História In Front Of Me - Capítulo 60


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Gay, Harry, Larrystylinson, Louis, Romance
Visualizações 86
Palavras 1.592
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 60 - Sessenta


Harry não viu Zayn no colégio depois de toda aquela confusão. 


E não era ele quem estava correndo do moreno. Porque ele queria se desculpar, queria dizer que aquilo tudo fora um engano. 


  - Você viu Zayn? - Ele perguntou a Liam, que o acompanhava pelo corredor durante a troca de aula. 


  - Hm... - Liam mordeu o lábio, aquilo significava algo - É, eu tenho visto ele. 


Harry o encarou. 


  - Eu não consigo encontrá-lo. Sempre que apareço na sala de computadores é tarde demais. 


  - Ele está sempre indo a biblioteca ao fim das aulas. - Liam disse com um sorriso tímido no rosto. 


  - Liam? - Harry abriu um sorriso perverso - Vocês... Você e Zayn--


  - Não. - Liam o cortou - Não temos nada. Somos só colegas mais próximos. 


  - Não vai contar a ele?


  - Contar o quê, Harry? - Liam revirou os olhos - Não vou dizer que estou muito afim dele. - Liam mordeu o interior da bochecha preocupado - Ele não parece estar muito feliz ultimamente. 


Harry suspirou. Ele sabia o motivo de Zayn estar sumido, provavelmente estava o evitando. E Harry também sabia porque Zayn estava chateado, mas não disse nada a Liam. 


Por incrível que pareça, Liam nem mesmo sabia sobre a viagem de Brighton. E Harry manteve como um segredo. Um segredo dele e de Louis. 


E, ok, tinha Anne e Jay. Mas elas meio que não contavam. 


•••


Harry nem imaginava que Louis fosse o ajudar a estudar, por isso havia marcado, alguns dias atrás, com Niall e Liam um dia para fazerem isso. 


Ele não podia desmarcar, e ele e Louis não tinham combinado nada ainda. 


Harry se ofereceu para buscar Liam e o irlandês durante a tarde daquele dia para estudarem na casa dele. Porque era, das três, a casa mais calma para tal. 


Liam, como melhor amigo, entrou na casa já procurando por comida nos armários. Ele sempre fazia isso quando vinha para a casa de Harry, só não se comportava assim quando Anne estava em casa. 


Já Niall, se sentou no sofá da sala somente quando Harry pediu para que ele o fizesse. 


Niall não estava tão tímido como antes, porque ele agora frequentava a mesa de almoço do grupo do Liam e do Harry. Isso o fez se acostumar mais com os garotos. 


  - Podemos estudar na sala? - Harry sugeriu - É o lugar mais espaçoso de casa e mais quente. 


  - Claro, sem problemas. - Niall concordou com um sorriso de dentes perfeitos, derramando seu material no chão da sala. 


Liam segurava dois pacotes de salgadinhos nas mãos, e a mochila nas costas. Ele se sentou ao lado de Niall, ambos falavam sobre um novo jogo online que havia lançado. 


Harry estava totalmente perdido no assunto, ele não jogava, e raramente acessava a internet. 


Ouviu batucadas na porta da sala e deixou Liam e Niall conversando sobre o que quer que estavam falando. 


Quando abriu a porta, se deparou com Louis. 


  - Hey. - O menor disse animado. Algo que Harry estava vendo acontecer mais vezes. 


  - Oi. - O cacheado cumprimentou com um sorriso bobo no rosto. 


  - Sei que não combinamos um dia, mas eu acho que--


  - Ei, Harry. - Liam gritou animado da sala - Venha dizer a Niall que eu sou um rei em jogos online. Ele não está aceitando. 


Louis não mudou sua expressão animada, mas Harry pôde notar que em seu rosto haviam pequenas marquinhas de incômodo. 


  - Não sabia que tinha visita. - Ele disse com um leve sorriso no rosto. 


  - São meus amigos. Marcamos de estudar. - Harry riu anasalado. 


  - Então você já me trocou? - Louis brincou. 


Harry estava amando esse novo lado do Louis. Um lado animado, brincalhão, menos rabugento. O deixava mais bonito. 


  - Claro que não. - Harry sorriu, mordendo os lábios. Deixando sua mão buscar a de Louis, brincando com seus dedos de um jeito discreto. Ele não queria Liam o enchendo de perguntas - É que eu já havia marcado com eles antes de falar com você. 


  - Tudo bem. - Louis apertou a mão do cacheado carinhosamente e se afastou um pouco - Acho que já vou então. 


  - Não quer entrar? - Harry perguntou - Você pode nos ajudar. 


  - Não, estou bem. - Louis negou, sorrindo - Espero que absorva muita coisa desse estudo. 


Harry balançou a cabeça. 


  - Eu vou. - Ele disse - Te vejo mais tarde? - Perguntou. 


  - No nosso lugar. - Louis piscou e saiu. Deixando um Harry sorridente na porta. 


•••


Liam havia perguntado quem era na porta, e Harry disse que era Louis. O que gerou uma falação da parte de Liam, querendo saber o quê o menino queria e até mesmo voltando naquele assunto que envolvia Zayn e Louis. 


Harry enrolou em todas as respostas e acabaram por esquecer esse assunto e focaram nos estudos. 


•••


De banho tomado, Harry correu para a janela do seu quarto para ver se Louis estava do outro lado. 


Ele não estava, ainda. 


O que deu a Harry algum tempo com o seu diário. Algo que ele raramente estava tendo. 


Buscou uma caneta em meio a bagunça em sua escrivaninha. 


Mais uma chance ao amor? - Ele escreveu. 


Eu acho que... Acho que estou completamente apaixonado por ele.  -  Deslizou a ponta da caneta trêmulo, com um sorriso bobo no rosto. 


Estar apaixonado era bom. Estar apaixonado por Louis era muito bom. 


Harry ouviu um barulho na sua janela e pulou assustado, fechando o diário em seguida e o jogando de lado. 


Era Louis.


  - Hey. - Ele disse assim que viu Harry se movimentar até estar no telhado. 


  - Oi. - Harry sorriu - O que foi que--


  - Foi uma pedrinha. - Louis disse, já sabendo o que Harry iria perguntar - Eu a joguei para te chamar. 


  - Que coisa... Romântica. - Harry disse segurando um sorriso. 


Louis o encarou, olhos brilhando. 


  - Você quer que... Hm... Quer que eu vá até aí? - Louis perguntou um pouco apreensivo. 


Era justo, Harry pensou. Já que ele era o único que sofria pulando de um lado para o outro. Era a vez de Louis, agora. 


  - Tudo bem. - Harry fez uma careta satisfeita. 


Louis revirou os olhos e pulou o telhado com facilidade. Harry ficou boquiaberto com tanta habilidade. 


  - O quê? - Louis perguntou com uma sobrancelha erguida enquanto se sentava ao lado de Harry. 


  - Bem, eu... Eu só... Só estou surpreso. 


Louis sorriu. 


Estava uma noite fresca, não tão fria e não tão calorenta. O que permitia Harry usar apenas uma camiseta larga e shorts de dormir. 


Diferente de Louis que usava suéter e calças de moleton. 


Louis era mais propenso a sentir frio. 


  - Então... - Harry disse baixo. Ele estava envergonhado por não ter um assunto. 


  - Como foi o estudo? - Louis perguntou. 


  - Foi bom. - Harry disse com um sorriso tímido. Timidez era algo novo para ele - Mas eu ainda acho que vai ser melhor quando for a sua vez de me ajudar. 


  - Eu posso garantir a você que, quando começarmos, ninguém será pálio para Harry Styles. - Louis falou com certeza na voz. 


  - Ei. - Harry disse sem jeito - Não diga isso. Eu não quero te decepcionar. 


  - Você não vai me decepcionar. 


  - Eu não sou bom o suficiente. - Harry suspirou. 


  - Bem, eu acho que você é muito bom. - Louis tentou o assegurar - Tão bom que vai conseguir vagas em várias faculdades da Inglaterra. 


Harry riu sem humor. 


  - Até parece. - Abaixou a cabeça. 


Louis, diferente de antes, sentia necessidade de consolar Harry. Ele normalmente faria uma piada maldosa e seguiria em frente. Mas agora ele tinha algo com Harry. E Harry era tão importante. Ele não podia deixar o garoto naquele estado, desacreditado, se sentindo um inútil. 


Louis era um inútil, não Harry. 


  - Ei, palhacinho. - Louis disse docemente, pela primeira vez, verdadeiramente. Levantando o queixo de Harry com uma de suas mãos - Eu tenho certeza de que você vai se sair bem. Você é inteligente. Muito. 


Harry piscou por alguns segundos. Ele não estava acostumado com essas atitudes carinhosas de Louis. Isso o fez se apaixonar ainda mais. 


Deus, ele se apaixonava mais por Louis o tempo todo. 


Louis podia estar fazendo a maior idiotice do mundo e mesmo assim Harry se apaixonaria mais por ele. 


Eles estavam bem, desde a noite em que Harry teve um pouco de coragem para atacar Louis com beijos no Jeep. Até então, não haviam se beijado mais. 

E Harry estava com vontade de fazer exatamente isso. 


  - Eu discordo. - Ele disse em um tom baixinho, se aproximando de Louis. 


Louis não teve tempo de dizer o quanto Harry estava errado, porque o cacheado o beijou, da maneira mais doce. 


Louis teve vontade de chorar. Ele sempre tinha vontade de chorar quando Harry o fazia sentir borboletas no estômago. Harry era paz. Harry era sua salvação. Louis nunca agradeceu tanto por conhecer uma pessoa. Ele nem era religioso, mas agora, ele agradecia tanto, qualquer um que estivesse lá no céu em meio as estrelas, por ter conhecido Harry Styles. 


Ele estava tão agradecido. 


Harry, Harry, Harry... Palhacinho Harry



Louis sorriu entre o beijo por culpa de seus pensamentos. 


Harry abriu os olhos para ver o garoto a sua frente sorrindo como um bobo. 


Ele adorava quando Louis sorria. Era raro, por isso era muito importante de se assistir. 









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...