História In Love With a Hybrid... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Boys (bts), Best Friends, Bts, Drama, Híbrido, Hoseok, Hybrid, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Melhores Amigos, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Romance, Seokjin, Suga, Taehyung, Traição, Vampire, Vampiro, Vampiros, Yoongi
Visualizações 16
Palavras 1.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, tudo bem?
Aqui vai eu com mais uma fanfic, espero que gostem ^^

Capítulo 1 - Mysterious


Fanfic / Fanfiction In Love With a Hybrid... - Capítulo 1 - Mysterious

      JUNGKOOK POV'S

- Eu sei que você não faria isso comigo, Jeon...  -  Ele começou a tremer, eu podia sentir o quanto ele está com medo. - E-Eu sou seu melhor amigo!

- Melhor amigo? - Meus olhos ficam amarelados, só com isso, ele já fica apavorado. 

- Só foi uma vez, juro - Vejo lágrimas descendo em seu rosto, junto ao seu suor.

- Você está desesperado para viver, não é?! - Me aproximo devagar até o mesmo.

 Ele afirma desesperadamente com a cabeça.

Rapidamente arranco sua cabeça.

Ele era um híbrido fraco, de qualquer jeito não merecia viver.

Como ele ousa ficar com a Sook? A minha Sook?!

Volto para a minha casa, onde o diabo em pessoa mora, o meu pai

- Filho, demorou.. - Aquele quem se diz ser meu pai, chega em um piscar de olhos ao meu lado, seu olhar estava direcionado a janela. - Eu tenho algo para lhe pedir

- Diga... - Olho para o mais velho, já desconfiado

- Eu quero que você proteja a sua irmã... - Ele continua olhando para a janela, com a expressão facial séria - Ela corre muito perigo sendo minha filha... O Seokjin é um híbrido, mas não é tão forte quanto você, e o Namjoon... Aquilo pode ser considerado um lobisomem?

- Aquela humana fraca?. - Cruzo os braços - Faça isso você mesmo! 

- (...) - Ele dá uma enorme pausa - Ela ainda é estudante, já coloquei você na escola da mesma, quando chegar na casa da S/n, só diga para a mãe dela que fui eu quem te mandei, ela irá surtar no mesmo instante.

- Você já planejou tudo, não é velhote?! - Me sento no sofá bufando

- Não quero perder a paciência com você, Jungkook - Ele senta no sofá, ao meu lado - Me prometa que vai proteger a S/n de tudo e de todos.

- Certo - Falo, sabendo que não há muitas opções - Prometo.

Sei que de qualquer maneira ou de outra, eu poderia até matá-la... Mas isso seria mais experiências para mim, eu ficaria mais forte...

Então, mais uma vez, Guk Doo me pegou.

 S/N POV'S

I will never let you fall 
I'll stand up with you forever 
I'll be there for you through it all 
Even if saving you sends me to heaven…

E lá estava eu, com meus fones de ouvido e as pessoas cada vez mais se afastando de mim e me zoando, é sempre assim, eu sou a pessoa mais estranha da escola...

Mas não ligo muito, eu só quero terminar o ensino médio e ser uma pessoa bem-sucedida na vida.

- Oi, anjinha - Jin chega, me tirando de meus devaneios - Tá muito quieta hoje, o que aconteceu?

Namjoon só chega e beija minha testa, sentando ao meu lado.

Claro, o Jin e o Namjoon são meus únicos amigos, o resto me abomina.

- Já falei que amo vocês? - Tiro meus fones de ouvido

- Já. Milhares de vezes - Seokjin senta na cadeira atrás de mim, me abraçando por trás - Nós vamos te proteger.

Tá, o Namjoon e o Jin são bem fortes, mais do que qualquer um que já vi... Mas nem de tudo eles podem me proteger, eu tenho que cuidar de mim mesma...

- Eu acho que já sou bem grandinha para me defender - Cruzo os braços e vejo alguém entrar pela porta, uma pessoa bem chamativa - Hum... Quem é aquele? Novato?

Ele só fica parado no meio da sala olhando para os lados

- N-Não... - Namjoon aparentava estar com medo 

- Calma, Nam- Jin fica sério, olhando para o Namjoon rindo de nervoso - O Jungkook não fará nada.. -  fala em um tom quase inaudível.

Vejo o garoto estranho olhar diretamente para os meninos enquanto ia em direção deles.

- Jungkook! - Seokjin o cumprimenta - Quanto tempo..

- É. - O menino ao qual tinha o nome de Jungkook olha para os dois e senta perto de mim.

- Bom dia - O professor chega e guardo meus fones

 ~~~~~~

O sinal do intervalo tocou, vi os meninos se levantarem e ir correndo para a cantina, a melhor hora do dia para eles, vou até a cantina e vejo todas as garotas ao redor do ''Jungkook'', que aparentavam estar apaixonadas pelo garoto.

Ando por lá enquanto escuto de todas as garotas como ele mexe com o consciente delas sem mesmo dizer uma única palavra.

Para mim, o olhar dele é algo misterioso, profundo, sua serenidade no olhar me intrigava, ele é um personagem de anime por acaso?

Consigo passar por aquele inferno de garotas ao redor dele e sinto alguém me puxar pelo pulso.

-Hey - O tal Jungkook fala baixo, enquanto aperta meu pulso, se aproximou do meu corpo deixando sua respiração bater perto no meu rosto. - Você não se lembra de mim, não é?! - Perguntou sussurrando, o olhei nos olhos e senti algo estranho.

- Não... - Falo, olhando pro lado e vendo a fúria nos olhos das garotas. 

Elas são donas dele por acaso?

- Jungkook - Ele dá uma pausa para eu falar alguma coisa, mas apenas fico muda - Jeon Jungkook

-Isso me soa familiar.. - Dou uma pausa para pensar - Não, eu realmente não me lembro de você..

-(...) -  Ele não fala nada, simplesmente aproxima sua boca perto do meu ouvido e só sussurra- Vou dormir na sua casa - Dito isso, ele coloca as duas mãos no bolso da calça e solta um sorriso sarcástico, se afastando

JUNGKOOK POV'S

 Eu sabia, sabia que a Sook me perseguiria, nem que se fosse até para o inferno.

Senti o seu cheiro enquanto conversava com a S/n, decidi então provocá-la usando a ''minha irmã''

- Deixa eu te explicar - Sook aparece de repente em minha frente

- Não, não quero explicações - Viro de costas para a mesma.

- Mas eu preciso te explicar, eu não fiquei com o seu melhor amigo, ele quem me forçou, eu te amo - Ela vira para minha frente

- Você quer acabar que nem ele? - Falo, estreitando os olhos 

- Se você me escutar, você pode me matar depois - Ela arqueia as sobrancelhas, pensa ela que eu nunca teria coragem de matá-la..

Ela se aproximava mais de mim, levanto um pouco meu queixo e ela simplesmente me beija.

(...)

A empurro 

- Você quer morrer? - Eu a encaro - Eu não te amo Sook, eu só não gosto que toquem no que já é ou pelo menos foi meu... 

Dito isso, eu me sento em uma cadeira e seus olhos ficam amarelados 

- Ah, você quer lutar comigo? - Cruzo os braços - Você quer realmente quer morrer?!

A mesma sai dali em um piscar de olhos..

Ela sabia que acabaria morta, mesmo estando em um colégio.

De repente os dois idiotas aparecem.

- O que aconteceu com vocês dois? 

- Não interessa. - Reviro os olhos.

- Por que você está aqui? - Kim Seokjin pergunta, ainda muito curioso.

- Da mesma forma que vocês também estão - Olho para o lado enquanto vejo a S/n se aproximar - Vim para protegê-la. 

- Não confio em você, sei que você não perderia tempo com bobagens, mas ainda assim não confio. - Diz o Monster do universo, se sentando ao meu lado.

 ~~~~~~

S/N POV'S

 Abro a porta de casa e percebo que minha mãe não está.

Vejo uma carta em cima do sofá e me sento, começando a ler

     Tive que sair para resolver algumas coisas meu bem, me desculpe. Aliás, se o vizinho aparecer reclamando, manda ele tomar no cu.

                                                             -Mamãe s2

Ela parece ser durona, mas no fundo ela é cheia de mágoas e qualquer coisa a deixa abalada.

Sinto pena de minha mãe, ela anda trabalhando muito desde que o meu pai faleceu, há 15 anos atrás, eu era apenas um bebê, só tinha 1 ano..

Escuto alguém bater na porta.

Suspiro e abro a porta.

JUNGKOOK POV'S

- Vai tomar no... - Ela para imediatamente quando olha para minha cara.

- Você não acreditou em mim, eu disse que iria ficar em sua casa - Dito isso, solto um sorriso sarcástico e me aproximo mais dela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...