1. Spirit Fanfics >
  2. Império de sangue e prata - ObiRin >
  3. Prólogo

História Império de sangue e prata - ObiRin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Sejam bem vindos a esse clichê de um casal que eu tanto gosto.
:3
Espero que gostem, este é o prólogo da historia.

Tenham uma boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Império de sangue e prata - ObiRin - Capítulo 1 - Prólogo

 

 “Uchiha Obito?

  É um homem arrogante, que acha que pode ter todos na sua mão, alguém orgulhoso, prepotente e esnobe. Herdeiro da maior empresa de Konoha, fez seu ego subir a cabeça, um filho mimado pelo pai, amigo do presidente e de qualquer outra pessoa influenciadora da sociedade da vila da folha. Uchiha Obito é uma naja que rasteja pela areia se camuflando pronta pra dar o bote, oh não espere! Ele não precisa se  camuflar, ele faz isso a frente de todos, ataca sem o mínimo de empatia ou medo. Afinal ele é Uchiha Obito um príncipe soberbo em busca  de um reinado, e seu reinado é a Uchiha Sharingan B. S. Ltda

 

— Ele é um monstro, uma besta, um crápula, a pior pessoa pra quem eu já trabalhei, com certeza sua alma irá queimar no fogo ardente do inferno.”

 

Ele é uma das pessoas mais influentes do país.”

 

— Eu sou ateu mas se existisse um Anticristo com certeza seria Uchiha Obito

 

— A pele dele é muito boa.”

 

— As pessoas rotulam demais ele, eu trabalho com Obito, sou seu melhor amigo e o conheço como ninguém. Ele não é esse ser arrogante como todos dizem… Só um pouquinho.

 

— Sua voz excita as pessoas

 

24 anos, noivo da socialite Yuhi Kurenai de 22 anos.

 

Ouvi dizer que ele gosta de modelos francesas

 

Mas o que realmente era verdade e o que era mentira na vida de Obito? Até onde aqueles boatos super-sensacionalistas estavam certos?

 

Antes essas era uma das notícias mais faladas sobre ele, sua personalidade influenciadora e soberba moldavam seu visual, fazendo ele ser visto como uma pessoa complicada que chega dava calafrios ao ouvir falar daquele nome.

 

Ele era um cara que parecia ter tudo, em uma vida aparentemente perfeita.

 

Mas até mesmo uma cidade grande e tecnológica como Atlântida foi submetida aos castigos do mar, quem dirá um simples homem?

 

Tudo isso foi destruído após aquele trágico acidente.

 

"Uchiha Obito acaba de sofrer um grave acidente, metade do seu corpo foi esmagado por uma pedra na estrada principal enquanto o mesmo pilotava uma moto."

 

"O empresário está em coma, e não tem previsão de quando acordará."

 

"Honestamente sua família perdeu a esperança, querem desligar os aparelhos, porém, seus melhores amigos Hatake Kakashi e o também enfermeiro Namikaze Minato não autorizaram tal ação. O hospital continua na esperança de que Obito saia do seu coma, já fazem três meses."

 

"— Obito sempre foi um homem forte, sei que vai sair dessa — dizem pessoas próximas."

 

"Uchiha Itachi toma conta das empresas Sharingan em ausência do primo."

 

"Inédito: Uchiha Obito finalmente abre os olhos depois de seis longos meses! Mas os médicos falam, a situação é crítica".

 

"Vaso ruim não quebra mesmo."

 

"O senhor Uchiha Obito não permitiu entrevistas, saiam já daqui!"

 

"Médicos não querem explicar a situação do caso do Uchiha, mas podemos prever que deve ser muito ruim"

 

"Dizem que seu corpo ficou muito ruim, ele não consegue mais andar… isso sem contar das cicatrizes que ficará o resto de sua vida… é nojento."

 

"Não temos nenhuma notícia de Obito durante os últimos tempos, ele simplesmente desapareceu, sua família decidiu preservar sua privacidade."

 

De um dia para noite a vida daquele cara mudou. Se antes só falavam de como ele era, agora diziam o que aconteceu com ele.

 

Tudo foi estagnado quando aquela pedra o acertou. Toda sua honra e glória sumiram no momento em que foi quase soterrado.

 

O Uchiha pilotava sua moto em meio a uma estrada do lado de um barranco, quando coincidentemente uma pedra deslizou por a baixo, acabando por o acertar inteiro em metade do seu corpo pelo lado direito.

 

Os médicos dizem que foi um milagre, pois se ele fosse acertado por completo não teria a mínima chance de vir a sobreviver.

 

Outras pessoas na pista viram aquele trágico acidente e imediatamente chamaram a emergência, e desde então um dos assuntos mais pautados nos meios de notícia era sobre o que ocorreu com o Uchiha, que teve a sua vida e carreira interrompidas.

 

— Então, senhorita Nohara Rin — a voz de Kakashi chamou atenção da garota sentada em sua frente. — Não vou fazer aquelas perguntas clichês que se fazem entrevistas, não estou nem aí para saber que tipo de animal você seria… — falou descontraído e a morena acabou dando um sorrisinho meio nervosa. — Acha que consegue dar conta em um trabalho com o Obito?

 

— Definitivamente que sim — Rin respondeu prontamente. Obito precisava de uma acompanhante na visão de Kakashi, já Rin? Precisava de um emprego e dinheiro.

 

Aquela lhe parecia uma troca perfeita.

 

— Certo senhorita… já lhe expliquei a situação dele por telefone, não é?

 

— Claramente — acenou positivamente.

 

— Ele não anda, e não consegue mexer com o lado direito. Graças a fisioterapia intensiva que vem recebendo no rosto ele já está um pouco melhor nesse local, porém as pernas e braços como necessitam de uma dedicação maior ele não quer fazer, e isso acaba piorando seu estado — Kakashi suspirou. Obito era um teimoso desde sempre, mas esse acidente arruinou totalmente sua visão sobre as coisas boas da vida. — O pior é que ele ainda precisará passar por mais um monte de cirurgias…

 

— Oh… entendo — a morena respondeu

 

— Ele perdeu as esperanças, mesmo com os médicos dizendo que pode se recuperar com tempo, tratamento e fisioterapia — disse.

 

— Senhor Kakashi… sobre a personalidade dele, é verdade o que as pessoas dizem? — questionou curiosa.

 

Já havia pesquisado sobre a vida do rapaz antes de fazer a entrevista, e ficou intrigada com o que encontrou.

 

— Ah sim, um pouquinho pior — Kakashi sorriu. — A verdade é que meu amigo piorou muito depois desse acidente, eu me preocupo além do seu físico… 

 

— Entendi — respondeu mas sem se deixar abater.

 

Era só mais algum riquinho mimado como previa, mas ele estava doente agora… não devia ser tão ruim.

 

— Se aceitar esse emprego você terá todos os benefícios inclusos na CLT, vale transporte, refeição, convênio médico e odontológico… e claro, o salário é bem maior do que o oferecido no mercado geralmente pra essas situações.

 

— É uma ótima oportunidade! — sorriu animada.

 

— Certo! — Kakashi disse satisfeito, parecia ter encontrado a pessoa que tanto procurava para cuidar de seu amigo. — Senhorita Rin, acho que já encontrei o que precisava na senhora.

 

Rin tinha uma aura doce e simples que chamava atenção, talvez fosse isso que o Uchiha precisasse.

 

— Oh sério? — falou emocionada, estava tanto querendo um emprego.

 

— Sim, acha que pode começar amanhã? — questionou.

 

— Com toda a certeza! — respondeu firmemente.

 

— Certo, eu vou arrumar a parte burocrática para a sua contratação, amanhã você assina e então eu te apresento a ele — explicou e então estão a mão para a garota apertar.

 

— Entendido senhor Kakashi, garanto que não vai se arrepender! — Rin falou retribuindo o cumprimento.

 

— Ah, e por favor não me chame mais de senhor, sem formalidades temos praticamente a mesma idade! — disse.

 

— Oh sim, mas só se não me chamar de senhorita também — brincou de volta arrancando um sorriso do homem.

 

Ambos se despediram, e então Rin saiu daquele escritório.

 

Amanhã começaria um emprego novo, e não podia estar mais ansiosa com aquilo! Também estava curiosa para conhecer quem seria Uchiha Obito.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...