1. Spirit Fanfics >
  2. In Love With The Teacher- Taeten >
  3. Capítulo 12

História In Love With The Teacher- Taeten - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Último dia da viagem, só de pensar que daqui a algumas horas estaremos voltando para o colégio já bate uma leve tristeza e saudade desse lugar mágico. Mágico pois foi capaz de fazer Taeyong se confessar, claro que vou ficar batendo nessa tecla por um bom tempo. Brincadeiras a parte, preciso falar seriamente com o Taeyong sobre ele só se declarar esse ano,como tenho minhas inseguranças,uma parte de mim acredita que isso tudo é apenas uma brincadeira dele,que ele está brincando com o meu pobre coraçãozinho. Ultimamente tenho refletido bastante sobre as coisas ao meu redor,principalmente os relacionamentos dos meus amigos,como todo mundo sabe o que aconteceu com o Winwin é muito parecido com o que está acontecendo comigo,pensando assim,se ele teve a sorte grande então significa que também vou ter,ou não né,isso tudo vai depender do destino,tô torcendo pra ele colaborar comigo. Já Jungwoo foi o sortudo,não ficou tanto tempo sofrendo por macho,conheceu o Lucas e quando vi os dois já estavam namorando. Acho que sou o mais azarado do nosso grupinho,ninguém merece ter esse título.

- Pensando em que?- Levanto a cabeça vendo Taeyong entrando no quarto.

- Em diversas coisas.- Me sento na cama.

- Posso saber que coisas eram essas?- Pergunta se sentando em minha frente.

- Pode saber de uma.

- E qual seria?- Arqueia uma sombrancelha.

- Por qual motivo só contou agora que gosta de mim?- Pergunto querendo acabar com minhas dúvidas.

- Não contei antes pois não tinha certeza se meus sentimentos seriam retribuídos. Tive medo de me declarar e ser rejeitado.- Fala tudo olhando em meus olhos. Eu entendo o lado dele,pois não me declarei antes por ter medo.

- Eu entendo.- Me sento ao lado dele,apoiando minha cabeça em seu ombro.- Hoje só vai ter a roda de conversa?

- Sim. Infelizmente voltaremos hoje.- Apoia sua cabeça na minha.

- Eu não quero voltar.- Esses dias aqui estão sendo tão bons que não tenho a mínima vontade de voltar para casa,além disso,tenho medo que nosso modo de agir um com o outro volte a ser como era antes da viagem.

- Também não quero.- Ficamos alguns segundos em silêncio.- Não quero voltar a agir como antes,quero que todos saibam que estamos juntos.- Diz acariciando minha mão. Somente com essa simples frase fez meu coração voltou a acelerar e minha respiração dar algumas falhadas. Agora não preciso mais ter medo,pois sei que queremos a mesma coisa,não esconder nossa relação.

- Promete que nunca voltaremos a ser como antes?- Pergunto para ter sua confirmação.

- Prometo...Vai continuar com as aulas?- Penso por alguns instantes,posso muito bem usar as aulas para passar mais tempo com ele. Meu deus como sou um gênio.

- Vou,mas vou usar elas para passar mais tempo com você.- Digo tudo de uma vez.

- Que ideia genial.- Diz sorrindo. Ele tá debochando de mim?

- Tô falando sério.- Me sento cruzando os braços e fazendo bico.

- Olha que neném  mais fofo.- Começa a apertar minhas bochechas,me fazendo sorrir. Ele é mesmo um adulto de 24 anos ou um adolescente de 18? Quando vocês saberem a resposta me avisem pois preciso descobrir ela ainda.Ele solta minhas bochechas.- Eu estava falando com o professor de literatura e ele está animado para ler seu discurso.- Diz brincando com minhas mãos.

- Eu esqueci totalmente do discurso.- Digo batendo com a mão em minha testa,como minha mãe sempre diz que eu só não esqueço a cabeça porque ela está grudada.

- Se precisar de ajuda estarei aqui.- Olho para ele sorrindo, esse homem existe mesmo ou é só um surto coletivo? Aproveitando o momento,puxo-o para um beijo,pedindo passagem. Aperto seus braços quando sinto sua língua se enroscando na minha,sinto suas mãos em minha cintura a apertando possessivamente,vou me deitando na cama sem quebrar o beijo,passando minhas mãos pelas costas dele arranhando-a por cima da camisa. Suas mãos entram em minha camiseta,apertando minha cintura, quebramos o beijo pela falta de ar. Taeyong começa a beijar meu pescoço,chupando-o algumas vezes,levo minhas mãos até o cabelo dele,o puxando algumas vezes. Consigo sentir meu membro necessitado pedindo atenção,eu preciso de mais,puxo Taeyong juntando nossas bocas novamente,ele junta nossos quadris,mostrando que está tão necessitado quanto eu. Estava quase tirando a camisa dele quando escuto um barulho de foto sendo tirada,fazendo com que nos afastassemos. Olho na direção do som,vendo Jungwoo e Winwin parados na entrada do quarto,cada um com seu celular em mãos,congelo no lugar sentindo minhas bochechas pegando fogo,o pior de tudo é saber que eles não vão excluir as fotos.

-Posso saber o que vocês estão fazendo aqui?- Taeyong pergunta se sentando na cama,com o semblante fechado olhando na direção dos dois.

-Viemos chamar vocês para o café.-Winwin diz guardando o celular.

-Porque não bateram na porta?- Pergunto também me sentando na cama,ao lado do Taeyong.

-Batemos e como ninguém abriu resolvemos entrar. Não sabíamos que estavam em um momento...tão o íntimo.-Jungwoo diz explicando toda a situação. Eu juro que quero cavar um burraco pra enfiar minha cabeça.

-Podem descer,encontramos vocês lá embaixo.- Taeyong diz apontando para a porta,os dois saem fechando a porta.

-Eu só quero cavar um burraco e sumir.-Digo enfiando minha cara no colchão. É muita humilhação para uma pessoa só,eles tinham que ter atrapalhado justo quando a coisa estava ficando boa? Podem anotar que vou me vingar dos dois num futuro próximo.

-Então vamos cavar um burraco e sumir juntos.- Diz fazendo carinho nas minhas costas. Agora tô me sentindo culpado,não sei pelo quê,mas estou me sentindo.-Vamos descer?

-Vamos. Como dizem,devemos enfrentar nossos medos.- Saímos do quarto de mãos dadas,e andamos assim até chegarmos em nossa mesa. Durante o caminho,senti diversos olhares sobre nós,a maioria sendo das alunas das duas turmas,tenho quase certeza que muitas delas estão querendo me matar ou estar em meu lugar.

Após uma longa manhã conversando em roda,chegou a hora de fazer as malas para voltarmos para o colégio. Durante toda a manhã eu e Taeyong ficamos a maior parte do tempo junto,estou gostando desse tempo passado ao lado dele. Essa viagem foi realmente importante,diversas revelações,momentos marcados nas memória,e principalmente a virada em minha vida amorosa, óbvio que ainda não estamos namorando,porém,segundo o próprio Taeyong,estamos ficando sério. Foi uma viagem e tanto,só de pensar em ir embora já bate uma leve tristeza,foram três dias maravilhosos e agora voltaremos às nossas antigas rotinas,a única coisa diferente vai ser meu relacionamento com Taeyong,o professor mais gato daquela escola inteira.

-Vamos Chittaphon,temos que pegar o ônibus .- Jungwoo aparece ao meu lado,chamando minha atenção.

-Tô indo.Vou até o lugar onde os ônibus estão estacionados,vendo meu amor na porta de um deles. Entro e escolho um lugar na janela.Já estava achando que iria a viagem inteira sem companhia quando Taeyong senta ao meu lado.

-Achou que eu ia te deixar sozinho?- Pergunta quando o ônibus começa a andar.

-Pra falar a verdade achei sim.-Digo deitando minha cabeça em seu ombro,sentindo o cheiro do seu perfume.

-Eu nunca vou lhe deixar sozinho.- Pega minha mão e entrelaça com a sua. Meu coração acelera,pois na minha mente isso é como se fosse uma promessa .-Agora descansa pois a viagem vai ser longa.

Estávamos na metade do caminho quando recebo uma mensagem da minha mãe,avisando que não vai conseguir me buscar pois foi visitar alguns parentes em Daegu. Jogo o celular dentro da mochila e cruzo os braços indignado,justo hoje ela teve que ter a brilhante ideia de viajar.

-Aconteceu alguma coisa?-Pergunta me encarando.

-Minha mãe não vai conseguir me buscar no colégio.-Jogo minha cabeça pra trás,apoiando-a no banco.

-Não tem problema,eu te levo para casa.-Diz discruzando meus braços.

-Tem certeza?- Pergunto apoiando minha cabeça novamente em seu ombro.

-Absoluta.-Se ele está oferecendo quem sou eu para negar.

Depois de algumas horas de viagem chegamos no colégio,a maioria dos alunos já foram embora,mas ainda tem alguns esperando os pais. Os meus queridos amigos foram embora me deixando aqui sozinho,sozinho porque o Taeyong está conversando com o diretor juntamente com os professores que foram na viagem. Conclui que essa viagem foi realmente importante,pois proporcionou a aproximação de alunos e professores,mostrando que nem todo mundo é o que aparenta ser,por exemplo,tem pessoas que eu achava chatas mas na realidade são muito legais. Minha opinião é que devemos parar de julgar os outros pelo pouco que vemos deles,como minha tia vive dizendo,cada um tem que cuidar da sua vida.

-Voltei.- Taeyong aparece me tirando do mundo da lua.

- Já podemos ir embora?- Pergunto pois já está escurecendo e preciso arrumar tudo hoje pois amanhã vai ter aula novamente.

- Podemos sim.- Começamos a andar até o estacionamento- Muito cansado?

- Um pouco. Imagino o quanto deve ter sido cansativo organizar toda essa viagem.- Comento abraçando sua cintura.

- Foi cansativo mas valeu a pena.- Chegamos em seu carro,colocamos as malas no porta malas e saímos do estacionamento indo direto para minha casa.

- Entregue totalmente inteiro.- Brinca quando coloquei minha mala dentro de casa.

- Eu preciso ir pra aula amanhã?- Pergunto fazendo um pouquinho de manha.

- Precisa sim.- Me puxa para um abraço, retribuo apoiando minha cabeça em seu peito.

- Vou sentir saudades desses dias.- Digo fechando os olhos.

- Também vou.- Ficamos alguns minutos naquele abraço mas tudo que é bom sempre acaba.- Preciso ir.- Levanto minha cabeça olhando pra ele.

- Um último beijo e você pode ir.- Digo sorrindo de lado. Junta nossas bocas,nossas línguas se encontram dançando em seu próprio ritmo,as mãos dele apertam minha cintura,me trazendo para mais perto,arranho levemente seu pescoço. Nos separamos pela falta de ar.- Agora você pode ir.- Lhe dou um selinho e entro em casa. Escuto sua risada e logo depois o carro arrancando.

Me jogo no sofá com um enorme sorriso bobo na cara,ainda não consigo acreditar,se isso for um sonho não quero acordar nunca mais mais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Até a próxima semana.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...