História In My Hands - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Anjos, Chanbaek, Demonios, Hunhan, Kaisoo, Menção Xiuchen, Séculoxviii, Taoris
Visualizações 30
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei:3

Capítulo 4 - Capítulo IV


O príncipe Baekhyun, estava exausto dessa vida cheia de mármore, queria sair nas ruas sem toda essa falsa modéstia. Ele sabia que toda aquela admiração que recebia era falsa, como poderiam admirar-lo tanto sem ao menos conhece-lo?

Byun murmurou frustrado, caminhou lentamente até um dos quartos. Pegou algumas mudas de roupas para se aquecer do frio intenso que tinha no lado de fora do palácio, estava assustado e ansioso para conhecer o que havia lá fora.

Era apenas uma criança com um desejo insano de conhecer o que lhe impediam, boa educação , festas e tudo mais, o garoto não ligava para nada daquilo mas sempre obedeceu para não magoar os seus pais que lhe criaram com tanto carinho.

Quando criança o jovem príncipe havia encontrado uma passagem onde sempre fugia em plena noite para ficar deitado em seu enorme jardim, em uma noite estrelada havia conhecido um garoto de fora do palácio, não era um criado que trabalhará nos afazeres domésticos, o príncipe sabia que ele devia ser algum camponês que havia encontrado alguma maneira de entrar.

Príncipe ficou encantado com todas as histórias que ouvirá com muita atenção vindo do jovem camponês, no fundo sabia que havia se afeiçoado a ele de uma maneira qual não sabia explicar o porquê disso.

As duas crianças cresceram juntas, a companhia um do outro era um dos melhores momentos que poderiam compartilhar juntos.  

Em uma noite especial, tudo parecia favorecer para aquele momento único, Baekhyun estava com seus 18 anos de idade apesar de parecer ser mais jovem. Foi a primeira vez que se entregou intensamente para o rapaz que o amou com todo o seu coração, o príncipe estava completamente apaixonado pelo camponês mas não era o único.

Chanyeol, nunca pensou que iria se apaixonar logo pelo  príncipe mas as coisas aconteceram de uma forma que não havia previsto. Sabia que o amaria com todas suas forças, mesmo que fez errado para os outros mas isso parecia tão correto para si, foi então que propôs que fugissem de tudo aquilo que os impediam de viver esse amor.

Dois jovens de vidas completamente diferentes uma da outra, em meados do século XVII tudo era difícil demais mas os dois fugiram sim juntos, mesmo com tantas pessoas querendo encontra-los e destruir esse amor. Viver fora do palácio fora difícil, para o príncipe mas ele tinha Chanyeol ao seu lado.

Doce camponês, o príncipe se sentia tão só desde que você se fora, você havia prometido que ficaria ao lado do seu amado mas infelizmente as coisas não saíram como planejaram.

Em uma certa noite, onde os dois amantes trocavam beijos calmos e repletos de amor, houve uma explosão alta que os assustou com tamanho intensidade do barulho.

- Não se preocupe, meu amor. Eu irei olhar o que esta acontecendo - Chanyeol murmurou, deixando um selo longo na testa do menor.

- E se forem os guardas a nossa procura? -Baekhyun argumentou, estava com medo mas o tom tremido que a sua pergunta sairá, o entregaram.

O medo de perder Chanyeol, o atormentava todas as noites deixando seu coração repleto de angústia.

- Não se preocupe amor, estarei aqui antes que você desperte-Chanyeol sorriu e deixou um beijo casto nos lábios do menor.

Chanyeol sabia o que estava acontecendo com a aldeia, mas não poderia contar essas coisas para seu amado, Baekhyun era tão puro, jamais o atormentaria com os assuntos do povo. Sabia que era errado esconder isso de vossa alteza mas seu coração dizia que era o certo, proteger Baekhyun era a sua missão.

Cobriu bem o seu amado, e ficou admirando até que o mesmo dormisse, passaria horas admirando o rosto angelical do seu pequeno mas infelizmente tinha que ir a aldeia...

Baekhyun, acordou e Chanyeol não estava lá, o príncipe estava tão frustrado com tudo que estava acontecendo, pensou na possibilidade de ter sido usado e largado por Chanyeol. Colocou uma roupa quente e seguiu pela trilha que conhecia, iria até a aldeia e descobriria o que estava acontecendo com o seu povo, observou com calma e notou que havia um camponês desesperado gritando por ajuda.

- Por favor alguém me ajude – Zitao pediu ajuda para as pessoas que passavam – Por favor, me ajude.

- O que houve? -Yifan se aproximará do menor.

- Luhan sumiu- Zitao chorara, sendo consolado pelo rapaz maior.

Baekhyun observou com pena, sabia que muito jovens eram sequestrados por bruxas, por isso seus pais lhe impediam de sair do Palácio.

- Baek -Chanyeol tampara a boca do menor, levou o amado para um lugar seguro.

- Chanyeol -Baekhyun murmurou.

– O que está acontecendo?- continuo agora mais calmo.

- Baek, eu preciso te contar da onde eu vim -Chanyeol avisou, seu corpo estava suando, não era a primeira vez que tentará lhe disser isso.

- Não Chanyeol. Eu não me importo com quem você é de onde você veio o que você fez desde que você me ame.- Baekhyun corara após se declarar.


Notas Finais


Fiz esse capítulo quando escutava essa música https://youtu.be/0Gl2QnHNpkA

Hum, o que aconteceu com o Luhan?
Chanyeol sumiu?
Quem é o Chanyeol? Seria ele humano, seria ele um vilão?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...