1. Spirit Fanfics >
  2. In Only Seven Days >
  3. Saturday

História In Only Seven Days - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oi, quase meia noite e eu aparecendo kk, desculpa a demora, mas comi eu disse, toda segunda feira, curtam o capítulo bjs<3.

Capítulo 7 - Saturday


“Saturday just twenty four hour”

Manhã de sábado, tudo o que os banhistas queriam era que o sol aparecesse, mas isso não foi possível graças ao grande temporal que havia acabado de chegar na cidade. O vento batia forte por todas as janelas do quarto de Brian. O que fez Roger se aconchegar no peito do maior, os dois estavam cobertos com uma manta não muito grossa desde suas pernas que se entrelaçaram por conta do frio, até os ombros de ambos, ainda sonolentos eles ficam deitados esperando que a friagem diminuísse um pouco, mas na verdade piorou. Os trovões começaram a ser ouvidos por todo o prédio, e uma chuva fina havia começado, os dois aceitaram que teriam que levantar logo.

   -Ai que horas são em?

  -11:50, vamos, levanta.

  -A não Brian, volta pra cá, eu tô muito cansado de ontem ainda, você não?

   -Até que sim, mas vamos logo, eu vou te levar pra sua casa da praia.

 Os dois pretendiam ficar lá durante o dia pois Brian já entregaria seu quarto. Os dois não se lembravam muito da noite passada afinal depois da grade declaração de Roger eles quase não aguentava de tanto se beijar, a ideia de Roger era aliviar aquela tensão e mais uma vez Brian não pensou ser o momento certo afinal qualquer um os podia ver ali, decidiram então sair com os amigos de Roger, foram até um bar qualquer eles queriam mesmo é se divertir de qualquer forma, Brian bebeu como nunca havia bebido antes, o mais velho começava a deixar de ter controle sobre seu corpo, depois os dois decidiram ir embora, o carro foi dirigido por Roger que ainda estava mais consciente do que seu parceiro naquela noite, os dois adentraram no quarto e imediatamente Brian se joga na cama dormindo logo em seguida que fez Roger rir um pouco naquele momento por ver o estado de seu acompanhante.

 Brian se preparava para ir, ele organizou sua mala, verificou se não estava faltando nada e ligou para seu amigo John, os dois conversaram por muito tempo, mas nem o tom alto de voz de Brian fez Roger se levantar, o mesmo estava ainda com ressaca, ele aguentava beber muita coisa, mas no dia seguinte não tinha quem o fizesse  sair da cama.

   -Rogeer, vaamos, sai logo dessa cama, porque você dorme tanto em? Que eu saiba eu quem bebi mais ontem.

  -Eu sei mas, eu sou assim, não tem como nós irmos mais tarde? eu não quero ir agora.

   -Olha eu vou buscar nosso café da manhã e quando eu voltar espero que já esteja de pé.  

  -Não Brian não me deixa aqui morrendo eu não vou aguentar.

   -A para de drama seu bobo, eu não demoro tá, já volto.

 Brian fecha a porta atrás de si enquanto Roger ‘agonizava’ de dor de cabeça, ele odiava quando isso acontecia, mas quando se tratava de passar a noite com seus amigos ele realmente bebia muito. Roger se levanta com o maior esforço do mundo, vai até o banheiro e toma um banho gelado, não demora muito até Brian aparecer, ele esperou Roger sair do banho para tomar café com ele. Brian põe o café em cima de uma escrivaninha que ficava ao lado da porta, não quis incomodar o loiro durante seu banho então foi organizar sua cama, um cheiro de perfume subia até suas narinas enquanto sacudia o cobertor, ele sabia que era de Roger.

   -Hm que cheiro bom, o que trouxe?

   -A só um café simples e um bolo de canela, provavelmente acabou de ser assado por isso o cheiro.

   -Você tá arrumado a cama? Sabe que tem camareira né?

  -Acho que é hábito, nem tinha lembrado dela. E então, você já está pronto?

   -Sim já me troquei no banheiro, meus amigos vão adorar te ver, principalmente Freddie, ele me mandou mensagem dizendo que não tinha ideia que você era tão extrovertido.

   -Não sei, será que eu não vou incomodar ficando lá? 

    -Que isso Bri claro que não, eles te adoraram, além disso eu quero que você conheça o meu quarto…

   -Entendi.

 Os dois tomam seu café da manhã juntos, conversaram um pouco sobre a noite passada enquanto assistiam as águas fortes do mar em frente a janela. Eles já estavam prontos, Brian pega sua mala e sua chave, e os dois finalmente vão até a casa de praia. A tarde chegava e chuva já havia parado, nas ruas o cheiro de terra molhada se espalhava, na casa de praia os amigos de Roger estavam na varanda, as meninas estavam deitadas numa espécie de sofá, e os meninos em um banco.

   -Iai seus sem ter o que fazer, eu trouxe o Brian.

   -Oi Brian que bom que veio.-Freddie é o primeiro a cumprimentar o cacheado, os outros logo fizeram o mesmo.

   -Então o que vocês querem fazer hoje já que o tempo tá tão nublado?

   -Eu não sei Roger tô desanimado e com ressaca além disso não tem nada pra fazer.

   -A Freddie para de ser chato porra você sabe o quão foi difícil ter que sair da cama pra tá aqui e você dizer que não quer fazer nada?

   -Porque foi difícil? Seu namorado não te deixou dormir, é?

   -Cala a boca idiota não é isso.

   -A gente podia ascender a lareira ou sei lá.

   -É mesmo né Tim, vamos lá pra dentro aqui tá começando a ficar frio de novo.

 Todos se levantam e vão em direção a sala, estava um pouco escura por falta do sol, Roger segurou na mão de Brian para tentar o fazer ficar confortável com seus amigos. Clare e Mary foram até a cozinha, voltaram com duas garrafas de cerveja em cada mão, colocaram uma música e ficaram conversando. Elas abriram as cervejas para todos, Brian não quis beber pois teria que dirigir mais tarde. O grupo passou a tarde falando da noite passada, o quanto beberam e o quanto Brian foi engraçado  por ter enchido a cara, eles falaram o que iam planejar para o dia seguinte e pro resto da semana, todos estavam ao redor da lareira, Clare estava no tapete, Mary eu um pufe Roger e Brian em um sofá e Tim e Freddie em outro.

   -Então Brian, você vai manter contato com o Roger depois que for embora ou foi só essa semana mesmo?

   -Bom se o destino nos juntar novamente, quem sabe isso não vai pra frente.

   -Uuuu ok né.

 Depois de algumas horas o céu ficou limpo novamente, todos já estavam praticamente adormecidos na sala, Brian e Roger estavam na varanda observando o pôr do Sol. Um silêncio confortável prolongava entre os dois, estavam abraçados em um dos degraus da casa, Roger fumava um cigarro e Brian acariciava os lisos cabelos do mais novo, ainda conseguia sentir o cheiro do perfume que havia sentido mais cedo, ele pensava se o corpo inteiro de Roger também tinha esse maravilhoso aroma.

   -Você… quer entrar? Acho que tá todo mundo dormindo.

   -Não sei, será que não os acordariamos se ficasse nós na sala?

   -Não podíamos ir para o meu quarto.

   -Claro.

 Brian encenava total calma naquele momento, mas seu coração estava prestes a sair pela boca, ele se deixou levar pelos lindos olhos azuis e hipnotizantes de Roger, não conseguia controlar bem sua respiração, o mais novo o puxava pelo braço para dentro de seu quarto. Eles entram e Roger fecha a porta, ambos se sentam na cama de casal que havia alí.

   -Brian, você vai… você vai me esquecer não vai?

   -Mas que conversa é essa Roger é claro que não, você é a pessoa mais especial que eu já conheci, não precisei de mais tempo que isso pra perceber logo de primeira, eu sei que parece uma paixonite boba de alguns dias, mas eu prometo que não vou te esquecer meu bem.

 Roger o beija aliviado, o que durou mais tempo do que o esperado.

   -Eu quero.

   -O que?

   -Eu quero você Brian, me dê tudo o que tem.

 Roger deslizou sua mão pelo peitoral magro de Brian, o mais velho sentiu seu fôlego acabar e seu coração quase explodir de tanto bater forte. Beijos eram depositados nos corpos um do outro, aquilo era o suficiente para terminar bem essa viagem.

   -Essa vai ser a nossa noite, nosso amor de despedida. 

 Brian sente seu corpo estremecer depois do sussurro que Roger deu em seu ouvido. Os dois se beijaram loucamente, arrancaram suas peças de roupa e quando se deram conta já estavam nus se amando. 

Lá pelas 11 da noite todos decidiram ir para os seus quartos, Brian e Roger ainda estavam acordados, deitados ouvindo música enquanto conversavam, ainda estavam sem roupa alguma.

      -Você tem mesmo que ir?

   -É eu tenho, me desculpe por isso, queria ter passado um tempo a mais com você. Segunda feira eu já começo a trabalhar, voltar pra mesma rotina infelizmente.

   -Vamos aproveitar enquanto podemos seu bobo.

 Eles se beijam novamente, a noite ainda não havia acabado para eles, suas únicas testemunhas eram o lençol sujo da cama. Os corpos dos dois estremeciam a cada toque, a pele delicada de Roger foi a que mais sofreu, seu corpo havia pequenos hematomas de arranhões, e em alguns lugares estava vermelho por causa das mãos firmes de Brian. Talvez esse seria o momento mais marcante da vida dos dois, especialmente Brian, ele nunca pensou que algo assim fosse acontecer com ele, em apenas 7 dias, levaria meses ou mais, para que as memórias desaparecessem.


 Continua...



Notas Finais


Espero que tenham gostado, como sempre se tiver algum erro pode me avisar, tá acabando aaaa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...