História Imperio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Harry Potter, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Minerva Mcgonagall, Neville Longbottom, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rose Weasley, Scorpius Malfoy
Tags Fantasia, Interativa Bts, Interativa Harry Potter, Mistério, Romance
Visualizações 70
Palavras 1.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, bruxinhas!
Preparadas para um começo de novo ano em Hogwarts? As aulas começam já amanhã, ahah!!
Desculpem não ter trazido o teaser da fanfic ontem, mas tive que dar prioridade à outra interativa "kingdom" que estava sem atualizar à três semanas. Contudo, hoje começamos o dia com Imperio e eu espero que gostem deste gostinho daquilo que está para vir.

Sim, eu sei que não tenho banner, mas eu vou resolver isso. Prometo!!

Capítulo 1 - Teaser: Moon


Maximus Aiken não era o ideal de homem perfeito, talvez fosse por esse mesmo motivo que nunca chegara a se casar. Professor de Poções há quase uma década e líder dos Slytherin, adorado por uns, especialmente pelas bruxinhas, que se encantavam com sua bela aparência, odiado pela maioria, por sua personalidade algo irônica e desconcertante - tão ríspida em dentro e fora da sala de aula - que levava os alunos a verterem lágrimas de desespero na sua matéria. Aiken não tinha um gosto particular em massacrar a vida dos alunos, mas também não desgostava de o fazer - suspeitava que herdara isso de Severus Snape, que fora seu professor de Poções anos antes de Harry Potter ter feito história no mundo bruxo.

Para Maximus Aiken, a disciplina era o mais importante. E, por mais que, secretamente, possuísse um certo carinho por todos os seus alunos - afinal vê-los crescerem, e se tornarem adultos, tinha um certo impacto - ele não podia descair sua postura. Talvez ele fosse extremo em algumas situações, mas esta era a melhor forma de os preparar para o mundo fora da acolhedora Hogwarts. Provavelmente a maioria não iria se dar conta, mas tudo seria graças a ele e ao seu estilo de ensino rígido. Daí, sem quaisquer dúvidas, Minerva McGonagall, a diretora da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, o ter convidado para ocupar o cargo, substituindo assim Horace Slughorn.

- Mandou chamar, Diretora?

- Maximus! - McGonagall ajeitou os óculos, que haviam escorregado pela ponta do nariz. - Sim, mandei. Por favor, entre.

Aiken obedeceu, fechando a porta atrás de si e caminhando pelo gabinete da Diretora, até alcançar sua secretária onde inúmeros livros e pergaminhos estavam espalhados. Em frente da secretária se encontravam duas cadeiras, sendo que uma delas já estava ocupada, pelo membro mais jovem do corpo docente da escola.

- Neville. - o homem cumprimentou de forma educada.

Neville Longbottom deveria ter razões para temer o homem mais velho, afinal seu mestre - Severus Snape - fora o professor que mais o aterrorizara durante seu percurso escolar bruxo. Contudo, Neville Longbottom e Maximus Aiken tinham uma relação quase familiar. Um não tinha pais e o outro não tinha esposa ou filhos, por este mesmo modo acabaram por criar um pequeno laço afetivo, fazendo certos alunos acreditarem que eles realmente eram pai e filho.

- Maximus, boa noite! - o jovem professor de Herbologia se levantou para cumprimentar o recém-chegado com um aperto de mão firme.

Depois, os dois se sentaram e observaram silenciosamente a Diretora que, novamente, se perdera nas muitas folhas de papel dispersas pela mesa. Os dois homens trocaram um breve olhar e o mais novo se limitou a encolher seus ombros, revelando que a sénior ainda não dissera nada, nem uma única palavra. Então, com uma tosse forçada contra o punho fechado, Aiken chamou a atenção de McGonagall.

- Poderia nos explicar o motivo que nos fez deslocar até o seu gabinete, a uma madrugada, antes do começo das aulas, Professora?

- Claro. - a mulher se riu sem jeito, parecendo um pouco desconcertada e, mais uma vez, os dois homens se entreolharam. - Eu lamento tê-los chamado a uma hora dessas, mas não o faria se o caso não fosse extremamente delicado.

- Prossiga. - Aiken pediu.

Minerva McGonagall se levantou e subiu as escadas que dariam até seus aposentos pessoais, descendo novamente, com uma carta na mão e uma Coruja-das-Torres no braço oposto.

- Avifors aterrou na minha janela, ao cair da noite. - a mulher explicou, se sentando novamente e colocando a coruja no pequeno poleiro sobre a mesa. - Uma mensagem de Dalila, como vocês podem imaginar. Infelizmente, parece que o nosso bruxo misterioso conseguiu despistar nossa amiga lobisomem.

Sem conter a frustração, com a palma da mão aberta, Maximus deu uma pancada forte na mesa, assustando tanto a diretora como o segundo professor. - Temos de o encontrar a todo o custo. - ditou.

- Paciência, Aiken. É disso que precisamos no momento. - mas as palavras de McGonagall apenas esquentaram mais os nervos do homem de terno negro.

- Paciência? - Aiken repetiu, embora fosse mais que óbvio que sua raiva não estava sobre a mulher mais velha. - De quanta mais paciência teremos de ter? Seis anos de paciência, Professora. A vida de três dos meus alunos dependem que capturemos esse traste.

- É por esse mesmo motivo que temos de nos aquietar, Maximus. Se dermos um passo maior que a perna, as consequências poderão ser fatais para eles. - McGonagall falou, com uma postura rija. Contudo, ao notar o olhar baixo e preocupado de Mestre de Poções, sua mão pousou na dele. - Eu sei que você se sente impotente, Maximus. Mas ser prudente é crucial.

- São apenas crianças, adolescentes se preferir. - se lamentou, apoiando os corovelos na mesa e encostando a cabeça aos pinhos fechados. - Não têm culpa de nada e são quem maior perigo correm.

- E, mesmo sabendo disso, eles são de entre nós os mais fortes. - Neville comentou, se sentindo corar ao ter atenção toda direcionada para si. - Quer dizer, o Trio das Trevas não foi uma mera brincadeira sonserina. Pois não?

Aiken negou, confirmando o que o líder dos Gryffindor mencionara. Porém ninguém conseguiu acrescentar mais nada, não havia nada para acrescentar. Haviam sido seis anos tentando encontrar a ordem secreta de Comensais da Morte, que se mantivera firme e fiel ao reinado de Lord Voldemort, mesmo depois de sua morte. A cada ano que passava, mais as forças das trevas se reapoderavam do mundo bruxo. Os mais experientes e os mais sábios o sentiam, todavia eram poucos os que se expressavam. Harry Potter trouxera esperança, principalmente às novas gerações, mas os antigos nunca iriam ultrapassar o medo.

- Maximus. - a Diretora falou o nome do homem, captando sua atenção. - Continue em cima dos três, principalmente de Suzanna. Tente convencê-la a falar com o Governo, por favor.

- Eu tentei inúmeras vezes, Professora. Mas Suzanna se recusa, assim como se recusa a aceitar minha ajuda. Ela costuma se metamorfosear, quando tocamos no assunto. Tal e qual o pai. - um suspiro cansado se desprendeu do peito do Professor de Poções. - Ela vive cega no medo daquilo que possam fazer com seus pais. Não me surpreenderia se Yoshihiro Moon ameaçasse a própria neta.

- Acha mesmo que ele seria capaz disso? - Neville murmurou assustado, e um simples gesto de cabeça serviu de resposta.

A resposta proveniente do gesto de cabeça de Maximus Aiken, provocou um mau estar inexplicável ao Longbottom, que começava a sentir o acento da cadeira um pouco desconfortável.

- De qualquer modo, continue tentando Maximus. Ela haverá de ceder, um dia. - colocando os óculos no devido lugar, Minerva olhou para o docente de Herbologia. - E você Neville, peço de fique de olho bem posto em Kim Taehyung.

- No Taehyung? Ele é um aluno exemplar.

- Não duvido disso, mas também não é a isso que me refiro. - a mulher sorriu um pouco, pela maneira como o Longbottom havia partido em defesa de um dos seus alunos. - Prevejo que saia um feiticeiro extraordinário dali, mas suas contantes investidas em Miss Moon, me preocupam. Temo que ele possa se meter em problemas.

Neville se manteve silencioso, refletindo as palavras da diretora. O bruxo mencionado, Kim Taehyung, era um dos alunos da casa vermelha que ele mais gostava. E o sentimento parecia recíproco, afinal o Kim confessara seus sentimentos para com a Princesa dos Slytherin com o professor. Ele sabia que “investidas” era pouco para descrever a situação entre os dois adolescentes, mas comentá-lo poderia implicar uma ação dura. E Neville optou pelo silêncio, da mesma forma que Aiken fez.

Os dois homens foram liberados e, com um despedida, se ausentaram da presença da Diretora. Caminhando lado a lado, em direção aos seus aposentos, Neville sentiu que estava na hora de colocar uma pergunta que o atormentava há vários anos.

- Porque Suzanna é tão importante para você?

- Os pais dela e eu estudamos juntos, e eu acompanhei de perto o crescimento de sua relação. Quando Suzanna nasceu eles me pediram para ser o padrinho dela e eu aceitei. - explicou, sem olhar diretamente para o mais novo. - Prometi a Aitor que cuidaria dela, mesmo sem ela saber este facto.

- E se Taehyung se envolver demais com ela, pode ser perigoso para ele...

- Eles já estão envolvidos, na verdade. - Aiken se riu um pouco. - Você sabe, não é mesmo, Neville?

Negar não era opção, porque Aiken saberia se ele estivesse mentindo - tal e qual um pai. Portanto Neville não teve outra saída se não confessar a verdade; e confirma que sabia do caso. Mas, ainda um pergunta sem resposta, uma pergunta que Neville vinha fazendo, há vários anos, ao Professor de Poções. Insistir e presistir era necessário, por vezes.

- Maximus, quem é a Suzanna?

Estavam cruzando o aposento do Lomgbottom, pelo que o mesmo parou. Mas fê-lo sozinho, pois o líder dos Slytherin seguiu em frente no corredor, com os passos ecoando atrás de si e com a luz vinda de uma grande janela, criando um silhueta sua. Contudo, antes de virar a esquina para o corredor seguinte, ele parou e olhou para o líder da casa de Godric Gryffindor.

- Isso, meu caro amigo, é algo que terá de descobrir sozinho.


Notas Finais


Curiosidades do Teaser:
• Dalila Courtney, a mencionada líder dos Hufflepuff, se tornou lobisomem por hereditariedade. Seu pai, Reuben Courtney e sua avó Beth Passelewe era um lobisomens.

• O nome de sua coruja, vulgo Avifors, foi dado segundo um feitiço bruxo, usado para transformar o alvo numa ave. Isto levou a boatos e brincadeiras de que coruja da Professora Courtney fosse, na verdade, seu falecido marido transformando numa coruja. Claro que isso não é a realidade, apenas uma brincadeira de muito mau gosto.

• Metamorfosear, um verbo que provém da palavra metamorfose.

• "Ela costuma se metamorfosear, quando tocamos no assunto. Tal e qual o pai." - Maximus Aiken, sobre Suzanna. Aqui Maximus faz uma referência ao facto de Suzanna Darnele Moon, e seu pai, Aitor Dominic (Rathbone) Moon serem metamorfomagos. A metamorfomaga mais conhecida é Nymphadora Tonks.

• Yoshihiro Ikki Moon, o mencionado avô materno de Suzanna, foi o mais fiel servidor do Lorde das Trevas, durante o seu reinado malévolo.


~~~~~~~~~~~~

Depois de todas estas curiosidades (irão ver muitos destas ao longo da fanfic) só posso desejar que tenham gostado do teaser e que tenham ficado tão ansiosas como eu fiquei/estou 💕

Um grande beijinho 💗💗💗


Alunos Fixos de Hogwarts + Adicionais (ainda será atualizado)
https://docs.google.com/document/d/17i6Xb0NfghWUNaUG-jgpctPNr4bjF6NczwALHmyp1ss/edit?usp=drivesdk


Corpo Docente de Hogwarts
https://docs.google.com/document/d/1i-mNmaD4UOK6UOnfEsUvkfXHWeZRTZkQ0CIu-axYM6A/edit?usp=drivesdk

Aceites
https://docs.google.com/document/d/1cDkFBOtxdDrP0X3H-oCm8sud8h6ZsmE_hFzCBYmagPk/edit?usp=drivesdk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...