por saber tanto sobre o mundo la fora e não poder tocar nas coisas... era um vazio muito grande... e_ ela parou de falar - esquece... é bobeira_

- não é bobeira... eu também me sentia assim. Antes eu também ficava muito em casa. E como não tinha nada me impedindo eu fui explorar o mundo_

- isso é tão incrível. Eu queria que nada tivesse me impedido... mas não foi assim_

- e tem algo te impedindo agora?_ perguntei e nois dois sorrimos.

- não. E como um de meus primeiros passos na aventura "rumo ao desconhecido" eu vou comer cheetos, e beber Coca-Cola_ 

Fui no colchão e peguei o cheetos.           - aqui esta senhorita_ disse lhe entregando o cheetos.

- como eu abro?_ ela perguntou.

- e só puxar as duas partes pra lados opostos_ expliquei e foi isso que rla fez. - permita-me_ perguntou pegando o cheetos, e movendo até perto de sua boca como o cavalheiro que sou.

- mas e claro_ ela disse abrindo a boca.

Colequei o cheetos em sua boca que logo começou a mastigar o cheetos com os olhos bem fechados.

- é tão bom_ elsa disse e por fim engolio o cheetos. - eu preciso de mais!_ implorou.

- aqui esta_ falei lhe entregando o pacote.

Elsa caiu no colchão e eu sentei ao seu lado.

- da um pouco pra mim_ pedi e ela me entregou um pouco.

Comemos o cheetos rindo e falando de boca cheia, o que só deixava os risos mais altos. Até o cheetos acabar.

- vamos comprar mais?_ 

- amanhã. Eu prometo. Mas agora você vai experimentar essa preciosidade que é a Coca-Cola_

Elsa abriu a lata e começou a beber - você é um anjo! Sério! muito obrigada por me apresentar essa bebida dos céus_ começei a rir. - é tão doce!_ disse elsa bebendo o último gole de sua Coca.

- mas então. Qual é o próximo passo para o desconhecido?_

- an..._ elsa fez uma cara pensativa. - acho que... dormir!_ ela falou se deitando. Fiz o mesmo.

- ótima idéia_ falei.

Elsa dormiu profundamente enquanto eu contemplava as estralas. Estavam fazendo 24 gráus aqui no oeste do colorado. Isso era oque o google dizia.

Então não peguei cobertos nem uma blusa de frio. Apenas fechei os olhos tendo como última visão antes de dormir, o rosto dócil e tranquilo de Elsa...


Notas Finais


Se vcs gostaram comentem fazendo favor.
Espero q tenham gostado desse capítulozinho fofinho que eu acabei de fazer. E logo posto caps novos baseados em "o espaço entre nós" e alguns baseados em "the end of the f***ing world"

Bay bay!

P.S.: se tiver pequeno o capitulo desculpe. Estou postando ele pelo celular.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...