História In Love With a K-Idol - Imagine Jungkook - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Taehyung, Yoongi
Visualizações 177
Palavras 2.028
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 38 - 4 aninhos


Fanfic / Fanfiction In Love With a K-Idol - Imagine Jungkook - Capítulo 38 - 4 aninhos

-Mas mamãe, eu quero o papai - Soo-Min teimava comigo pela milésima vez.

Enquanto Jae estava sentado ao seu lado no chão, olhando uma foto de JungKook.

-Amor, a mamãe já disse que o papai está viajando. Ele e os seus tios estão em uma turnê. Logo logo ele volta.

-Mais eu quero - fez birra me fazendo suspirar.

-Por que você tem que ser tão parecida com seu pai? - questionei para a pequena que me encarou sem entender - Ele está em um show agora, mas assim que terminar vai ligar para ver vocês.

A pequena saiu emburrada e batendo o pé, sem me responder.

-Volta aqui Soo! A mamãe ainda não terminou de falar.

-Não quero - teimou 

Ai que vontade de sentar no chão e chorar, eu não sabia ser uma boa mãe.

-Mamãe, tó - Jae me entregou a foto de JungKook e eu estendi a minha mão para o menor.

-Vem, vamos lá na sala com a sua irmã.

A pequena assistia ao seu desenho. Peguei o controle e desliguei a televisão.

-Mamãe eu tô assistindo.

-Você tem que me respeitar Soo, eu sou sua mãe.

-Você sempre briga comigo e com o Jae não - apontou acusadoramente para seu irmão.

-Ele não apronta igual a senhorita - rebati de volta.

Céus, eu estava discutindo com uma criança de quatro anos.

Também isso que dava conviver com o Bangtan, só levava minha filha para o mal caminho.

Soo era pequena ainda, mas parecia uma adulta, para sua idade.

Caminhei até onde ela estava sentada e me abaixei até ficar a sua altura.

-Você vai para o cantinho do pensamento, sabe o que fez de errado? - ela concordou com um aceno e abaixou a cabeça - Me diga então...

-Eu fui sem educação com você, me desculpa mamãe - pode ver que ela iria começar a chorar.

Meu coração apertou, mas eu não poderia voltar atrás, se não perderia minha autoridade de mãe.

-Só não faça mais isso tá - ela fungou e concordou - Agora para o cantinho do pensamento, mocinha.

Ela levantou e caminhou até lá.

-Mamãe, posso assistir desenho? - Jae que até então estava quietinho, apenas prestando atenção na nossa "briga" se pronunciou pela primeira vez.

Suspirei, mas concordei.

-Vou colocar bem baixinho - liguei a TV e diminui o volume.

Me sentei ao seu lado, enquanto observava Soo, quietinha no cantinho da sala.

Abri a conversa com Jeon:

Está tudo bem? Como está a turnê? Eu sei que  nessa hora provavelmente está no show, mas eu só queria te mandar mensagem <

 Sentimos sua falta. Hoje faz dois meses que você está viajando. Soo e Jae pedem muito por ti. Tive até uma pequena briga com a menor e agora ela está no cantinho do pensamento <

As vezes é tão difícil sem você. Na maioria das vezes eu consigo lidar com a situação, mas tem hora que não dá. Simplesmente eu acho que não sou uma mãe tão boa assim <

Amor, me desculpa ficar te enchendo com isso, sei que você deve estar com mil e uma coisas na cabeça, eu só precisava desabafar <

Não vejo a hora do fim de semana chegar para você voltar. Sinto sua falta <

Eu te amo muito, fique bem <

Bloqueei o celular e deixei ao meu lado, olhei para a pequena que ainda continuava sentadinha e a chamei.

-Querida - Soo me olhou - Vem aqui, não precisa mais ficar de castigo.

Ela sorriu feliz em minha direção e correu até nós.

Abri os braços e apoiei cada um de lado da minha barriga, enquanto fazia carinho em seus cabelos.

-Mamãe ama muito vocês - beijei o rostinho de cada um.

-Também te amo mamãe - falaram em uníssono e voltaram a prestar atenção no desenho.

*

-Hora de jantar - desliguei a TV e Jae soltou um muxoxo - Você já assistiu demais hoje, mocinho. Agora é hora de comer.

-Tem pizza? - Soo questionou com os olhinhos brilhando.

-Não, hoje é sanduíche . Está tarde e eu não quero que vocês passem mal.

-Amanhã você compra? - Jae e Soo praticamente imploraram, me fazendo rir.

- Se vocês se comportarem, sim - os chantageei.

-A gente promete, né Jae - Soo deu uma batidinha no ombro do seu irmão.

-Sim.

-Ótimo, então vamos até a mesa.

Os ajudei a se sentar e coloquei o lanche com o copo de suco para cada um.

O da Soo era do Batman e do Jae do Capitão América. Esses dois eram apaixonados por super heróis, adoravam principalmente o desenho.

-Está bom? - questionei.

Eles apenas balançaram a  cabeça, confirmando.

Ceus, eles ficavam muito parecidos quando faziam a mesma coisa.

Meu celular tocou na sala e eu me levantei para atender. Era uma chamada de vídeo, de JungKook.

-Oi amor - disse todo animado, pude ver a confusão que estava nos bastidores - Recebi suas mensagens, calma. Você é uma excelente mãe. Eles só estão crescendo e querendo tomar suas próprias decisões, é só isso.

-Oi Jeon. Me sinto boba agora por ter te mandado isso.

-Saiba que eu estou sempre aqui, por você - sorriu para mim, o sorriso que eu amo - Você está bem? Sinto muito sua falta, não vejo a hora de voltar para te encher de beijos - escutei os meninos fazerem um coral atrás e Jeon rir - Cadê meus nenéns, quero vê-los.

-Estão aqui - entreguei o celular para Soo e Jae segurarem juntos.

-Oi papai - disseram em uníssono felizes e acenaram para Jeon.

-Meus anjinhos, papai ama muito vocês. Estou com saudades. Vocês estão bem?

-Papai, volta logo - Jae pediu e meu coração se apertou.

-Sinto sua falta - Soo admitiu.

-Me desculpem não estar presente. Papai promete que quando voltar vai compensar o tempo perdido, tudo bem?

-Sim.

-Jae-Jae, Soo- Soo, estamos com saudades de vocês - escutei o Bangtan gritar em uníssono e eu sorri.

Era incrível como eles adoravam nossos filhos.

-Deixem eu falar com meus filhos - Jeon brigou com eles que riram - Preciso ir agora, mas papai já volta para casa. Se cuidem e obedeçam a mamãe.

-Tchau papai - acenaram para JungKook e a ligação foi encerrada. Jae bem tristinho entregou o celular para mim.

-Quem quer sorvete? - questionei tentando anima-los e deu certo.

[...]

Alguns dias depois

Parecia que eu estava sonhando, pois ouvia algumas vozes no fundo e eu simplesmente não conseguia acordar.

-Um, dois, três e... - escutei a voz de Jungkook ao fundo, mas não abri os olhos - Atacar a mamãe.

Só senti duas criaturinhas se jogando em cima de mim, me fazendo despertar.

-O que? - questionei sonolenta e abri os olhos, dando de cara com meus filhos e com Jungkook de pé, perto de nossa cama.

-Mamãe, acorda! O papai vai levar a gente no parque - Soo disse toda animada, pulando na cama.

-Quero ir logo no parque - Jae começou a pular também.

-Vem Jae, vamos pegar as nossas roupas - Soo saiu puxando seu irmão e logo eles saíram do quarto.

Encarei o garoto em pé, que sorria. Céus, Jungkook nunca deixou de ser lindo.

-Oi meu anjo - me levantei e esmaguei o mais novo num abraço apertado.

Jeon passou seus braços pela minha cintura e repousou seu rosto na curva do meu pescoço, deixando ali um selar carinhoso.

-Eu senti tanto a sua falta - sussurrou.

-Eu também! 

-Sabe que eu senti falta de ver essa sua carinha de sono - Jeon apertou meu nariz, assim que separamos o abraço.

Enchi seu rosto de beijos, tentando matar a saudade. 

-E eu do meu bebê.

-(S/N)! - Jungkook reclamou me fazendo rir.

-Fazer o que, se eu cuido de três  crianças - sorri para ele, que beliscou a minha barriga - Aí Jungkook, você tem que me dar carinho, não fazer isso.

-Meu amorzinho tá carente é? - brincou fazendo uma carinha fofa.

-Aish, eu vou tomar banho que eu ganho mais - Jungkook sorriu sugestivamente, mas eu ignorei - E você senhor Jeon, vai cuidar dos seus filhos.

-Tô indo senhora Jeon... Crianças, quem vai querer algodão doce?

*

Jungkook e eu estávamos sentados na toalha estendida no chão do parque, fazendo um piquenique enquanto as criancas brincavam.

-Como foi a turnê? - questionei encostada no seu peito.

-Incrível. Cada show que fazemos, para mim é a mesma emoção desde que eu pisei no palco pela primeira vez. É tão bom quanto e os fãs são maravilhosos.

Jeon passou os braços ao meu redor e brincou com meus dedos distraidamente.

-Sinto falta de viajar com vocês, era divertido ficar nos hotéis e curtir as cidades.

Jungkook ficou em silêncio, eu sabia que lá no fundo ele ainda se culpava por eu ter me demitido. Mas eu amava meu estúdio de fotografia, ele não tinha o que se preocupar. Jamais o culparia.

-Eu sei o que você está pensando, mas eu vou te bater se continuar assim - ameacei e ele gargalhou.

-Sim senhora - ficou em silêncio e eu olhei para seu rosto. Parecia encarar algo lá na frente - Amor, temos um problema. Acho que a Soo-Min bateu em alguma criança.

-O que? - levantei depressa e encarei o lugar que ela estava, encontrando Soo com uma garotinha que parecia ter uns dois anos e ela chorava - Aí meu Deus!

-Vamos lá ver.

Andamos até eles e Jae veio correndo até nos.

-Papai, a Soo bateu na menininha sem querer.

-Omo! Sun, querida. Você está bem? - uma moça coreana de longos cabelos castanhos chegou correndo e pegou a pequena, que soluçava - Não foi nada meu amor.

-Me desculpe - Jeon e eu falamos em uníssono e nos curvamos.

A moça sorriu gentil, como se mostrasse que não tinha problema. Ela olhou para Jungkook e o reconheceu, mas não esboçou nenhuma reação.

 -Eu bati nela sem querer - Soo se pronunciou e estendeu um pirulito para a pequena no colo - Para você.

A bebê parou de chorar e logo sorrriu, deixando a mostra seus dentinhos.

-Ela é linda - elogiei.

A pequena logo desceu e foi correndo com Jae e Soo, brincar.

-Obrigada - a moça sorriu - Sou Shin-Hye, é um prazer conhecer vocês.

-(S/N) e o meu marido Jungkook.

-O prazer é nosso. 

-Quer ficar com a gente, enquanto eles brincam. Aí ficamos de olho neles - convidei. Ela parecia ser uma pessoa muito gentil.

-Seria ótimo - caminhamos até a toalha e começamos a conversar.

Parecia que nós nos conhecíamos há muito tempo, ela nos contou um pouco sobre sua vida, estava na batalha para criar sua filha, sendo mãe solteira. Ela era segurança e estava desempregada há alguns meses.

-Acho que é o destino - Jeon sorriu - A empresa onde trabalho, está contratando alguns seguranças. Vou indica-la, leve o seu curriculo.

-Isso é sério? - ela questionou animada - Aí meu Deus, muito obrigada Jungkook.

-A Big Hit é uma excelente empresa, já trabalhei lá.

-Foi assim que vocês se conheceram né, você era a manager deles?

-Sim, quem diria que eu sairia do Brasil e encontraria essa coisinha aqui - bati no ombro de Jungkook e Shin Hye riu.

-Uau, vocês são um casal lindo - nos elogiou - Fico feliz de vocês terem se encontrado, dá para ver que se amam muito - sorriu - E estou falando a verdade, eu não posso mentir, nenhum pinnochio pode - piscou brincalhona.

-Daebak, eu nunca tinha conhecido um antes - o mais novo disse surpreso.

-Nossa - só consegui dizer isso.

-A maioria das pessoas reagem assim quando conto. Acho que eu já me acostumei, o problema é que eu não consigo esconder nada, então nunca me conte um segredo - disse rindo.

-Vou lembrar disso - entrei na brincadeira.

Ficamos horas conversando enquanto as crianças brincavam. Podemos dizer que viramos amigas, até trocamos os números de telefone e tudo.

-Mamãe, tô cansado - Jae se jogou no meu colo - Quero ir para casa.

-Eu também - Soo chegou de mão dada com a pequena Sun, que parecia sonolenta - Tia, ela pediu você.

-Obrigada querida - Hye acariciou o cabelo da minha filha e pegou a sua no colo - Foi muito bom ficar essa tarde com vocês, vamos repetir qualquer dia desses.

-Claro - me aproximei dela e a abracei - Vou cobrar em.

-Pode deixar.

-Precisa de carona? - Jungkook ofereceu.

-Não, obrigada gente. Eu vim de carro. 

-Certo - Jungkook pegou a cesta com as coisas do piquenique e segurou a mão de Soo.

E eu peguei um Jae já adormecido.

-Até mais Hye - acenei para a mais nova.

-Tchau senhor e senhora Jeon.

Nos despedimos e caminhamos até o carro, colocando as crianças na cadeirinha.

-Ufa, mais um dia companheira - Jeon ligou o carro é estendeu a mão para bater e assim o fiz.

-Mais um dia, companheiro



Notas Finais


aaaa tem uma coisa ai no capitulo que sera historia da minha proxima fic.

mas nao posso contar o q é, aindaaa hehehe

espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...