1. Spirit Fanfics >
  2. Impossible >
  3. Garota estranha

História Impossible - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Já vou logo avisando que vocês vão chorar. É só isso mesmo

Capítulo 1 - Garota estranha


Fanfic / Fanfiction Impossible - Capítulo 1 - Garota estranha


As segundas eram os piores dias. 


Nicole não se sentia bem naquela manhã. Sabia que o fato , não era por estar em seu período menstrual , todo aquele enjôo , era sua ansiedade para voltar a estudar. 


O ruim de tudo isso , era que , a mãe de Nicole , Joana , decidiu muda-la de escola , visto que seu padrasto Ronaldo , achou que Nicole estava contando seus segredos para as amigas da escola. 


Mas Nicole não tinha amigas.


Ela sempre evitava almoçar na escola. A ideia de entrar na fila para pegar merenda , com todos os adolescentes malvados , a deixavam tão nervosa , que perdia a fome. Que dirá fazer amizades. 


:- Se você ficar parada em frente ao espelho  feito uma boba , Ronaldo vai chegar e você não vai conseguir tomar banho.  - Joana disse ao ver Nicole perdida em seus próprios pensamentos. 


:- Eu já estava indo , mãe. - resmungou. 


Parecia que sua vida era resumida nisso , em resmungos. Ainda mais quando seu padrasto estavam em casa. Por isso Nicole tinha de ser rápida , ele não permitia tomar banho duas vezes ao dia ,dizia sempre que era desnecessário. Mas Joana deixava que a filha mais velha tomasse antes de ir , os mais novos não iam para a escola . 


O banheiro não tinha porta . No começo , Nicole e todos da casa tinham que fazer as necessidades sem nada os cobrindo , o pior de tudo era que o banheiro ficava de frente para a sala , onde Ronaldo perambulava  todos os dias quando chegava de seu trabalho. Por isso , Joana colocou um lençol , apenas para tampar . 


Depois que Nicole terminou seu rápido banho , ela foi para o quarto se vestir. Suas roupas eram masculinas , visto que Ronaldo lhe deu o que não servia mais , apenas para não gastar dinheiro, e as roupas que não serviam mais na garota , ela deu para a irmã mais nova . Nicole se acostumou e gostou quando percebeu que seu corpo não ficava marcado , e de certa forma , era seu estilo , Nicole se sentia mais confortável . 


Mas não era atraente . 


O barulho do ônibus estacionando em frente a casa se fez presente, a garota correu para pegar sua bolsa gasta em cima da beliche e saiu do quarto. 


:- Nic , espera. - Joana pediu e andou até a garota que olhava agoniada para a mãe que carregava um frasco de loção corporal nas mãos. 


:- Não tenho tempo para isso , mãe . - Exclamou sentindo a mais velha espalhar a loção em seu pescoço e orelhas. - Mãe!


:- Pronto , ande ! - Beijou-lhe a testa em despida e Nicole saiu pela porta da frente como um jato, correu em direção as portas do ônibus que estava prestes a se fechar e subiu os degraus. Estava tão apressada que não pensou em como se sairia no primeiro dia de aula. E isso a atingiu logo quando viu todos os adolescentes a encarando . 


O ônibus estava sujo, bolinhas de papel espalhadas no chão e chicletes colados no teto. Nicole sentiu frio na barriga , os olhos de seus colegas a fitavam estranhamente e com asquereza . Ela queria sumir. 


Respirou fundo e percorreu o olhar procurando um assento. Mas todos estavam ocupados , com excessão daqueles que foram colocados mochila em cima , apenas para ela não se sentar. Nicole levantou a cabeça e andou até o fundo , onde um grupinho de jovens com estilo punk estavam sentados. Havia uma vaga ali . 


:- Posso me sentar aqui? - perguntou com a voz falha , sua garganta estava seca. 


Eles a encararam e depois se entreolharam , e caíram na gargalhada . Nicole não sabia se estavam rindo dela , ou de outra besteira. 


- É claro que não estranha , vaza. - uma garota de cabelos loiros disse e ela concordou cabisbaixa. 


Ao lado , Gabriel observava toda a situação. Tentou não ligar , afinal , sabia que essa era mais um novata que aos poucos iriam se enturmar , ao menos tentava pensar assim. Mas ao lhe dizia que essa situação séria diferente. 


:- Garota , sente-se.- o motorista gritou lá da frente . 


:- Por favor , eu preciso sentar em um lugar. - Nicole repetiu para a loira punk , que a olhou com gozação.


Parecia que ela iria ter um piripaque ou algo assim. 


- Senta aqui. - Ele disse firme e seco , antes que a garota dos cabelos castanhos pudesse começar uma discussão. Nicole o encarou e ficou parada , sem ao menos piscar.- Se esqueceu como se senta?- Disse acenando para o assento ao seu lado. 


Gabriel aumentou o som em seu fone de ouvido e olhou para a janela, se cobrando por não ter intervido antes.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...