História Imra-el X Karamel Esposa X amor da sua vida - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Personagens Originais, Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Imra-el, Karamel
Visualizações 36
Palavras 702
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O capítulo ficou pequeno mas ficou maior que o de Imra-el, eu fiz ele bem fofinho, com muito amor e carinho.
Espero que gostem!!!!

Capítulo 4 - Karamel


Fanfic / Fanfiction Imra-el X Karamel Esposa X amor da sua vida - Capítulo 4 - Karamel

                     Passei o dia inteiro imaginando que aquele sonho que havia tido mais cedo onde eu fico com a Imra e a Kara casa com o Nate e tem um filho com ele seja um aviso, um aviso de que o certo a se fazer é ficar com a Kara a mulher que eu verdadeiramente amo, a mulher que sempre me faz sorrir mesmo sem tentar.

                    Depois de passar o dia inteiro pensando no sonho que tinha tido, janto, toma banho e vou me deitar.

                   Ligo a televisão e coloco em um filme bem legal, um filme que eu amo desde que cheguei na terra, o primeiro filme que eu e a Kara assistimos juntos como amigos e depois como um casal, o nome dele era Como se fosse a primeira vez, na metade do filme eu acabo adormecendo.

SONHO (KARAMEL)

                 Estava na cozinha, fazendo panquecas, muitas e muitas panquecas.

-Bom dia meu amor. –Escuto uma voz doce me dizer isso, me viro e vejo a Kara, com as duas mãos segurando a barriga de forma carinhosa

-Bom dia princesa. –Eu digo e a beijo

-Ai Mon não vejo a hora dela nascer, quero ver o rostinho da nossa princesinha. –Ela diz me abraçando

-Calma meu amor, logo, logo conheceremos nossa filha. –Eu digo

-O Heitor já acordou? –Ela pergunta, naquele momento não sabia quem era Heitor até que um menino pequeno, fofinho que aparentava ter uns três anos de idade entra na cozinha

-Bom dia mama, bom dia papa. –Heitor diz, agora eu sei, Heitor é o nosso filho, nosso, como é bom dizer isso

-Bom dia filho. –Eu e Kara falamos juntos

-Mama tô com fome. –Heitor diz

-Papai tá fazendo panquecas. –Ela diz tentando pegar nosso filho no colo, mas a barriga atrapalhava um pouco

-Logo, logo você já pode comer. –Eu digo, o pego no colo e o coloco na cadeira ao lado da de Kara

-Você é forte. –Kara diz acariciando sua barriga

-Tá tudo bem meu amor? –Pergunto, me ajoelho em sua frente e coloco minhas mãos em suas pernas

-Tá sim, foi só a Clara que chutou. -Ela diz, Clara, o nome da nossa filha vai ser Clara é um lindo nome.

-Posso sentir? –Pergunto

-Claro que pode. –Ela diz, pega minha mão e coloca sobre sua barriga, assim que ela coloca minha mão em sua barriga sinto um forte chute, realmente nossa princesinha é forte.

-Ela chutou de novo. –Eu digo, quase chorando, estava emocionado, estava sentindo a nossa filha, a nossa filha chutar, nunca pensei que sentiria isso algum dia.

-Papa vai fazer comida. –Heitor diz

-Nossa parece que você tá mesmo com fome. –Eu digo

-Ele é seu filho, vive morrendo de fome. –Kara diz, ei eu não vivo morrendo de fome.

-Você também vive com fome. –Eu digo

                        Preparo o café da manhã, nós três comemos, fico impressionado com a quantidade de panquecas que a Kara comeu, acho que foram doze ou treze, por aí.

-Amor você tem mesmo que ir trabalhar? –Kara me pergunta

-Tenho, enquanto eu estou trabalhando você fica quietinha aqui em casa cuidando da nossa princesinha e do nosso príncipe. –Eu digo, beijo sua testa e me viro para sair mas ela pega meu braço

-Amor é maldade, fica com a gente, não quero ficar sem você, diz para a Senhorita Grant que você tem que ficar em casa, cuidando da sua mulher que esta grávida e quase dando a luz. –Ela diz

-Não faz isso comigo, você falando assim eu não resisto. –Eu digo

-Liga para a Senhorita Grant e diz que você vai ficar em casa cuidando de mim, do Heitor e da Clara. –Ela diz e me dá o telefone

-Tá bom meu amor, eu ligo para ela mas você vai ter que se comportar. –Eu digo

-Eu sou muito comportada senhor Mon-el. –Ela diz

-Sei, vou fingir que acredito. –Digo

-Pode perguntar pro Heitor, ele vai dizer que eu sou bem comportadinha. –Ela diz

-Vou ligar para a Senhorita Grant. –Digo

SONHO OFF

                             Acordo com uma sensação maravilhosa, diferente do último sonho eu acordo feliz, acordo sentindo que esse é meu futuro, meu destino, ficar com a Kara, construir uma família ao seu lado.   


Notas Finais


O próximo capítulo será o último, onde Mon-el escolherá com qual das duas ficará e também teremos uma passagem de tempo para saber como eles ficaram.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...