História In Love With a Murderer - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Jikook
Visualizações 13
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capitulo 4


Fanfic / Fanfiction In Love With a Murderer - Capítulo 4 - Capitulo 4

(Jungkook)

Acordei sendo chamado pelo meu pai.
- Jungkook, o café da manhã já esta pronto. - Diz entrando no quarto.
Jimin acorda e ver meu pai ali.
-Oi, Namjoon. - Sorrir para ele.
-Olá Jimin, espero que tenha tido uma boa noite de sono. 
-Tive, sim obrigado. - Me levanto para ir me arrumar no meu quarto, mas antes dou um selinho em Jimin, Deixo ele e meu pai conversarem.

(Jimin)
Assim que Jungkook deixa o quarto Namjoon Parte pra cima de mim agarrando meu pescoço.
-Você acha mesmo que esqueci do contrato Jimin, Você e meu escravo e vai fazer tudo o que eu mandar, entendeu. - Namjoon apertava meu pescoço me fazendo afar, logo apos solta.
-Entendi, Então Jungkook achar que no contrato, Eu e ele termos que nos casar.- Massageio o lugar do aperto.
-Não mostrei o contrato verdadeiro, tive que muda-lo assim que ele viu sua foto, Jimin, tenho um trabalho para você, quero que mate alguém pra mim.
-Que tal se eu matar você? - Arqueio as sombra celhas.
-Você já tentou e bem, não deu muito certo.- Ele Levanta a blusa e mostra onde a lamina da faca tinha passado, A marca ia do abdômen até a cintura.
- Quem sabe dessa vez eu o mate de verdade. - O provoco saindo da cama.
-Seu Moleque.
Na hora em que Namjoon ameaça me bater, Tae aparece na porta do quarto.
- Com licença, Senhor Namjoon, Jin necessita de sua companhia na mesa.- Tae, Não levantará a cabeça.
-Já vou, Jimin espero que tenhamos uma boa convivência. - Namjoon deixar o quarto.
-Jimin, Esta tudo bem?- Tae pergunta se aproximando 
-Sim, sim, vou toma um banho e me vestir, daqui a pouco eu desço.
-Ok. -Tae sair me deixando sozinho.
Droga tinha que me livrar de Namjoon de alguma maneira mas não agora, tenho que pensar de como vou fazer isso.

(Jungkook) Na mesa

Jimin e eu nos sentamos um do lado do outro.
-Jungkook, seu terno já esta pronto?- Meu pai pergunta bebericando seu café.
-Sim, o do Jimin também. - Pego na mão do mesmo debaixo da mesa que as entrelaça.
- Vamos aonde? - Pergunta confuso.
-Há querido, Vamos a festa onde os donos dos maiores casinos vão, Como Namjoon é um e Jungkook esta seguindo o caminho do pai eles tem quer ir e nós também. - Jin explica.
- Você quer ir, Não vou te obriga. - Falo para Jimin para que ele não se sinta pressionado a ir.
- Mas o Senhor Min Yoongi quer conhece-lo. - Meu pai olha diretamente para Jimin. 
- Tudo bem Jungkook, eu quero ir.- Acaricia minha mão.
(Jimin) 
Entendi o recado do Namjoon na hora em que falávamos da festa.
O meu trabalho era mata Min Yoongi nessa festa.
-Jimin......Jimin. -Saio dos meus pensamentos com Jungkook me chamando. 
-Tudo bem? - Pergunta enquanto caminhávamos pelo jardim florido.
- Uhum. - Paramos em um lago depois do campo de flores, a aguá cristalina refletia nos dois.
-Tira a roupa, vamos. - Ele tira sua camisa e calça ficando só de roupa intima, então pula no lago.- Vem, Jimin a aguá ta ótima 
Tiro a minha roupa também ficando de peça intima e pulo.
Jungkook se a próxima e me pega pela cintura.
- Você e muito bonito. - Ele passa o nariz pelo meu pescoço me fazendo arrepia, a dor que tinha ali sumirá totalmente.
Levanto sua cabeça e beijo sua boca, Suas mãos não param elas passavam por todo o meu corpo.
Paramos o beijo por falta de ar, Tinha que admitir Jungkook tem um gosto viciante.
Naquele dia, eu tinha provado meu vicio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...