História Impenetrável (ziall - abo) - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


O meme representa vcs me vendo voltar depois de tanto tempo e tb o Zayn depois de ouvir a última frase do cap.

Capítulo 22 - Notícia inesperada (é um cap, não um aviso! Pasmen)


Fanfic / Fanfiction Impenetrável (ziall - abo) - Capítulo 22 - Notícia inesperada (é um cap, não um aviso! Pasmen)

Ainda estávamos dormindo no terraço quando o sol começou a nascer, me fazendo acordar com a claridade. Apesar de querer continuar ali abraçado com Niall, eu tinha que trabalhar hoje, então ainda tínhamos que ir para casa para eu me arrumar e voltar à empresa.

-Hey, Angel. Acorda, bebê. –falo beijando o rosto sereno de Niall.

-Me deixa em paz. Que saco. –Niall fala e puxa o cobertor para se cobrir.

-Eu amo o ótimo humor que você tem pela manhã. –falo rindo soprado e ele apenas me mostra o dedo do meio- Temos que ir, preciso me arrumar em casa.

-Não precisa não. –ele fala gemendo em desagrado.

-Niall...

-Só mais cinco minutinhos. Por favorzinho.

Como eu ia dizer não pra aquele “por favorzinho”? Deus do céu, eu sou muito bobo por ele.

Acabou que os cinco minutinhos se transformaram em horas e quando eu acordei de novo já era praticamente oito horas, horário que eu devia estar pronto na empresa. Droga!

-Niall, vem. Agora não dá mais pra enrolar cinco minutinhos. –falei, mas o ômega nem se quer abriu os olhos.

Sabendo que ele não iria acordar mesmo com toda a insistência do mundo, apenas o peguei no colo e comecei a ir até a saída. Ele estava tão sonolento que nem falou nada, apenas se aconchegou em mim e deitou sua cabeça em meu ombro.

Chegamos a minha sala e eu o coloquei no sofá que eu tinha ali. Peguei uma camisa reserva que eu tinha ali e em seguida fui para o banheiro que tinha no meu escritório escovar os dentes e lavar o rosto. Troquei minha camisa e sai dali, vendo que Niall continuava apagado no sofá.

-Hey, Ni. –falo e faço um suave cafuné em seus cabelos, o que o faz abrir os olhos- Eu tenho uma reunião agora. Levanta pra você ir pra casa.

-Não quero.

-Eu sei, mas você tem que ir. Aqui não é confortável e eu posso acabar demorando na reunião.

-Eu te espero. –ele fala e fecha os olhos.

-Angel, seria melhor você ir...

-Zayn, eu te espero, não tem problema, a gente pode aproveitar e almoçar juntos. Agora me deixa dormir só mais um pouquinho.

-Tudo bem. Até daqui a pouco. –me levanto, mas antes que pudesse me distanciar, Niall segurou meu braço.

-E meu beijo de bom dia?

Aquela simples frase conseguiu foder com todo o meu psicológico. Meu coração disparou e juro que senti minhas pernas se tornarem gelatina. Mas como o bom ator que sou, me fiz de tranquilo. Sorri, me agachei e depositei um leve selar em seus lábios. Depois me levantei e sai da sala como se eu não estivesse surtando por dentro.

Entrei no elevador e desci até o primeiro andar, onde ficava a lanchonete. Além de querer desesperadamente comer meu café da manhã, tinha que escolher algo para Niall lanchar, já que aquele serzinho desaforado não tinha se quer olhado as comidas que o nutricionista receitou.

Como eu era o chefe ali, não tive que esperar na fila, o que pra mim era ótimo considerando a pressa que eu estava.

-Olá, bom dia. Eu queria o número 4 e um café bem forte. Eu queria um cereal com morangos, sem leite e um copo de leite gelado, por favor? Um suco de laranja também seria bom. –falo para a atendente que por alguma razão me olhou assustada.

-S-sim, senhor. Só um minuto. –ela fala ainda parecendo abismada.

Olho ao redor e vejo que não era só ela que me encarava como se tivesse algo de errado comigo, basicamente todos ali me encaravam da mesma forma. O que é que esse povo tinha?

Olho a minha roupa para ver se estava tudo no lugar e passo a língua nos dentes a fim de tirar alguma possível sujeira. Será que era meu cabelo?

-Você viu? Ele ta sorrindo e pedindo “por favor”! Eu achei que o inferno ia congelar antes de eu ver isso, cara!

Assim que ouvi alguém comentar isso baixinho com alguém –as pessoas deviam lembrar que minha audição é ótima antes de sussurrarem perto de mim- tudo fez sentido.

Eu geralmente era extremamente grosso com todos aqui na empresa e nunca sorria pra ninguém, mas como eu posso não sorrir pra todos depois de ter Niall me pedindo para beijá-lo? Como eu posso não ser a pessoa mais feliz dessa empresa depois de dormir com ele?

Os sussurros continuaram, mas eu não podia me importar menos. Eu finalmente podia beijar e abraçar Niall, nada podia estragar o meu dia!

**

Errado!

Algo podia sim arruinar meu dia.

Depois de terminar meu café da manhã, eu subi para entregar o café da manhã de Niall e assim que abri a porta do meu escritório, me deparei com Niall e Stephanie (minha secretária) juntos e, para piorar, Niall estava com um olhar incrédulo no rosto, que se transformou em ódio que me viu.

Ah não, de novo não.

-Niall? Ta tudo bem? –pergunto hesitante, com medo de deixá-lo ainda mais puto comigo.

Por tudo que é mais sagrado, o que eu fiz dessa vez?

-Eu to indo pra casa, Malik. Depois falo com você. –ele fala e passa por mim como uma bala.

-Que? Eu achei que íamos almoçar juntos. –falo ficando na frente dele, tentando o impedir de sair.

-Achou errado. Agora sai da minha frente.

-Niall, calma. Você ta de TPC, né? Será que isso não ta te fazendo ver as coisas piores do que são?

Eu deveria aprender a calar a boca.

-Então é isso? Eu não posso ficar bravo com você que eu já sou um surtado de TPC? Pois eu tenho uma novidade pra você, Zayn: pessoas idiotas me incomodam o mês inteiro!

-Calma, não foi isso que eu quis dizer. Não precisa surtar sobre isso, ok?

-Você ta mesmo me chamando de surtado?! - Eu realmente devia aprender a calar a boca – Quer saber? Cansei. Foda-se você, Zayn!

Ele foi em direção ao elevador e eu me desesperei ainda mais. O que eu tenho que fazer, meu Alá?

-Niall, espera, por favor! –falo meio desesperado e corro em direção a ele que apertava o botão de todos os três elevadores repetidas vezes, como se isso fosse fazer eles subirem mais rápido.

Um dos elevadores então se abriu e lá o sócio que eu tinha a reunião. Droga!

-Sr. Malik. –John me cumprimentou;

Vejo Niall entrando no elevador e fico desesperado sem saber se corria atrás dele ou se recebia aqueles empresários.

-O senhor pode me dar apenas um minuto? Minha secretária irá receber você. –pedi e corri para o outro elevador que tinha ali e que por sorte estava no andar.

Coloquei minha chave presidencial no elevador, assim ele não pararia em nenhum andar e eu conseguiria alcançar Niall para lhe pedir desculpas. Mas desculpas pelo o que mesmo? Claro que ele não gostou do que eu falei, mas ele já estava bravo por outra coisa. Coisa essa que eu não faço idéia do que seja!

Quando me dei conta, o elevador já estava no térreo. Sai de dentro dele e olhei ao redor à procura de Niall, mas pelo jeito o elevador do ômega ainda não tinha chegado. Bem, foi só eu pensar isso que o outro elevador se abriu e o loiro saiu de lá.

Ele me olhou e revirou os olhos antes de tentar escapar para a saída. Por sorte eu fui mais rápido e o puxei para dentro do elevador, colocando minha chave no painel e travando o elevador naquele andar.

-Zayn Malik, me deixa sair! –ele exclama furioso.

-Não sem antes você me dizer o que tem de errado! Eu sei que você ta bravo comigo, mas eu juro que não tenho a mínima idéia do motivo! Foi algo que a Stephanie disse?

-Como você pode ser tão cínico?

-Ahn... –eu realmente não tinha idéia do que dizer.

-Então você acha que pode ficar marcando encontros com aquela mulher e eu vou ficar de boa? Ela me disse que você que a pediu para ir a sua sala! Era por isso que queria tanto que eu fosse pra casa? Pra você poder foder com ela no escritório?

-Espera... Que?!

-Eu ainda não acredito que depois de passarmos a noite juntos, você já estava pedindo para uma mulher ir te encontrar no seu escritório! Será que você não podia esperar pelo menos eu sair?

-Ai meu Alá! Você está com ciúmes! –falei encantando com ele gostar de mim a ponto de sentir ciúmes de mim.

-É claro que eu to, porra! Você não pode me fazer sentir especial em um dia e no outro se atracar com...

-Niall, -o interrompo- você sabe que ela é minha secretária, né? É que ela estar na minha sala é tipo, o trabalho dela.

-Como?

-Ela é minha secretária, Angel. Nós nunca fizemos nada e ela é até casada.  Chamei ela na minha sala porque tínhamos que resolver alguns assuntos da empresa.

-Ahn... É... –seu rosto adquiriu um rubor e eu pude ver claramente ele ir de uma postura agressiva para uma envergonhada- Desculpa. –ele murmurou baixinho- Eu meio que dei uma de surtado mesmo.

-Tá tudo bem, Angel. –sou um beijo simples na testa dele- Pelo menos, agora eu sei que você realmente gosta de mim também, certo?

-Sim, mas eu ainda não devia ter feito todo esse escândalo e...

-Não se preocupa, Ni. Não foi nada de demais, ok? –falo segurando seu rosto e tentando mostrar a ele que ele realmente não devia ficar se martirizando por isso.

-Okay. –ele fala ainda tímido.

-Agora podemos voltar? Eu ainda tenho uma reunião e alguém me prometeu um almoço.

Ele sorri de um modo fofo e acena com a cabeça. Não resisto e o puxo para perto, dando-o um beijo calmo. Ele se aconchega em mim e subimos então para o último andar.

Quando chegamos lá, Niall foi para meu escritório e eu para a sala de reuniões. John já estava acomodado ali tomando um café, então eu apenas me sentei na ponta da mesa, que era meu lugar de sempre.

-Temos ótimas notícias para você, Zayn. -ele disse- Avaliamos todos os dados da empresa desde que você assumiu e eles realmente foram bastante promissórios. Seu pai falou conosco e nos fez ver que mesmo com você sendo solteiro pode administrar muito bem a empresa. Você está casado ou não, não faz diferença.

-Que?

Ah não, isso não pode ta acontecendo.

-Então, -ele voltou a falar- decidimos como maioria que você pode se separar do Niall e dar um fim a esse casamento.


Notas Finais


Oi? Ainda tem alguém aqui?
Pois é, quem é vivo sempre aparece, né?
To de volta, mas não sei por quanto tempo. Nem vou tentar enganar vcs kkkkkk
Mentira vou sim. Já to escrevendo o proximo cap, então acho que até semana que vem eu volto (To falando sério, mas não se iludam tanto)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...