História Imperial Pregnancy - Jikook - ABO - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook Mpreg
Visualizações 478
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Carinho


Fanfic / Fanfiction Imperial Pregnancy - Jikook - ABO - Capítulo 19 - Carinho

 Jimin havia levantado no começo da manhã, estava completamente constrangido e não sabia como lidar com aquela situação. Vestiu uma camisa larga e massageou seu ventre que estava um pouco dolorido. Estava com seis meses e não conseguia entender o que estava acontecendo consigo. Sua barriga pesava e agora quando outro alfa tocava, seu ventre rejeitava e ardia em consequência.

 Sua coluna não aguentava mais, seus filhotes pesavam bastante e Jimin sequer conseguia enxergar seus próprios pés, que estavam inchados e doloridos. Agradecia tanto por ter Yoongi ao seu lado, por Deus, aquele alfa com certeza era um anjo.

— Jungkook- ah!

Os movimentos pararam em um ato brusco e eu logo me sentei, senti minha garganta secar e arregalei os olhos ao ver Yoongi nu me olhar surpreso. Aquilo não podia estar acontecendo, eu estava fodido.

Havia gemido o nome de um, na cama com outro. Me cobri com o lençol e o Kim apenas suspirou, riu fraco e beijou minha testa logo em seguida, ele saiu de dentro de mim e se jogou ao meu lado.

O Ômega caminhou até a cozinha se assustando Yoongi que estava sentado na cadeira e observou mesa que estava cheia de comida.

— Precisamos conversar, Park Jimin.

O loiro arregalou os olhos e mordeu o lábio ao sentir uma dor incrivelmente forte em seu ventre, respirou fundo e apenas se sentou na mesa.

— Me desculpa por ontem a noite, Yoon…

— Você acha que é por isso que eu estou bravo? Você deveria ter me contado que os filhos são do Jeon, eu já desconfiava, mas isso muda tudo Chim! Ele é um alfa lúpus e pelo visto você está carregando dois alfas que irão herdar a classe do pai. Eles precisam de Jungkook por perto, porque se não, as chances de você aguentar esse parto são minúsculas e provavelmente se você aguentar é porque o parto foi prematuro e nós não sabemos quais são as consequências disso.

— Eles já tem o pai perto!! Eu vou aguentar tudo, Yoongi. Eu sei que eu consigo e se eu resisti até aqui, eu não vou dar pra trás logo agora.

— Ah é? E me diga como você vai fazer isso? Já que você provavelmente está anêmico, porque não come a dias e vem mentindo pra mim!! — O alfa aumentou o tom de voz por um momento, mas logo se acalmou.

— N-Não sei do que você está falando... — Jimin engoliu seco e acariciou a barriga redonda.

— Meu bem, não tinha nada no seu armário e eu venho notando a sua fraqueza e indisposição. Eu apenas encontrei comidas para os bebês guardadas em um cantinho, mas era pra você estar comendo aquilo, meu amor. Precisa pensar um pouquinho em você também.

— Yoon, eles são minha prioridade. Mas obrigada pela preocupação, não sei o que seria de mim sem você.

Segurou nas mãos geladas do alfa, beijando os dedinhos do mesmo. O alfa apenas sorriu, puxando o Ômega para seu colo. Beijou os fios loiros e cheirou a barriga que crescia cada vez mais, sentindo uma movimentação fora do comum. Franziu o cenho ao ver uma careta de dor no semblante do ômega.

— Vou chamar uma médica, Chim. Não posso deixar você ficar assim, ok? Hoje você não vai trabalhar, mocinho.

— O que? Claro que não, Yoongi. Eu estou ótimo, não posso deixar de ir pro trabalho de maneira alguma, eu preciso pagar pelo berço deles.

O Ômega tentou levantar, mas respirou fundo ao se sentir tonto. — Por favor, Jimin. Olha o tanto de comida que eu comprei pra gente, eu sei que alguns desses você tava morrendo de vontade de comer.

O loiro suspirou e assentiu. Se ajeitou no colo do alfa e apenas sorriu agradecendo e pegando um pedaço de bolo, um pouco envergonhado.

— Não precisa ficar assim, Chim. Fique a vontade. — O alfa beijou sua testa e mordeu um pedaço do bolo em suas mãos, beijando sua bochecha gordinha logo em seguida. O Ômega gargalhou, esquecendo por um instante da dor que estava sentindo e jogou a cabeça pra trás. — Amor!!

O peito do alfa se aqueceu com a única palavra que o Ômega havia proferido e ele apenas abraçou o loiro em seus braços com o máximo de cuidado.


Um mês depois

Taehyung andava pra lá e para cá no quarto de Jimin, por enquanto que o loiro era examinado por uma doce senhorinha. O Ômega estava com uma febre alta e a barriga doía mais que nunca, Yoongi estava ao seu lado, segurando sua mão e dizendo que em breve ele ficaria melhor.

— Este Ômega está com 7 meses, não é?

Yoongi assentiu e a médica suspirou, continuando a massagear a barriga do ômega para dar um diagnóstico, pegou sua prancheta e suspirou.

— É um milagre ele estar aguentando tanto sem o pai ao lado e posso dizer a vocês que o nascimento dos filhotes pode ser a qualquer momento. Ele precisa ficar em repouso e com certeza se alimentar bem melhor, com o pai alfa ao lado tudo ficaria bem, mas nessas condições... Não posso dar certeza sobre o parto ser bem sucedido, mas sei que esse é um Ômega forte, então vou fazer de tudo para ajudar.

A senhora se levantou e Taehyung agradeceu várias vezes com os olhinhos marejados. A médica apenas sorriu e Yoongi se levantou, indo leva-la até porta. — Por Deus Chim... Eu estou tão preocupado.

— Se acalme, Tae. Vai ficar tudo bem, ok?

— Eu sei a sua resposta, mas não posso deixar de te perguntar. O que você acha da gente falar com o Hoseok e pedir pra ele enviar uma carta para o Jungkook? Você sabe que com ele aqui tudo daria certo.

O loiro se sentou e passou a mão no cabelo, respirando fundo.

— Você já sabe minha resposta, é claro que eu não vou correr atrás do Jungkook. Eu sou forte e vou conseguir, Tae!! Mas eu preciso que você confie em mim.

O Kim suspirou e assentiu, segurando na mão do amigo.

— Você sabe que ele vai voltar em breve… Como tudo vai ser?

— Não sei Tae, mas não vou deixar meu alfa por ele que me abandonou e agora está com outra.

 O Park sussurou, sentindo seu coração doer. Amava Jungkook, mas não largaria Yoongi que sempre esteve ao seu lado. Sentia um carinho pelo alfa Kim, mas não chegava nem aos pés do amor incondicional pelo Jeon.


Notas Finais


Voltei e vou atualizar frequentemente
Obrigada pelos 88 comentários no aviso que eu postei, vou reescrever a fic. Prometo responder todos os comentários podem perguntar td.
A segunda temporada ta mt perto, provavelmente daqui a dez capítulos.
Aí eu vou criar outra fanfic como segunda temporada.
beijos❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...