1. Spirit Fanfics >
  2. Impossible Love ( Beauany ) >
  3. - Capítulo Dois -

História Impossible Love ( Beauany ) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - - Capítulo Dois -


               °•ANY GABRIELLY•°

Acordo com os raios do sol invadindo o quarto, e um deles estavam sobre meu rosto. Eu esqueci de fechar a cortina antes de dormir.

Que droga.

Me sento na cama e cruzo minhas pernas, coço meus olhos e bocejo. Sento na ponta da cama e ponho a minha pantufa no pé e levanto, pego o controle do ar condicionado e o desligo. Abro a porta do quarto fazendo com que todo o ar gelado preso dentro dele se espalhasse por toda a casa.

Meu pijama era simplesmente uma camisa longa e um short. Era confortável para dormir

Ando pela casa e percebo que Sabina ainda não acordou, bom... era domingo e eu acordei sete da manhã. Qualquer pessoa normal acorda onze horas, especialmente em dias de domingo .

Penso um pouco e começo a mexer nos armários da cozinha. Pego alguns ingrediente e começo a fazer o café da manhã. Ajeito a mesa e ponho os pratos com as xícaras. Não demora muito, eu vejo uma mexicana andando pela casa.

── Bom dia, flor do dia!! - Falo animada e sorrio

── Bom dia. - Ela coça os olhos - Hm...ovos mexidos com bacon? E..torrada - Vejo um sorrisinho em seu rosto

── Eu estou morrendo de fome, vamos logo comer - Bato palminhas e sento em um dos bancos, logo Sabina me acompanha.

── Eu também - ela ri fraco e pega o garfo começando a comer. Em seguida ela olha pra mim e pergunta - E os namorados? - Sorrio fraco e a respondo

── Eu namorei o Ethan, mas ele era um cara muito controlador, eu não podia pisar um pé fora de casa que ele perguntava com quem eu tava, fazendo oque. - Sabina revira os olhos - Ele também me traia diversas vezes e eu besta né, desculpava.

── Aí amiga, deve ter sido horrível mesmo. - Ela comenta

── Sim. Eu não quero mais namorar, eu só fico com os que não prestam - Escuto ela dar uma risada baixa - Tá rindo do que Sabina? - Falo tentando conter meu riso

── Você ainda vai encontrar alguém, eu sei bem do que eu estou falando. E você vai encontrar hoje mesmo! - Franzo o cenho.

Oque exatamente ela quis dizer com isso?

── Não entendi. Vamos sair pela rua atrás de alguém para mim? - Ela olha para mim

── Não! - ela ri - Vamos em uma festa hoje. Eu, você e uns amigos meus. Eu te apresento eles depois. 

── Sabina você sabe que eu não gosto de ir a festas 

── Para de bobeira, você vai sim e acabou. Vamos aproveitar seu primeiro dia aqui. - Ela levanta da cadeira e pega os pratos, levando os mesmos até a pia e começando a lava-los. - Vai ser legal eu prometo.

── Vou confiar . - rio fraco - Bom eu vou tomar banho, tá afim de almoçar fora? - Vejo um sorriso em seus lábios

── Mais tarde nós vamos. Ainda é cedo - ela me responde enquanto lava uma colher.

── Tudo bem. Eu vou para o meu quarto ajeitar minhas roupas no closet. - Vejo ela balançar sua cabeça em uma forma positiva, em seguida saio andando até meu quarto e adentro o mesmo.

Ando até minha mala e a abro, começo a ajeitar as roupas em cima da cama para depois passar para o closet.

                                ❃

Passei um bom tempo ajeitando as coisas no closet, eu tirava de um lugar e passava para o outro. Mas eu finalmente consegui terminar e deixar do jeito que eu queria.

Em minha penteadeira, eu organizei as maquiagens e pincéis. Essa parte não foi tão difícil, foi até mais fácil do que eu pensava. O jeito que a Sabina fez as luzes da penteadeira foi muito criativo.

Eu fiquei até um pouco cansada depois de arrumar as minhas coisas. Então guardei as malas vazias e depois me joguei na cama.

── Uffa - Falo deitada na cama. Pego meu celular que estava ao meu lado e vejo as horas. São onze horas. - Vou tomar um banho.

Falo comigo mesma e entro no banheiro. Tiro minha roupa e entro no box, logo em seguida fechando a porta do mesmo. Ligo o chuveiro no quente e entro debaixo d'água, conseguia sentir as partículas de água entrando em contato com o meu corpo.

O banho foi relaxante mas não durou muito, pois eu tinha que me arrumar. Saio do banheiro com um roupão dessa vez, e já vou andando até a minha penteadeira. Sento na cadeira e pego alguns produtos, e faço uma maquiagem leve.

Em seguida troco de roupa, coloco uma saia rasgada com uma blusa branca, que estava por dentro da saia, e um all star preto.

Saio do quarto e sento no sofá a espera de Sabina, pego o celular e começo a mexer nas redes sociais.

── Vamos?! - Escuto a voz de Sabina após ela abrir a porta do seu quarto e sair.

── Vamos... - Pego minha bolsa de alcinha e levanto do sofá, saimos do apartamento e descemos de elevador.

Quando chegamos a garagem nós andamos em direção ao carro e entramos no mesmo, afivelo meu cinto e olho pra ela.

── Alguma preferência? - Digo em relação a música

── Põe aquele cantor lá, do cabelo cacheado.

── Vitão? - Ela assente e eu em seguida rio. Conecto meu celular no carro e ponho a minha música preferida dele.

Café, óbvio.

Vamos o caminho todo escutando várias músicas dele e cantando. 

                               ❃

Chegamos no restaurante a um bom tempo, pedimos a comida e ela acaba de chegar em nossa mesa. Nos servimos e começamos a comer, papo vai, papo vem. Fofocas e mais fofocas.

── Any, eu sei que você não tem trabalho. Eu poderia te indicar um lugar. - Olho para ela 

── Bom, eu tava pensando na Segunda-feira ir atrás de emprego. Mas que tipo trabalho você tem pra mim? - Pergunto para Sabina

── Ah, a amiga da minha mãe é dona de uma cafeteria, que é bem famosa e os funcionários são bem pagos. Eu poderia falar com ela - Ela dá um sorrisinho de lado

── Claro, seria bem melhor. - Dou uma risada fraca - Mas enfim, já terminamos. Vamos dividir a conta?

── Sim, vamos. - Ela pede a conta para o garçom e nós dividimos, como combinado.

Saímos do restaurante e vamos em direção ao carro, adentramos o mesmo e seguimos caminho para casa.

                                ❃

Estou largada no sofá a um bom tempo, estou esperando a hora de me arrumar chegar. Enquanto isso mexo no celular e assisto TV, hoje a noite é o dia da tal festa que Sabina praticamente me obrigou a ir.

Não gosto muito de festas, mas como ela disse hoje é meu primeiro dia aqui. Então tenho que aproveitar ao máximo.

Estou impaciente esperando, então resolvo levantar do sofá e desligar a televisão. Vou caminhando até o meu quarto abrindo a porta do mesmo.

Vou direto para o banheiro e começo a tomar um banho. Lavo meu cabelo o hidratando, demoro um pouquinho mais do que o esperado. Quando saio do banho olho a hora e vejo que tenho quarenta minutos para me arrumar.

Ainda bem que não esperei mais tempo, se não iria me atrasar. Boto um roupão e enrolo meu cabelo na toalha. Saio do banheiro indo para o quarto e sento na minha penteadeira. Começo a fazer uma maquiagem bem caprichada.

Demoro uns vinte a trinta minutos para me arrumar, ainda bem que minha roupa estava separada em cima da cama assim não iria perder mais tempo.

Termino minha maquiagem.

Levanto da cadeira e vou andando até a minha cama, pego minhas peças íntimas e as visto. Em seguida pego a roupa que iria usar e a coloco em meu corpo.

Ponho uma calça preta com alguns rasgos e uma blusa de manga comprida que aparecia a barriga, pego uma bolsinha preta e ponho um tênis branco.

Bato na porta de Sabina e ela grita de lá de dentro.

── Espera um pouco - Eu rio e fico em pé em frente a porta do seu quarto. - Estou aqui - Ela fala abrindo a porta do quarto e desligando a luz do mesmo.

── Uau está gaterrima - Sorrio ao ver oque ela vestia.

Ela estava usando um vestido colado em seu corpo, com alças finas. Ele ia até sua coxa, ela estava muito bonita.

── Obrigada, você também está lindíssima. - ela olha pra mim - Vamos então?

── Claro.. - a gente Vai andando até a porta do apartamento e saímos.

Pegamos o elevador descendo até a garagem, abrimos o carro e entramos no mesmo. Vamos dirigindo até a festa.

Depois de um tempo dirigindo nós chegamos, eu vejo que há muitos carros estacionados e várias pessoas na fila para entrar na festa.

── Vem - Sabina fala saindo do carro. Vou andando até o seu lado e a sigo

── Como vamos entrar? Tem muitas pessoas... - Ela me olha

── Você vai ver... - Passamos na frente das pessoas e vamos até um guarda - Sou a Sabina

Ele não pergunta mais nada e abre a porta para ela.

── Bem mais rápido que eu pensei - Rio fraco e ela ri também

── Vamos pegar bebida? - Ela me pergunta e eu assinto, em seguida vamos andando até o bar e pedimos uma bebida.

_________________________

By Rebeca C. & Ariadne M. 


Notas Finais


Espero que estejam gostando da fanfic💕

No próximo capítulo terá interação de Beauany. Ansiosos?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...