1. Spirit Fanfics >
  2. Impossible love (Namjin ABO incesto) >
  3. Capítulo 5

História Impossible love (Namjin ABO incesto) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Leiam as notas finais

Capítulo 5 - Capítulo 5


O suor escorria pelos corpos quentes, os únicos barulhos que se ouvia naquele quarto eram dos corpos se chocando violentamente um contra o outro.

O ômega cavalgava rapidamente em cima do alfa, que gemia palavras desconexas contra o pescoço marcado do ômega.

Namjoon estocava com força o interior do mais novo, que só o que sabia era gemer manhosamente pedindo para que o alfa surrasse cada vez mais forte sua próstata.

O corpo de ambos sofria solavancos e tremia, dando espasmos, anunciando o orgasmo que estava próximo.

- Nammie, e-eu vou... Go-gozar...

- Go...za pra mim Jin..nie 


Bip Bip Bip

Namjoon levantou com tudo, se sentando em sua cama, ele estava ofegante e suado, com um puta de uma enorme ereção dolorida e pulsante no meio das pernas.

Não estava acreditando no que acabou de acontecer. Como ele pode ter sonhado com seu filho? Isso não estava certo.

" Você gosta dele seu idiota"

"- não, não gosto koya"

E então Namjoon ignorou seu lobo, levantando da cama vendo o horário. É ele se atrasaria, então se dirigiu ao banheiro para tomar um banho gelado, para tentar acabar logo com aquela ereção.

Mas o sonho não saia da sua cabeça, era tudo tão real, tão... Quente.

Namjoon encostou sua cabeça no box de vidro, enquanto sentia a água fria correndo pelo corpo grande e malhado.

Apoiou um braço no box, o dobrando e colocando o rosto em cima de seu braço, levando sua mão direita até seu membro.

E lembrando de cada detalhe do sonho. 

Cada gemido. Cada arfar. Cada palavra dita. Cada eu te amo. 

Desceu a mão pelo falo duro, lembrando dos detalhes do sonho. Do corpo do ômega. Começou uma masturbação rápida, e após minutos, se desfez no vidro do box, com um gemido um pouco alto.

Namjoon se sentou no chão tentando normalizar sua respiração.

Mas o que ele não sabia, era que no quarto ao lado, o ômega tinha tido o mesmo sonho. E se encontrava sentado na cama com o coração acelerado, com as mãozinhas delicadas no peito tentando controlar a respiração.

"Você é burro ou se faz?"

"- do que você está falando RJ?"

"Eu vou ter que desenhar pra você? O que você sente quando está perto dele?"

" eu sinto você com esse seu fogo no cu ficando agitado"

" O que VOCÊ sente?"

" Meu coração acelera, minhas mãos soam, meu peito queima"

" Ainda tem dúvidas do que você sente?"

" Mas isso não é certo RJ! Ele é meu appa! Eu não posso sentir nada por ele... E quem me garante que não é apenas, ah... Sei lá... Só... Ansiedade? Deve ser por que... Eu ... Ah não sei..."

" Você está apaixonado por ele Jin!"

" Não... Não... Não.. não posso...não posso estar apaixonado por ele..."

"Jin se acalma, se você ficar nervoso você vai ter um ataque!"

" RJ, fica quieto tá? Eu preciso pensar sem você ficar falando na minha cabeça!"


    Após essa breve conversa com o seu lobo, Seok levantou rapidamente e tomou um banho gelado. 

Após isso, vestiu seu uniforme, pegou sua mochila e tomou seu café, porém seu appa estava demorando de mais, então escovou os dentes e foi no quarto dele, bateu na porta, mas ninguém respondeu, então ele entrou, ouvindo o chuveiro no banheiro, se aproximou da porta, e bateu nela.

- Appa?- disse batendo novamente na porta

- oi?- gritou de dentro do banheiro, enquanto tirava o shampoo do cabelo.

- eu queria saber se você pode me levar na escola hoje.- indagou se encostando na porta, sentado em frente a mesma.

- vou sim!- disse já desligando o chuveiro, e enrolando uma toalha na cintura.

Já Seok já tinha se perdido em pensamentos, e não ouviu Namjoon destrancando a porta.

O que resultou em um Namjoon espantado, e um Seokjin que caiu pra trás e acabou puxando a toalha de Namjoon.

- AI MEU DEUS- o ômega deu um grito e levantou tapando o rosto.

Na verdade ele tava mais assustado com o tamanho do "amiguinho" de seu appa, e não com a situação em si.

- me desculpa... Aí meu deus.. é...eu...vou te esperar...lá..na.. sala.- falou gaguejando e saiu correndo pra fora do quarto.

"Coitado do menino Namjoon, ficou assustado com o tamanho do seu pau."

" O QUE? cala a boca Koya."

Namjoon se vestiu rapidamente, e logo desceu as escadas se encontrando com um Seok muito vermelho sentado no sofá, com as pernas cruzadas, e evitando encarar Namjoon.

- er, vamos?

- hãm? Ah..sim...vamos ..- se levantou rapidamente, indo para a garagem.

Namjoon logo foi atrás. Não soube o momento certo, mas acabou deixando seu olhar cair sobre a bunda farta de Seokjin, vendo ele andar rebolando, com aquela saia de colegial.

Namjoon apertou seu membro sobre a calça, tendo uma discussão interna com seu próprio pau. 

"Você não ouse levantar!"

Ambos entraram no carro. O caminho para o colégio foi em um silêncio constrangedor, da parte de Seokjin.

Ao chegarem aí colégio, Seok se despediu rapidamente e saiu do carro, indo direto pra sua sala, encontrando Tae e Lalisa, e logo os chamou, e ambos sentaram no fundão, a sala estava vazia, só tinha ambos lá, então Seok sentou na última cadeira da última fila encostada na parede, Lalisa em sua frente, e logo virou sua cadeira para ouvir o que o amigo queria falar, e Tae sentou ao lado de seu melhor amigo.

- então Ji! Quer me explicar o por que de ter falado que estava fudido? - a alfa diz olhando seu amigo que estava com as bochechas levemente rubras.

- que? Como assim?

- bom... Ontem, eu meio que .. beijei... Meu ... Appa?

- VOCÊ O QUE?

- Taehyung! Para de escândalo e deixa o Jinnie falar! - repreendeu a alfa loira.

- gente, é complicado! Desde a primeira vez que eu vi ele, ele mexeu comigo, mas preferi tentar ignorar, mas ontem eu fui beijar a bochecha dele... Mas... Ele meio que... Virou ... E eu dei... Um beijo... Nele...

- mas foi um beijo beijão, ou beijo beijo... - indagou Lalisa que estava muito interessada na história, ignorando o olhar chocado te Tae

- beijo, selinho.

- AFF não tem graça.

- garota? O Jin conheceu o appa antes de ontem! E você quer o que? Que ele saia agarrando o appa dele?

- se ele não fizer eu faço.- Lalisa brincou pra ver a reação de Seokjin, e ficou satisfeita, mas com um pouco de medo ao ver os olhos se Seokjin começarem a brilhar em um tom forte de rosa, e seu lobo tomar controle de Seokjin, puxando a alfa pela gravata.

- Lalisa Manoban, se você tem amor a vida, não ouse chegar perto do meu alfa!

Porém Seok retomou rapidamente o controle, soltando a amiga.

- aí meu Deus... Desculpa.. mas o incrível que você é Alfa, e meu lobo deu a louca aqui.

- tudo bem meu anjo! Mas calma aí que eu já tenho uma ômega!

- que? Quem é a louca que está com você?

- HAHAHA, nossa Taehyung, olha como eu tô morrendo de rir.- falou olhando séria para seu irmão.

- eu não terminei!

- é verdade, continua Jin, o que aconteceu hoje?- pertou Tae mudando de assunto.

- eu tive um... Sonho ... Erótico.. com ele...

- senhor! Kim Seokjin? O puritano?

- puritano? O Seokjin? Tá doida Lalisa?

- parem os dois. E não foi só.. isso. -Nesse momento o rosto de Seokjin estava tão vermelho, que o tomate deveria estar com inveja.- eu fui falar com ele no quarto, agora de manhã... E, ele tava no banho... E eu bati na porta ... Aí ele falou alguma coisa que eu não lembro, por culpa do RJ, que fez eu ficar perdido em pensamentos.. aí ele abriu a porta, só que eu tava sentado em frente a porta, encostado nela... Aí.. eu... Cai para trás... Mas... A toalha dele foi junto...

- CÉUS!- exclamou Lisa.

- aí, eu não sei o que fazer.- disse dobrando os braços sobre a mesa, e escondendo o rosto entre seus braços.

- tá ok, mas o que que tem?

- Como assim o que que tem Kim Taehyung? O menino viu o pau do pai dele. Que deve ser bem grande né.

- será?

- dá pra vocês pararem de falar do pau do meu pai?- Seokjin falou levantando o rosto irritado .

- NÃO- exclamaram os irmãos ao mesmo tempo.

- Lisaaaa- choramingou o mais baixo de todos ali.- o que eu faço? Eu acho que gosto dele...

Assim que falou essa frase, Jimin, Jungkook e Yoongi entraram.

- opaaa, gosta de quem Jin?- perguntou suga com sua curiosidade super elevada.

- não te interessa Min Yoongi!

- aí, o jeon, segura seu ômega aí.

- Jinnie?

- humm- choramingou Seokjin com o rosto enterrado na mesa.

- vem comigo, a Lisa e o Tae.

- tá.. - disse, mas nem se moveu, então Lisa e Taehyung o puxaram, e foram o arrastando para um lugar escondido na biblioteca, que tinha uma mesa, atrás de algumas estantes.

- sentem-se!- disse jimin. Tae sentou do lado esquerdo de Seokjin, Lisa no lado direito, e Jimin em frente a seokjin.- Jin, conte me tudo.

Seok se debruçou na mesa e deitou o rosto nela, contando tudo pra Jimin, e logo começou a chorar.

- isso é horrível Jimin! Eu tô.. talaricando minha mãe... E não me arrependo..

- Jin escuta o que eu vou te falar. Você disse que não sabe o que sente né? Então vamos esperar um pouco de tempo, aí você se acostuma a ele. Só o tempo pode dizer. Mas tenta ficar longe de encrencas ok? E eu vou estar aqui junto com a Lisa e o Tae a qualquer hora ok?

- ok Jimin. Ok...- choramingou vendo que não teria solução.






Notas Finais


É... Voltei rápido kkkk
E gente... O Jin viu demais kkkkk, e o sonho do começo? O que vcs acharam? Consegui enganar vocês? E agora estamos chegando em uma fase dessa fic que é importante! Tem um segredo muito grande nela que ... EPAAA, ESPOILER NÃO!
mas e aí? O que acharam kkk 👋😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...